6 chaves para superar uma traição

6 chaves para superar uma traição 1

A traição é uma daquelas circunstâncias que podemos sofrer em silêncio por um tempo e que podem ferir o coração da pessoa traída. Seja pelo casal, amigo, parente ou colega de trabalho, essa situação desperta emoções muito intensas e dolorosas.

E é que a perda de confiança que ocorre com o “traidor” dificulta muito a reconciliação com essa pessoa. De fato, em muitos casos, após a traição, há um processo de luto no qual é hora de aceitar a situação. Um processo de luto complicado, porque as circunstâncias não são ideais para curar feridas.

Com o tempo, no entanto, pode-se reconstruir sua vida e seguir em frente. Você pode até perdoar a outra pessoa.

  • Você pode estar interessado: ” 51 frases sobre amizade que você deve ler “

Como superar uma traição

Superar uma traição não é fácil e, se a pessoa importa muito, pode afetar as diferentes áreas de nossas vidas. Agora, essas situações muito delicadas e dolorosas podem nos afundar por um tempo, mas também podem ser experiências valiosas e lições de valor incalculável para e para a vida.

Mas o que fazer quando eles nos traem? Como superar esse momento delicado? Nas linhas a seguir, fornecemos algumas chaves para fazer isso.

1. Analisar as circunstâncias em que a traição ocorreu

Após uma traição, e como em qualquer situação de luto, o primeiro estágio que a pessoa experimenta é o choque. A traição é uma situação tão dolorosa que algumas pessoas experimentam um nó no estômago e uma terrível decepção e tristeza. Nessas situações, é importante conversar com alguém próximo , porque canalizar esse tipo de emoção pode não ser fácil. Conversar com outras pessoas também pode permitir que você veja as coisas de outra perspectiva.

Relacionado:  Aspectismo: discriminação baseada na aparência física

Também é importante que você analise o contexto e o motivo da traição. Por exemplo, se falamos da infidelidade de um casal , você pode não considerar as necessidades da outra pessoa. É bom fazer autocrítica quando a fase de negação passar .

2. Não seja duro consigo mesmo

Freqüentemente, nessas situações, raiva e tristeza aparecem. A tristeza geralmente é sentida quando uma pessoa começa a reconhecer o alcance da situação. Apesar da dor e do sentimento de traição, também é comum lembrar coisas boas sobre o relacionamento e o que se sente falta. Se você se sentir traído, é porque a outra pessoa era importante para você.

A verdade é que, durante o tempo de tristeza, você precisa liberar essas emoções e, de fato, isso pode acontecer ao mesmo tempo em que você sente raiva. A instabilidade emocional é frequente nesses momentos delicados. O que você deve fazer é tratar-se de compaixão e, se precisar chorar, faça-o! O importante é que você não é duro consigo mesmo.

3. Não guarde rancor

Embora devamos nos tratar com amor, não devemos guardar ressentimento para com as outras pessoas. Quando sentimos raiva, sentimos uma necessidade de alívio, especialmente contra a pessoa que nos machucou. Queremos nos vingar.

No entanto, essa não é uma boa maneira de canalizar emoções, e o que podemos alcançar com essa ação também nos machuca. A melhor alternativa é, na verdade, não guardar rancor .

4. Aceite a situação

A aceitação é uma das melhores decisões que podemos tomar para recuperar o bem-estar e a saúde mental. Porque, como eu disse no ponto anterior, nos recriamos em frustração ou raiva, a única coisa que levará a isso é que sofreremos mais . Aceitar algo assim nem sempre é fácil, mas no artigo “Auto- aceitação: 5 dicas psicológicas para alcançá-lo ”, você pode encontrar informações úteis para alcançá-lo.

Relacionado:  Teoria dos jogos: em que consiste e em que áreas se aplica?

5. Leve o seu tempo

A aceitação pode levar tempo, porque você precisa seguir uma série de etapas e leva tempo para refletir sobre o que aconteceu. Agora, como explicamos no artigo “ O tempo cura tudo? A ciência responde . ” É bom ver as coisas de outra perspectiva, mas para curar as feridas emocionais, devemos também fazer nossa parte .

6. Seja honesto

É importante que, durante todo o processo, seja honesto consigo mesmo e com a outra pessoa. Conectar-se a si mesmo e não evitar a realidade é uma das melhores maneiras de lidar com os problemas . Por outro lado, se, por exemplo, você deseja superar uma infidelidade, a sinceridade é a melhor maneira de fazê-lo. Nesse sentido, você pode saber mais no artigo ” Superando uma infidelidade: as 5 chaves para alcançá-la “.

7. Desculpe!

Perdoar aquela pessoa que o traiu não significa que você deve aceitá-la novamente em sua vida ou que você concorda com o comportamento dele, mas que é um ato de maturidade , no qual a situação foi aceita e a pessoa é libertada. sentir ressentimento De fato, perdoar tem muitos benefícios. No artigo “ Perdão: devo ou não perdoar aqueles que me machucam? “Você pode conferir.

Quais são as situações ideais para perdoar? Devemos perdoar uma traição nas seguintes circunstâncias.

  • A pessoa reconhece a pessoa o dano que causou e está tentando mudar o comportamento.
  • O indivíduo se desculpa claramente e dá provas de que não pretende fazê-lo novamente.
  • Seu desempenho foi resultado de raiva ou decepção e a pessoa se arrependeu de agir dessa maneira.
  • Ele aprendeu com esse comportamento e é improvável que o faça novamente.
  • É um comportamento isolado, relativamente sem importância .

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies