25 jogos para aprender a ler e escrever a partir de 3 anos

Aprender a ler e escrever é uma habilidade fundamental na vida de qualquer criança. Pensando nisso, desenvolvemos uma lista com 25 jogos educativos especialmente voltados para crianças a partir de 3 anos. Esses jogos foram elaborados de forma lúdica e divertida, com o objetivo de estimular o aprendizado da leitura e escrita de maneira leve e prazerosa. Com esses jogos, as crianças poderão desenvolver suas habilidades linguísticas de forma natural e eficiente, preparando-se para um futuro de sucesso na escola e na vida.

Qual jogo é ideal para crianças que estão começando a aprender a ler?

Para crianças que estão começando a aprender a ler, um jogo ideal é o “ABC da Leitura”. Este jogo é especialmente projetado para crianças a partir de 3 anos, ajudando-as a reconhecer as letras do alfabeto e associá-las a sons. Além disso, o “ABC da Leitura” também auxilia no desenvolvimento da coordenação motora fina, através de atividades de arrastar e soltar as letras para formar palavras simples.

Outro jogo recomendado para crianças nessa faixa etária é o “Aprendendo a Escrever”. Este jogo foca na prática da escrita de forma interativa e divertida, utilizando atividades como ligar pontos para formar letras e palavras. Dessa forma, as crianças podem começar a se familiarizar com a escrita de maneira lúdica e estimulante.

Ambos os jogos são ótimas opções para introduzir as crianças no mundo da leitura e escrita, de forma gradual e divertida. Com atividades dinâmicas e coloridas, as crianças podem desenvolver suas habilidades linguísticas de maneira natural e prazerosa.

Quais jogos são adequados para ensinar a ler e escrever às crianças?

Ensinar a ler e escrever às crianças pode ser uma tarefa desafiadora, mas também pode ser muito divertida com a ajuda de jogos educativos. Existem diversos jogos que são adequados para crianças a partir de 3 anos e que podem ajudá-las no processo de aprendizagem da leitura e escrita.

Alguns dos jogos mais recomendados para ensinar a ler e escrever às crianças são os jogos de associação de letras, como o “Alfabeto Ilustrado”, que ajuda as crianças a associar cada letra do alfabeto a uma imagem correspondente. Outro jogo muito eficaz é o “Quebra-Cabeça de Palavras”, onde as crianças precisam formar palavras a partir de peças com letras.

Além disso, os jogos de memória, como o “Memória das Palavras”, são ótimos para ajudar as crianças a memorizar palavras e melhorar sua capacidade de leitura. Já os jogos de soletração, como o “Caça-Palavras”, são excelentes para praticar a escrita e a ortografia de forma lúdica e interativa.

É importante ressaltar que os jogos devem ser divertidos e estimulantes para que as crianças se sintam motivadas a aprender. Com a ajuda desses jogos, é possível tornar o processo de aprendizagem da leitura e escrita mais dinâmico e prazeroso para os pequenos.

Portanto, se você está em busca de maneiras criativas e eficazes de ensinar a ler e escrever às crianças, não deixe de experimentar esses 25 jogos educativos que certamente irão contribuir para o desenvolvimento das habilidades linguísticas dos pequenos.

Qual a finalidade do jogo da velha silábico?

O jogo da velha silábico é uma atividade educativa que tem como objetivo auxiliar no processo de alfabetização das crianças a partir dos 3 anos de idade. Por meio deste jogo, as crianças são estimuladas a reconhecer e associar as letras do alfabeto com suas respectivas sílabas, contribuindo para o desenvolvimento da leitura e escrita.

O jogo da velha silábico é uma versão adaptada do tradicional jogo da velha, no qual os jogadores devem formar palavras a partir das sílabas representadas nas casas do tabuleiro. Dessa forma, as crianças são desafiadas a pensar de forma lógica e aprimorar seu vocabulário de maneira divertida e interativa.

Além de estimular o aprendizado das sílabas e do alfabeto, o jogo da velha silábico também contribui para o desenvolvimento da coordenação motora, da concentração e da socialização das crianças. Através da competição saudável e do trabalho em equipe, as crianças aprendem a respeitar as regras do jogo e a interagir de forma positiva com os colegas.

Em suma, o jogo da velha silábico é uma ferramenta pedagógica eficaz para auxiliar no processo de alfabetização das crianças, promovendo o aprendizado de forma lúdica e dinâmica. Com ele, as crianças podem desenvolver habilidades essenciais para a leitura e escrita, ao mesmo tempo em que se divertem e fortalecem sua autoconfiança.

Benefícios do jogo da velha para o desenvolvimento infantil: descubra como ele pode ajudar.

O jogo da velha é um dos jogos mais simples e antigos que existem, mas ele pode trazer inúmeros benefícios para o desenvolvimento infantil. Além de ser divertido, ele ajuda as crianças a desenvolver habilidades importantes, como raciocínio lógico, concentração, coordenação motora e planejamento estratégico.

Quando as crianças jogam o jogo da velha, elas precisam pensar em suas jogadas, antecipar as jogadas do adversário e planejar uma estratégia para vencer. Isso estimula o cérebro a trabalhar de forma mais eficiente, melhorando a capacidade de tomada de decisões e resolução de problemas.

Além disso, o jogo da velha também ajuda as crianças a desenvolver habilidades sociais, como paciência, respeito às regras e trabalho em equipe. Ao jogar com um amigo ou familiar, elas aprendem a respeitar o turno do outro, a lidar com a frustração da derrota e a comemorar a vitória de forma saudável.

Por fim, o jogo da velha é uma excelente maneira de introduzir conceitos matemáticos simples, como padrões, simetria e estratégia. Isso pode ajudar as crianças a se familiarizarem com a linguagem matemática e a desenvolver um pensamento lógico desde cedo.

Por isso, não deixe de incluí-lo na lista de jogos para aprender a ler e escrever a partir dos 3 anos. Seja para brincar em casa ou na escola, o jogo da velha certamente será uma ótima opção para estimular o aprendizado e o desenvolvimento das crianças.

Relacionado:  8 Competências básicas e suas características

25 jogos para aprender a ler e escrever a partir de 3 anos

Neste artigo, mostrarei 25 jogos e atividades para aprender a ler e escrever que você pode fazer com seu filho ou seus alunos, tanto em casa quanto na escola. São atividades, exercícios e estratégias com materiais simples, com os quais as crianças aprendem de maneira simples e pouco a pouco.

Formar leitores é algo necessário para a nossa sociedade e educar cidadãos livres, autônomos e informados. Cidadãos que sabem tomar decisões sobre seus destinos e aprender.

25 jogos para aprender a ler e escrever a partir de 3 anos 1

Saber ler nos aproxima do mundo, nos ajuda a atravessar fronteiras, nos permite aprender, é um meio de nos conhecermos e conhecermos os outros.

Incentivar as crianças através da brincadeira a aprender a ler e amar a leitura pode levá-las a despertar sua curiosidade, saber expressar e descrever suas emoções, sonhar, imaginar e desenvolver sua criatividade.

A leitura é um ato de pensar que implica que a pessoa precisa mobilizar seus recursos cognitivos para poder interpretar a mensagem à sua frente e construir ativamente a leitura.

É um processo de constante interação entre as palavras do texto e a pessoa, ator do processo. Não é simplesmente decodificar símbolos ou mecânicos, é necessário entender a mensagem.

Parece que a leitura e a escrita são consideradas aprendizado mecânico ou instrumental, mas são fundamentais para o desenvolvimento cognitivo e afetivo da pessoa, para desenvolver o pensamento, a comunicação ou a interação.

As crianças devem saber que a leitura lhes permite se comunicar com outras pessoas, receber mensagens, o que lhes permite descobrir e se divertir.

Como você aprende a ler?

Existem diferentes níveis em aprender a ler. As crianças começam no nível pré-silábico, onde começam a descobrir a diferença entre letras e desenhos.

Mais tarde, há um nível silábico em que a consciência fonológica começa e eles associam sons a grafias.

No próximo nível, transição entre silábico e alfabético, as crianças começam a combinar silábico com alfabético. Finalmente, no nível alfabético, eles entendem o sistema relacionando cada uma das letras a um fonema.

A leitura e a escrita são desenvolvidas ao mesmo tempo, em um processo integrado, são processos dinâmicos que são criados ao mesmo tempo.

25 jogos, atividades e exercícios para aprender a ler e escrever

1. Cartas com objetos

Uma boa atividade para as crianças aprenderem a identificar letras, que é um passo anterior para aprender a ler, é trabalhar com objetos diferentes.

Um dos objetos muito úteis pode ser plasticina. Você pode oferecer ao seu filho plasticina de diferentes objetos e moldá-lo para formar cada uma das letras que você propõe.

É aconselhável começar com as vogais (a, e, io, u) e depois expandir com as consoantes.

Outra opção é fazer letras com o corpo humano. Você pode escrever a letra A, por exemplo, levantando duas crianças que juntam a cabeça e apertam as mãos (formando uma letra A).

Uma opção é colocar as cartas e tirar fotografias, para que você possa identificar quais letras estão por trás e exortar as crianças a pronunciá-las, procurar palavras que começam com essa letra etc.

2. Jogos para tomar consciência das sílabas

Você pode trabalhar com palmas, por exemplo. Você propõe à criança uma lista de palavras diferentes (você pode propô-las, para que elas o motivem mais) como uma motocicleta, luz ou pomba e dá palmas para a criança de acordo com o número de sílabas.

Se a palavra for “pomba”, você diria à criança: “pa” (um tapa) “lo” (outro tapa), “ma” (outro tapa). Batendo juntos.

Outras atividades para trabalhar a consciência fonológica podem ser fazer tantas linhas abaixo da palavra quantas as sílabas tiverem ou colocar tantos adesivos ou desenhos quanto as sílabas tiverem a palavra.

3. Identifique vogais

Para começar a identificar as vogais, você pode propor pares de palavras ou trios que começam com vogais diferentes, por exemplo:

Água / Urso / Elefante

Você pede à criança para identificar a palavra que começa com a vogal A, por exemplo.

Outras alternativas são fazê-lo com imagens e que a criança tenha que dizer qual é o objeto (água, urso, elefante) e escolher para o som qual é a letra A. Por exemplo, na próxima imagem, você deve identificar o que começa com 0 (urso) ou por E (elefante).

25 jogos para aprender a ler e escrever a partir de 3 anos 2

Mais tarde, você pode expandir e fazê-lo também com consoantes.

Outras alternativas podem ter letras com imagens diferentes e cinco cestas, uma para cada vogal. Cada uma das cestas é pintada com uma cor (o vermelho A, o amarelo E, o azul I, o roxo O e o laranja U).

Crie cartões com objetos ou imagens que começam com as vogais (para A: água, avião, ônibus), para O (urso, olho, oliva) e peça à criança que diga em voz alta qual é o objeto e o que classificação dentro da caixa de vogal apropriada.

Para verificar se você fez corretamente, coloque um adesivo na cor da caixa à qual pertence e escreva a palavra para que você possa verificá-la.

3. Junte desenhos

Outra atividade que você pode executar é a seguinte: você pega um fólio verticalmente e coloca oito desenhos em duas colunas (quatro em cada parte).

Você pede à criança para juntar um desenho de um lado com outro desenho do lado oposto com uma cruz. A chave para uni-lo é que ele deve detectar e unir os desenhos que possuem o mesmo número de sílabas.

De um lado, eles podem ser desenhados: gato, bola, pão e carro. Por outro lado: livro, casa, peixe e tinta. A criança deve se juntar à casa dos gatos, tinta de bola, peixe-pão, livro de carros.

Relacionado:  Como prevenir o cyberbullying: 7 dicas eficazes

4. quadro magnético

Outra atividade é escrever palavras diferentes em cartões e pedir à criança que as escreva no quadro magnético. Para fazer isso, você deve procurar entre todas as letras e selecionar a correta.

1-Quebre em vários pedaços pequenos uma folha / folha.

2-Você escreve em cada pedaço uma palavra incompleta. Exemplo: _AMP. Todas as peças com palavras incompletas são colocadas em uma tigela.

3-A criança pega uma peça aleatória.

4 – Solicita-se à criança que escreva a palavra completa da peça que anotou no quadro.

5. Canções de alfabeto e vogal

Um jogo simples, mas não menos interessante, é encontrar e ensinar as canções infantis que contêm as letras do alfabeto.

Outra alternativa muito boa é cantar canções familiares e perguntar à criança que tenta cantá-las apenas com uma vogal (com o A, com o E).

Existem muitas músicas populares, como eu tenho uma formiga na panchita, onde as vogais são alteradas para se concentrar apenas em uma.

Exemplo (cantando com o ritmo da música):

Eu tenho, ooh oooh! Uma formiguinha na pata, aah aaah
Isso está me fazendo cócegas, aah aaah
Isso coça, coça. (A carta original)

Com a letra A:

Tanga, aah aaah! Ana prejudica a patata, aah aaah
Ca ma é hacalda cascallatas, aah aaah
Ca ma paca, ca ma paca.

6. Toque o ver-ver

O ver-ver é um bom recurso para começar a ler. Uma variante que você pode fazer é ver e ver da seguinte maneira: eu vejo, vejo, algo que começa por au- (ônibus) ou dizendo como termina, vejo, vejo, uma palavra que termina em -bus.

Você também pode fazer isso da maneira tradicional, enfatizando o fonema. Entendo, vejo algo que começa com a letra P (pppppppp). Você pode tentar todas as palavras que lhe ocorrem por essa letra.

7. Cartas com sílabas

Você pode preparar cartões diferentes com sílabas diferentes, tudo o que puder imaginar e pedir à criança para formar palavras a partir dos cartões.

Quando você pega a primeira sílaba, por exemplo, PA, pode perguntar a ele que palavra ele imagina que pode continuar.

Funciona assim:

1- Quebre vários pedaços de papel e escreva uma sílaba em cada um. Por exemplo: PA, BE, EN, TA, PO, RA, LI …

2 – A criança pega aleatoriamente um papel de um recipiente e precisa dizer uma palavra que lhe vem à mente. Exemplo: Mouse.

8. Reconhecer letras

A princípio, quando as crianças começam a aprender letras, elas devem reconhecê-las.

Uma atividade para eles aprenderem a ver quais letras são iguais e quais são diferentes, especialmente com algumas que são fisicamente semelhantes (pyq, byd), pode ser uma boa atividade escrevê-las várias vezes: bbbbbdbbb b.

Pedimos à criança para arredondar a letra diferente.

Outra atividade pode ser pedir para arredondá-los e misturá-los na mesma linha: bbdbbbdddb b.

9. Livros com pictogramas

Ler histórias com crianças é sempre uma boa opção para elas começarem a ler e serem incentivadas com a leitura.

Uma opção muito boa quando eles começam a ler é fazer livros de pictograma.

São histórias em que algumas das palavras são substituídas por desenhos, para que a leitura possa ser mais fluida.

Você pode criar esses livros inventando pequenas histórias ou pegando algumas já criadas e substituindo diferentes elementos (árvore, carro, gato) por um desenho.

10. sopas de palavras e palavras cruzadas

As pesquisas por palavras são atividades muito úteis quando as crianças começam a ler. No começo, quando eles começam a aprender as letras, podemos pedir que procurem certas letras.

Se você está precisamente ensinando seu filho a ler inglês, o seguinte é um bom exemplo. Você terá que procurar as palavras na coluna da esquerda e elas podem aparecer na vertical, na horizontal ou na diagonal.

