9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável

O envelhecimento é uma fase natural da vida, porém, é importante cuidar da saúde física e mental para desfrutar de uma velhice ativa e saudável. Para isso, existem diversas atividades que podem ser praticadas regularmente para promover o bem-estar e a qualidade de vida na terceira idade. Neste artigo, apresentaremos 9 atividades para o envelhecimento ativo e saudável, que contribuem para a manutenção da saúde, o fortalecimento do corpo e a estimulação da mente.

Dicas para envelhecer de forma ativa e saudável: o que fazer?

Envelhecer de forma ativa e saudável é fundamental para manter a qualidade de vida na terceira idade. Para isso, é importante adotar hábitos saudáveis e realizar atividades que estimulem o corpo e a mente. Confira a seguir 9 atividades para o envelhecimento ativo e saudável:

1. Praticar exercícios físicos regularmente: A atividade física é essencial para manter a saúde do corpo e da mente. Opte por atividades que goste, como caminhadas, natação, pilates ou dança.

2. Alimentar-se de forma saudável: Uma dieta equilibrada e rica em nutrientes é fundamental para garantir a saúde na terceira idade. Consuma frutas, legumes, verduras, proteínas magras e evite alimentos industrializados.

3. Manter-se socialmente ativo: Ter uma vida social ativa ajuda a manter a mente saudável e combater o isolamento. Participe de grupos, faça atividades em grupo e mantenha contato com amigos e familiares.

4. Estimular a mente: Atividades que desafiam o cérebro, como jogos de tabuleiro, palavras cruzadas e leitura, são ótimas para manter a mente ativa e prevenir doenças como o Alzheimer.

5. Cuidar da saúde mental: A saúde mental é tão importante quanto a saúde física. Busque ajuda profissional se necessário e pratique atividades que promovam o bem-estar emocional.

6. Dormir bem: Uma boa noite de sono é essencial para a saúde e o bem-estar. Estabeleça uma rotina de sono regular e crie um ambiente propício para o descanso.

7. Fazer exames de rotina: Consulte regularmente um médico para realizar exames preventivos e garantir a detecção precoce de possíveis problemas de saúde.

8. Manter-se hidratado: Beber água é fundamental para manter o corpo hidratado e funcionando corretamente. Consuma pelo menos 2 litros de água por dia.

9. Cultivar hobbies e interesses: Ter hobbies e interesses é uma ótima forma de manter a mente ocupada e se sentir realizado. Dedique tempo a atividades que lhe tragam prazer e satisfação.

Ao adotar essas atividades em sua rotina, você estará contribuindo para um envelhecimento ativo e saudável, garantindo uma melhor qualidade de vida na terceira idade.

Atividades recomendadas para idosos: descubra quais são as mais apropriadas para essa faixa etária.

À medida que envelhecemos, é fundamental manter-se ativo para garantir um envelhecimento saudável e com qualidade de vida. Existem diversas atividades recomendadas para idosos que ajudam a promover o envelhecimento ativo e saudável. Descubra quais são as mais apropriadas para essa faixa etária.

1. Caminhada: A caminhada é uma das atividades mais recomendadas para os idosos, pois é de baixo impacto e ajuda a melhorar a circulação sanguínea e a saúde cardiovascular. Além disso, é uma atividade que pode ser praticada ao ar livre, proporcionando contato com a natureza e vitamina D.

2. Alongamento: O alongamento ajuda a melhorar a flexibilidade e a mobilidade, prevenindo lesões e melhorando a postura. É uma atividade simples e que pode ser feita em casa, com a orientação de um profissional da saúde.

3. Hidroginástica: A hidroginástica é uma atividade física realizada na água, que proporciona baixo impacto nas articulações e fortalecimento muscular. É uma opção ideal para os idosos, pois ajuda a melhorar a resistência física e a coordenação motora.

4. Dança: A dança é uma atividade divertida e que traz inúmeros benefícios para os idosos, como melhora da memória, equilíbrio e coordenação. Além disso, dançar ajuda a promover a sociabilização e o bem-estar emocional.

5. Yoga: O yoga é uma prática milenar que combina exercícios físicos, respiratórios e meditativos. É uma atividade recomendada para os idosos, pois ajuda a melhorar a flexibilidade, o equilíbrio e a concentração.

6. Pilates: O pilates é uma atividade que foca no fortalecimento dos músculos centrais do corpo, melhorando a postura e prevenindo dores nas costas. É uma opção ideal para os idosos que desejam melhorar a força e a estabilidade corporal.

7. Jardinagem: A jardinagem é uma atividade prazerosa e terapêutica, que ajuda os idosos a se manterem ativos e em contato com a natureza. Além disso, cultivar plantas e flores proporciona bem-estar emocional e mental.

8. Artesanato: O artesanato é uma atividade criativa e relaxante, que estimula a criatividade e a coordenação motora dos idosos. Além disso, produzir peças artesanais pode ser uma forma de gerar renda extra e se manter ativo.

9. Voluntariado: O voluntariado é uma atividade gratificante e que traz inúmeros benefícios para os idosos, como senso de propósito, conexão com a comunidade e melhora da autoestima. Contribuir para causas sociais é uma forma de se manter ativo e engajado.

Portanto, praticar atividades físicas, mentais e sociais é essencial para promover um envelhecimento ativo e saudável. Escolha as atividades que mais lhe agradam e se mantenha ativo, independentemente da idade. Lembre-se sempre de consultar um profissional da saúde antes de iniciar qualquer atividade física.

Os fundamentos do envelhecimento saudável: descubra os 4 pilares para uma vida longa.

O envelhecimento é um processo natural da vida que todos nós iremos enfrentar. No entanto, é possível envelhecer de forma saudável e ativa, mantendo uma boa qualidade de vida ao longo dos anos. Existem 4 pilares fundamentais que contribuem para um envelhecimento saudável: alimentação equilibrada, atividade física regular, sono de qualidade e cuidado com a saúde mental.

Uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes é essencial para garantir a saúde do corpo e da mente. Consumir uma variedade de alimentos, incluindo frutas, legumes, grãos integrais e proteínas magras, é fundamental para manter o corpo funcionando adequadamente e prevenir doenças relacionadas à idade.

A prática regular de atividades físicas também desempenha um papel crucial no envelhecimento saudável. Exercícios como caminhadas, natação, yoga e musculação ajudam a manter a força, flexibilidade e resistência do corpo, além de contribuir para a saúde cardiovascular e a saúde mental.

O sono de qualidade é outro pilar importante para um envelhecimento saudável. Durante o sono, o corpo se recupera e se regenera, fortalecendo o sistema imunológico e melhorando a capacidade de concentração e memória. É recomendado dormir de 7 a 9 horas por noite para garantir um sono reparador.

Relacionado:  Musicoterapia: história, benefícios, tipos, atividades

O cuidado com a saúde mental também é essencial para um envelhecimento saudável. Praticar atividades que estimulem o cérebro, como leitura, jogos de memória e aprendizado de novas habilidades, ajuda a manter a mente ativa e prevenir doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer.

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável

Além dos 4 pilares fundamentais do envelhecimento saudável, existem diversas atividades que podem ser incorporadas à rotina para promover um envelhecimento ativo e saudável. Confira abaixo 9 sugestões de atividades para incluir na sua vida:

1. Caminhadas ao ar livre: caminhar ao ar livre, em contato com a natureza, é uma ótima forma de se exercitar e relaxar ao mesmo tempo.

2. Aulas de dança: dançar é uma atividade divertida que ajuda a melhorar a coordenação motora e a flexibilidade.

3. Yoga: praticar yoga ajuda a melhorar a postura, a respiração e a flexibilidade, além de promover o relaxamento e o bem-estar mental.

4. Trabalhos manuais: atividades como tricô, crochê e pintura estimulam a criatividade e ajudam a manter a mente ativa.

5. Voluntariado: dedicar parte do seu tempo para ajudar os outros traz um senso de propósito e contribui para o bem-estar emocional.

6. Aprender um novo idioma: aprender um novo idioma estimula o cérebro e ajuda a manter a mente afiada.

7. Praticar meditação: a meditação ajuda a reduzir o estresse, melhorar a concentração e promover o equilíbrio emocional.

8. Participar de grupos de convivência: fazer parte de grupos sociais e participar de atividades em comunidade contribui para a saúde mental e emocional.

9. Fazer aulas de culinária: aprender a cozinhar novas receitas saudáveis é uma forma divertida de cuidar da alimentação e experimentar novos sabores.

Ao adotar essas atividades em sua rotina, você estará investindo no seu bem-estar físico, mental e emocional, contribuindo para um envelhecimento ativo e saudável. Lembre-se de sempre consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer nova atividade física ou mudança na alimentação.

A importância da promoção do envelhecimento ativo e saudável na terceira idade.

A promoção do envelhecimento ativo e saudável na terceira idade é de extrema importância para garantir uma qualidade de vida melhor para os idosos. Com o aumento da expectativa de vida, é fundamental que as pessoas mais velhas sejam incentivadas a manterem-se ativas e saudáveis, tanto física quanto mentalmente.

Manter-se ativo na terceira idade ajuda a prevenir doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, além de contribuir para a manutenção da independência e autonomia dos idosos. Além disso, a prática de atividades físicas e mentais pode ajudar a reduzir os sintomas de depressão e ansiedade, tão comuns nessa fase da vida.

Por isso, é essencial que os idosos sejam encorajados a participar de atividades que promovam o envelhecimento ativo e saudável. A seguir, listamos 9 atividades que podem ser realizadas para ajudar os idosos a se manterem ativos e saudáveis:

  1. Caminhada: Uma atividade simples e eficaz para melhorar a saúde cardiovascular.
  2. Yoga: Ajuda a melhorar a flexibilidade e a reduzir o estresse.
  3. Pintura ou artesanato: Estimula a criatividade e a coordenação motora.
  4. Aulas de dança: Excelente para exercitar o corpo e a mente de forma divertida.
  5. Leitura: Estimula o cérebro e ajuda a manter a mente ativa.
  6. Horta: Uma atividade relaxante que também proporciona alimentos saudáveis.
  7. Aulas de idiomas: Mantém o cérebro em constante aprendizado e desafio.
  8. Passeios em grupo: Estimula a socialização e o convívio com outras pessoas.
  9. Aulas de música: Ajuda a melhorar a memória e a coordenação motora.

Portanto, é fundamental incentivar os idosos a participarem de atividades que promovam o envelhecimento ativo e saudável, pois isso contribui não apenas para a saúde física e mental, mas também para a qualidade de vida e o bem-estar na terceira idade.

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável

O envelhecimento activo é a capacidade de ter as pessoas mais velhas a permanecer ativo, com baixo risco de cair doente, relacionamentos comprometidos e participação em nível significativo e alto de atividade atividades físicas e mentais.

Atualmente, o aumento da população acima de 60 anos é uma tendência epidemiológica em todo o mundo. É importante ter isso em mente, pois isso cria desafios sociais na promoção de um envelhecimento saudável.

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 1

O envelhecimento é um processo de adaptação positiva contínua às mudanças que ocorrem ao longo dos anos. Só a idade indica muito pouco sobre o estado de saúde de uma pessoa.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde é o estado de completo bem-estar físico, mental e social e não simplesmente a ausência de doença. Portanto, o envelhecimento saudável inclui diferentes componentes, como biológicos, psicológicos e sociais.

O processo de envelhecimento é bastante influenciado pelo ambiente, estilo de vida ou doenças.

Envelhecer de maneira ativa é reforçar estilos de vida que permitam desfrutar de um nível máximo de saúde, para que a pessoa viva de maneira funcional, com bem-estar e qualidade de vida e de acordo com seu contexto sociocultural.

A OMS propõe que as pessoas idosas envelhecam sem “envelhecer” através do desenvolvimento contínuo de atividades físicas, sociais e espirituais ao longo de suas vidas.

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 2

Se você envelhece de maneira saudável, é porque tem saúde e um bom ajuste físico (você vale a pena), tem um bom funcionamento cognitivo, bem-estar e também participa e está socialmente envolvido.

Lembre-se de que a pessoa não é a única responsável pelo processo de envelhecimento. Você, como indivíduo, faz parte de uma sociedade que atua no seu processo de envelhecimento e também precisa contribuir para que se desenvolva adequadamente.

No entanto, é verdade que diferentes investigações científicas mostraram que o envelhecimento também depende de si mesmo; o envelhecimento ativo e saudável e a prevenção de doenças dependem, de certa forma, também do comportamento da pessoa.

Vantagens do envelhecimento ativo

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 3

Algumas das atividades protetoras da doença e promotoras do envelhecimento saudável são: atividade cognitiva, relacionamento interpessoal, pensamento e atitude positivos, estilos de gerenciamento do estresse, resiliência, percepção de controle e autoeficácia para o envelhecimento.

Todas essas formas de comportamento são condições preditivas de longevidade e envelhecimento saudável.

Relacionado:  Os 7 melhores alimentos contra a depressão

A atividade mental é um pilar fundamental no envelhecimento ativo e no exercício físico. Certamente você está claro que esses dois aspectos fazem parte de uma maneira saudável e adequada de envelhecer.