11. Que palavra tem essa carta?

Outra atividade pode ser a de apresentar palavras diferentes para a criança e pedir-lhe para colorir apenas as que têm a letra A. Podemos escrever as palavras ou colocar as figuras.

Por exemplo: banana, olho, pudim, orelha, frango, pincel.

Pedimos à criança para colorir as palavras com a letra A.

12. Todas as palavras que você pode pensar

Outra atividade pode ser ter cartões diferentes, como letras do alfabeto ou apenas as vogais, por exemplo. Por outro lado, teremos outra pilha de cartas com coisas diferentes (animais, frutas, cores).

Desenhamos aleatoriamente uma das letras, por exemplo, o P. sai e precisamos escolher outra carta da outra pilha. Por exemplo, animais. Pegamos uma ampulheta e a viramos.

Devemos dizer à criança que, naquela época, ele deve dizer quantos animais puder pensar que começam com o P (pppp): pato, galinha, pintinho, pônei.

13. Cor por voz

Você coloca desenhos diferentes em grupos, por exemplo: menina, cachorro, sol e mar. E você pede à criança que pinte apenas as palavras lidas com um golpe de voz.

Por exemplo, você deve pintar sol e mar.

14. Sílabas de trabalho

Escrevemos palavras diferentes: pomba, paella e bola, por exemplo.

Dove

Abaixo dele, você escreve _ LO MA

Abaixo, _ _ MA

E sob _ _ _

Você pede à criança para escrever a palavra inteira e desenhá-la.

15. Maiúsculas e minúsculas

Em um texto, você insere letras maiúsculas e minúsculas e atribui a cada uma delas uma cor diferente.

Por exemplo, as maiúsculas podem ser VERMELHAS e as minúsculas AZUIS. Você coloca o seguinte: F t L m M j K l

Você deve pintá-lo de acordo com se é uma letra maiúscula ou outra minúscula. Você pode pedir para ele colocar a mesma letra no oposto (maiúscula / minúscula).

Relacionado:  Zona de desenvolvimento próximo: conceito, características e exemplos

16. memória com palavras

Uma atividade é criar uma memória com palavras. Para fazer isso, você deve criar cartões duplos (por exemplo, galinha / galinha, árvore / árvore, casa / casa). Quantas você quiser.

Então você brinca com a criança embaralhando as letras e colocando-as com a face para baixo. O jogo é que, por sua vez, você deve pegar um pedaço e ler o que diz e depois pegar outro e ler para ver se eles correspondem.

17. Bingo de letras, sílabas ou palavras

Outro jogo pode ser criar um bingo, mas em vez de fazê-lo com números, podemos fazê-lo com palavras, sílabas ou letras.

Para fazer isso, se fizermos com letras, criaremos cartões com letras diferentes. E cada uma das bolas terá uma letra do alfabeto. Assim, tiraremos as bolas aleatoriamente com as letras e elas dirão em voz alta.

Cada jogador deve riscar a carta, se a tiver, e isso pode ser feito tanto na linha quanto no bingo quando a pessoa tiver riscado todas as letras do cartão.

Outras variantes estão com sílabas ou palavras.

18. sequência de palavras

Um jogo divertido é a cadeia de palavras. Propõe-se começar com uma palavra, como uma pomba, e pedir à criança que forme novas palavras da última letra ou da última sílaba (são duas variantes do mesmo jogo).

Assim, se começamos com uma pomba e brincamos com as sílabas, a criança deve continuar com outra palavra que comece com ma, como mão, e continuaríamos sem, por exemplo, noite e assim por diante.

19. O ganso de palavras ou sílabas

Você pode criar um ganso (desenhá-lo) e, dentro de cada caixa, pode colocar sílabas ou palavras.

Dessa forma, você começa na caixa de saída e deve rolar os dados. Se o número 3 sair, você avança três caixas. A pessoa que toca nele deve ler a palavra ou a sílaba que ele coloca em sua caixa (se estiver com a sílaba, ele pode formar uma palavra, ou seja, terminá-la).