No entanto, lembre-se de que nutrição adequada ou participação social é igualmente importante para você.

Quando falamos em manter você ativo e ágil e estimular suas habilidades cognitivas, pode parecer que você tenha que fazer tarefas chatas para obtê-lo, mas esse não é o caso.

Existem atividades diferentes, como as mostradas abaixo, que ajudarão você a obter agilidade física e mental no envelhecimento saudável e que podem ser realmente divertidas.

Lembre-se de que o envelhecimento bem-sucedido depende, em maior medida, das ações de prevenção e promoção à saúde que você toma, pois, como já lhe disse, o conceito de velhice associado à deterioração física e mental está em menos em parte, sob seu controle.

Alguns autores afirmam, portanto, que o envelhecimento bem-sucedido é uma questão de escolha individual.

Atividades para envelhecimento ativo

1. Realize exercícios cognitivos

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 4

Tanto os exercícios cognitivos de um programa de estimulação cognitiva quanto a busca de hobbies são uma maneira muito benéfica de manter a mente ativa e capacitá-la.

Por exemplo, a busca por palavras é uma atividade ideal para a atenção ao trabalho e a linguagem e os labirintos podem ser úteis para trabalhar em habilidades de resolução de problemas ou planejamento.

É necessário exercitar diferentes habilidades mentais, através de vários exercícios cognitivos que aprimoram diferentes aspectos para o trabalho de estimulação ideal.

Outros exercícios podem estar relacionados ao cálculo, por exemplo, o Sudoku, onde você trabalha lógica, memória, planejamento, memória de trabalho , paciência …

Existem também palavras cruzadas, onde habilidades linguísticas, memória semântica , flexibilidade mental …

Outros exemplos podem ser procurar diferenças ou pares de imagens para trabalhar a memória.

Todas essas atividades aumentam a atenção, melhoram a percepção e estimulam os sentidos, além de ajudar a ativar a memória.

Quanto mais ativo você mantiver as habilidades cognitivas e sua capacidade de aprender, melhor será seu desempenho e por mais tempo.

Tente ler jornais, livros, revistas todos os dias … mantenha-se informado do que está acontecendo no mundo e ao seu redor. Tudo isso ajudará você a manter sua mente ágil.

Aqui você pode encontrar exercícios para melhorar a memória.

2. Jogos de tabuleiro … em companhia!

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 5

Jogos como dominó, baralho, bingo … não são adequados apenas porque possuem benefícios cognitivos, mas também porque facilitam a participação social, o que, como dissemos no início, também é um aspecto fundamental do envelhecimento ativo.

O jogo deve ser divertido para você, algo que ajuda a exercitar habilidades cognitivas e a fortalecer as relações sociais.

Alguns estudos, por exemplo, realizados pelo Toy Technology Institute , mostraram que os jogos de tabuleiro trazem muitos benefícios na saúde física, social e emocional dos idosos.

Por exemplo, através de jogos de tabuleiro, o humor e a auto-motivação, a auto-eficácia e a satisfação percebidas são melhoradas , as habilidades cognitivas são exercidas , o enfrentamento do estresse é gerenciado, a auto-estima é aumentada e a auto-estima reduzida. sensação de solidão

3. Exercício e exercícios físicos específicos

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 6

Além disso, essas atividades em grupo perto de sua casa o ajudarão em resistência, controle postural, flexibilidade, postura, ritmo e você fará amigos de uma maneira divertida e divertida.

Caminhar também é uma boa opção, 30 a 40 minutos em ritmo médio e melhor acompanhado. Todas as atividades relacionadas à música também trazem muitos benefícios. Por exemplo, dança de salão.

Como a deterioração física do corpo ocorre no envelhecimento, você pode realizar certas atividades destinadas a melhorar o sistema músculo – esquelético, reflexos, equilíbrio, força muscular, coordenação, etc.

Estes são exercícios específicos para trabalhar em áreas específicas. Você pode fazer um plano semanal ou mensal em que pretende exercitar um grupo muscular específico todos os dias : rosto, joelhos, ombros … E realizar atividades específicas para isso.

Você pode até fazer isso em grupo com seus amigos, para melhorar a socialização ao mesmo tempo.

Alguns desses exercícios podem ser de relaxamento facial (para melhorar a circulação e coordenação e fortalecer os músculos da face), para a cabeça e pescoço (melhorar o equilíbrio, evitar tonturas e quedas), para mãos e pés (prevenir rigidez articular e favorecendo a coordenação) ou joelhos (favorecendo independência e mobilidade muscular).

O exercício físico é um dos estilos de vida na velhice que ajuda a alcançar o mais alto nível de saúde e bem-estar, reduzindo a comorbidade de doenças crônicas e degenerativas e aumentando a qualidade de vida.

4. Tome cuidado!

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 7

Desde antes, eu indiquei que, para permanecer ativo e envelhecer de maneira saudável, você deve desenvolver diferentes aspectos de sua vida, trabalho, lazer ou produtividade ocupacional são adequados para promover um envelhecimento saudável.

Tentar procurar alguma ocupação de tempo e ser útil para os outros pode ser muito benéfico para sua auto-estima.

Há pessoas que acham atraente cuidar de seus netos, enquanto outras preferem se inscrever em música, desenho e pintura, costura, teatro …

Hoje também há a chamada “Universidade para Idosos”, onde você pode assistir como ouvinte de aulas universitárias sobre os tópicos que mais gosta.

Você também pode se inscrever em um clube para ler animação, fórum de cinema, jardinagem, estímulo à memória … Em algumas casas de aposentados, há aulas específicas. Pergunte nos próximos a sua casa.

Pesquisas mostram os benefícios das atividades de lazer em contribuir para o bem-estar psicológico do idoso e a satisfação com a vida.

5. Cultive seus relacionamentos sociais

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 8

O crescimento pessoal de cada um, sua adaptação e integração na sociedade dá origem ao conceito de bem-estar que indicamos anteriormente, que também faz parte do envelhecimento saudável.

É necessário ter relações sociais estáveis, ter amigos, sair com eles, manter conversas …

O isolamento social, a perda de apoio e a falta de relacionamento social estão relacionados a doenças e encurtam a vida.

Relacionado:  Catatonia: sintomas, causas e tratamento

6. Seja autônomo

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 9

É importante que você desenvolva sua autonomia o máximo possível. O conceito de bem-estar a que nos referimos anteriormente inclui a aceitação de si mesmo, o domínio do meio ambiente, o crescimento pessoal … e a autonomia!

Tente manter sua independência, sua própria autoridade e resistir à pressão social.

Ser independente e autônomo evita incapacidade e dependência. Tente satisfazer seus próprios desejos, defina seus próprios objetivos e aproxime – se deles. Nunca é tarde!

7. Pense positivo!

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 10

A auto-aceitação é um dos componentes centrais do bem-estar. Aceitar a si mesmo, com suas capacidades e limitações, é essencial.

Às vezes, quando envelhecemos, temos que parar de fazer as coisas a que estávamos acostumados e isso nos causa desconforto e pensamentos negativos em relação a nós mesmos.

Ter atitudes positivas em relação a si mesmo é uma característica fundamental do funcionamento psicológico positivo.

Foi demonstrado que os sentimentos de tristeza e depressão aumentam na velhice, principalmente quando ocorrem situações de falha social.

Também é importante que você seja capaz de prevenir e detectar problemas de saúde mental desde o estado depressivo, uma vez que está associado ao comprometimento cognitivo e, nos estágios iniciais, tem uma solução mais fácil.

A depressão é um distúrbio psico-afetivo que envolve uma diminuição do humor e tem repercussões em vários níveis na vida e na saúde da pessoa.

A depressão apresenta altas taxas durante a velhice, reduzindo a capacidade da pessoa de assumir o controle de sua vida (abuso de álcool, uso indevido de medicamentos, etc.), por isso deve ser interrompida a tempo.

Você pode gastar pelo menos 5 minutos por dia para relaxar. Começar a meditar ou instruí-lo em técnicas de relaxamento pode ajudá-lo bastante. Sente-se confortavelmente, aprenda a respirar e relaxar e se deixe levar por pensamentos positivos.

Variáveis ​​de personalidade como otimismo, senso de humor e pensamento positivo estão associadas a uma maior satisfação na vida nessa fase.É um protetor contra o declínio físico e funcional.

8. Participe socialmente

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 11

Muitos idosos, na ocupação de seu tempo livre e em busca de ajudar os outros, consideram o voluntariado uma forma de participação social .

É uma experiência altruísta e social, percebendo-a como compromisso e ajuda a outras pessoas. Isso também promove a auto-estima, promove o comprometimento e ajuda a pessoa a se sentir útil e necessária.

Os modelos de envelhecimento concordam que o envelhecimento de maneira saudável envolve a manutenção de alta competência social expressa por meio da participação e produtividade social.