Se a pessoa for bem-sucedida, ela continuará tocando e, se falhar, cabe à próxima pessoa.

20. Puzzle

Você também pode criar um quebra-cabeça com cartões. Cada uma das letras do alfabeto deve ter duas peças juntas como um quebra-cabeça. Por um lado, você escreve a letra (por exemplo, A) e, por outro lado, desenha algo que começa com essa letra (por exemplo, avião).

É sobre a criança uma de cada letra com o objeto correspondente,

21. jogos de rima

Trata-se de propor diferentes grupos de palavras à criança. Oferecemos o primeiro, por exemplo: PALOMA.

Abaixo, escrevemos ou desenhamos (duas variantes diferentes do mesmo exercício) palavras diferentes, por exemplo: borracha, atum e peixe. A criança deve lê-los e selecionar a palavra que rima com a anterior.

22. a casa

Uma atividade divertida pode ser imprimir uma fotografia de uma casa (no estilo de casa de bonecas) onde todos os cômodos da casa são visíveis: a cozinha, a sala de estar, a sala de brinquedos, o banheiro.

Criamos cartões com diferentes objetos que podemos encontrar em uma casa: sabonete, cama, colher. Pedimos à criança que leia cada um dos cartões e os coloque na sala correspondente.

23. Escolha a palavra correta

Colocamos o desenho de um objeto, por exemplo, um PAN e escrevemos sob a palavra correta e duas maneiras incorretas de escrever a mesma palavra.

Por exemplo, escrevemos: PAN PEN PIN

E pedimos à criança que selecione a palavra que tem o significado correto.

24. Resolva o mistério

Este jogo consiste em apresentar uma imagem que tem uma palavra oculta. Por exemplo: DENTISTA.

Devemos substituir cada uma das letras (DENTISTA) por um desenho que comece com essa letra (por exemplo, substituímos o D por um golfinho, o E por um elefante, o N por um nariz, o T por um tomate, o I por um índio, o S para um chocalho, o T para um tomate e o A para uma árvore).

Dessa forma, haverá uma lista de diferentes desenhos online. Trata-se de descobrir qual letra começa cada um dos desenhos e colocá-la abaixo.

Finalmente, a criança descobre qual é a palavra por trás dela.

25. Vazamento de palavras

É sobre escrever palavras que não possuem uma das letras. Por exemplo: _OMATE, AMARILL_, SHARK_.

A criança deve adicionar a letra que falta para completar a palavra.

Benefícios da leitura

Há várias razões pelas quais é importante ajudar as crianças a aprender a ler e, acima de tudo, incentivar sua importância:

– Ler nos ajuda a entender o mundo

– Ler é palavras e o mundo é feito de palavras

– Informação e leitura é a riqueza da sociedade

– Ler nos dá prazer

– As imagens apresentam o mundo como objetos e as palavras nos mostram o mundo com idéias

– As palavras nos ajudam a nos conhecer melhor, a entender nossas emoções e a expressá-las, e também a conhecer os outros

– A leitura é relevante para atenção e concentração

– Nos coloca em contato com o nosso eu interior

O leitor não nasce, o leitor é criado e é por isso que é importante incutir que a leitura é importante e pode ser um grande forte de prazer e satisfação.

O prazer da leitura pode ser alcançado pelas crianças quando o próprio ato de ler é produtivo, abrangente e o leitor se sente participante desse processo.

E você, quais jogos você conhece para ensinar as crianças a ler?

Referências

  1. Conselho Nacional de Desenvolvimento Educacional do México (2011). Aprendo com o meu nome: Guia para ensinar a ler a partir do nome próprio.
  2. Máñez Aracil, M., Martínez Martínez, MP (2009). Leitura, uma aventura: Guia para fazer bons leitores. Generalitat Valenciana.
  3. Romero, L. Aprendendo alfabetização.

Deixe um comentário