Nesse sentido, o voluntariado é oferecido a muitos idosos como uma atividade útil que atende a muitas das características para promover um envelhecimento saudável.

9. Realize atividades agradáveis ​​que lhe proporcionam bem-estar

9 Atividades para o envelhecimento ativo e saudável 12

É importante treinar o corpo e a mente, mas também o nosso interior. Mas atividades agradáveis ​​também são necessárias, sejam elas quais forem, mas que nos dão sentimentos positivos e que são significativos para nós.

Nesse sentido, também é apropriado saber como lidar adequadamente com o estresse e a ansiedade para aproveitar a vida. Como eu disse antes, você pode encontrar técnicas de relaxamento ou começar a meditar.

Os estilos de enfrentamento no manejo do estresse ou da adversidade podem prevenir condições psicopatológicas durante a velhice.

A vida espiritual intensa tem sido relacionada como fator protetor de adaptação durante a velhice.

Diferentes estudos relacionam atividades de lazer e bem-estar subjetivo. De fato, muitos autores colocam as atividades de lazer entre os melhores preditores de satisfação com a vida em idosos.

Quem as realiza se sente mais competente, com maior autoconfiança. Está relacionado a uma diminuição da sensação de solidão, aumenta o humor e a capacidade de lidar com as mudanças do envelhecimento.

Em suma, o idoso deve ser um estágio em que o indivíduo esteja aberto a tudo novo, para se relacionar com seu ambiente (amigos, família, comunidade), iniciar projetos de vida, continuar com outros já iniciados, envolver-se na aprendizagem de habilidades e atividades …

Por tudo o que lhe disse até agora, para envelhecer de maneira saudável, você precisa de boa saúde física, funcional, cognitiva e social.

E você, o que você faz para se manter ativo?

Referências

  1. Brigeiro, M. (2005). “Envelhecimento bem-sucedido” e “idosos”: problemas e desafios para a promoção da saúde. Pesquisa e Educação em Enfermagem , XXIII, 1, Medellín.
  2. Carrasco, M., Martínez, G. Foradori, A., Hoyl, T., Valenzuela, E. & cols. (2010). Um novo método para direcionar e caracterizar idosos saudáveis. Revista médica do Chile , 138, 1077-1083.
  3. Correa, JL (2013). Envelhecimento saudável, tempo livre para adultos. 10º Congresso Argentino e 5º Latino-Americano de Educação Física e Ciências.
  4. Engler, T. Estrutura conceitual de envelhecimento bem-sucedido, digno, ativo, produtivo e saudável.
  5. Férnandez-Ballesteros, R. (2011). Envelhecimento saudável. Congresso de Envelhecimento Pesquisa na Espanha , 9-11, Madri.
  6. Férnandez-Ballesteros, R., Caprara, MG, Íñiguez, J., García, LF (2005). Promoção do envelhecimento ativo: efeitos do programa “Vivendo com vitalidade”. Revista Espanhola de Geriatria e Gerontologia , 40 (2), 92-102.
  7. Fernández-Ballesteros, R., Caprara, MG, García, LF
    (2004). Viver com vitalidade-M: um programa multimídia europeu. Intervenção psicossocial , 13, 1, 63-85.
  8. Fundação de Assistência Social La Caixa. (2010). Envelhecimento vivo: memória e outros desafios diários: exercícios e atividades de estimulação cognitiva.
  9. García, MA, Gómez, L. (2003). Efeitos de oficinas de lazer no bem-estar subjetivo e na solidão em idosos. Journal of Social Psychology , 18: 1, 35-47.
  10. López Fernández, V., Navarro, E., Requena, C. (2015). Atividades de lazer e bem-estar emocional em aposentados independentes. Pesquisa sobre Envelhecimento e Política Social , 3 (1), 46-63.
  11. Martín Lesende, I., Martín A., Moliner, C., Aguilera, L. (2007). Envelhecimento ativo, a melhor “receita” para evitar a dependência. Revista Espanhola de Geriatria e Gerontologia , 42, 2, 4-6.
  12. Montero, I., Bedmar, M. (2010). Lazer, tempo livre e voluntariado em idosos. Revista da Universidade Bolivariana , 9, 26, 61-84.
  13. Wilson-Escalante, Ll., Sánchez-Rodríguez, M., Mendoza-Núñez, V. (2009). Sedentarismo como fator de risco para transtornos depressivos em idosos. Um estudo exploratório. Medigraphic 52.
  14. Zamarrón, MD (2007). Envelhecimento ativo. Infocop .

Deixe um comentário