Administração sistemática: características e exemplos

A administração sistemática é uma abordagem que busca gerenciar de forma organizada e eficiente as atividades de uma empresa, levando em consideração todos os aspectos envolvidos no processo, como pessoas, processos, recursos e tecnologia. Caracteriza-se pela aplicação de métodos e técnicas que visam otimizar a produtividade e a eficiência da organização, garantindo o alcance dos objetivos propostos.

Neste contexto, a administração sistemática se destaca pela sua capacidade de identificar problemas, planejar soluções e implementar ações de forma integrada e estratégica. Alguns exemplos de práticas de administração sistemática incluem o uso de ferramentas de gestão de projetos, a definição de indicadores de desempenho e a realização de reuniões periódicas para acompanhamento e avaliação dos resultados.

Em resumo, a administração sistemática é uma abordagem essencial para garantir o sucesso e a sustentabilidade de uma empresa, permitindo a tomada de decisões mais assertivas e a otimização dos recursos disponíveis.

Características essenciais da administração sistêmica: um panorama completo para compreensão e aplicação eficaz.

A administração sistêmica é uma abordagem que considera a organização como um todo interligado, onde as partes estão inter-relacionadas e interdependentes. Nesse sentido, algumas características essenciais dessa abordagem incluem a visão holística, a interconexão entre os elementos, a retroalimentação constante e a busca por equilíbrio e sinergia.

Uma das principais características da administração sistêmica é a visão holística, que considera a organização como um sistema complexo e interconectado. Isso significa que as decisões e ações tomadas em uma área da empresa podem ter impacto em outras áreas, e é necessário considerar o todo ao tomar decisões.

Outra característica importante é a interconexão entre os elementos do sistema. Cada parte da organização está interligada e influencia as demais, o que torna necessário pensar de forma integrada e buscar soluções que considerem o impacto em todas as áreas da empresa.

A retroalimentação constante também é uma característica fundamental da administração sistêmica. Isso significa que a organização deve estar sempre atenta aos resultados de suas ações e processos, para poder ajustar e melhorar continuamente suas práticas e estratégias.

Por fim, a busca por equilíbrio e sinergia é outra característica importante da administração sistêmica. Isso significa que a organização deve buscar o equilíbrio entre as diferentes partes do sistema, de modo a maximizar a sinergia e alcançar resultados melhores do que a soma das partes separadas.

Em resumo, a administração sistêmica é uma abordagem que considera a organização como um todo interligado e interdependente, buscando a visão holística, a interconexão entre os elementos, a retroalimentação constante e a busca por equilíbrio e sinergia. Essas características são essenciais para uma aplicação eficaz da administração sistêmica e podem ser observadas em diversos exemplos de empresas que adotam essa abordagem com sucesso.

Entenda exemplos de visão sistêmica e sua aplicação em diferentes contextos.

A administração sistemática é uma abordagem que considera a organização como um sistema complexo, composto por diferentes partes interconectadas e interdependentes. Essa perspectiva leva em conta as interações entre os diversos elementos que compõem a organização, buscando entender como eles influenciam uns aos outros e como podem ser gerenciados de forma integrada.

Um exemplo de aplicação da visão sistêmica na administração é a análise de processos internos de uma empresa. Ao adotar essa abordagem, os gestores conseguem identificar as relações de causa e efeito entre as atividades realizadas em cada setor, possibilitando a otimização do fluxo de trabalho e a melhoria da eficiência operacional.

Outro exemplo é a gestão de projetos, onde a visão sistêmica permite aos líderes considerar não apenas as tarefas individuais, mas também as interações entre os membros da equipe, os recursos disponíveis e os prazos estabelecidos. Isso contribui para a identificação de possíveis gargalos e a definição de estratégias para garantir a entrega do projeto dentro do prazo e do orçamento previstos.

Relacionado:  Seção de controle: tipos, fatores determinantes e exemplos

Em resumo, a administração sistemática se baseia na compreensão das interações e interdependências que existem dentro de uma organização, permitindo aos gestores tomar decisões mais informadas e estratégicas. Ao adotar essa abordagem, as empresas podem melhorar seu desempenho, promover a inovação e alcançar seus objetivos de forma mais eficaz.

Característica central da abordagem sistêmica: enfoque nas interações e inter-relações entre os elementos.

A administração sistemática é uma abordagem que se baseia na compreensão dos sistemas organizacionais como um todo integrado, onde as partes interagem e se inter-relacionam. A característica central dessa abordagem é o enfoque nas interações e inter-relações entre os elementos, ao invés de analisar cada parte de forma isolada.

Quando se adota a administração sistemática, os gestores buscam entender como cada parte da organização influencia e é influenciada pelas outras partes, reconhecendo que as ações em um setor podem ter impacto em diferentes áreas da empresa. Isso requer uma visão holística e integrada, que considera o sistema como um todo em constante interação.

Um exemplo prático de administração sistemática é a implementação de um programa de melhoria contínua, onde todas as áreas da empresa são envolvidas no processo de identificação de problemas e busca por soluções. Nesse caso, as interações entre os diferentes departamentos são essenciais para garantir que as mudanças implementadas tenham impacto positivo em toda a organização.

Em resumo, a administração sistemática destaca a importância de entender as interações e inter-relações entre os elementos de um sistema, promovendo uma abordagem mais integrada e eficiente na gestão de organizações.

Principais características da teoria de sistemas: uma análise sucinta e abrangente.

A teoria de sistemas é uma abordagem interdisciplinar que busca compreender e analisar os sistemas complexos presentes em diferentes áreas do conhecimento. Suas principais características incluem a visão holística, a interdependência entre as partes do sistema, a retroalimentação, a hierarquia de sistemas e a abordagem sistêmica.

Uma das principais características da teoria de sistemas é a visão holística, que considera o sistema como um todo integrado, onde as partes estão interconectadas e interagem entre si. Isso significa que qualquer mudança em uma parte do sistema pode afetar as demais partes e o sistema como um todo.

A interdependência entre as partes do sistema é outra característica fundamental, pois demonstra como as partes estão conectadas e influenciam umas às outras. Isso ressalta a importância de entender as relações entre os elementos do sistema para compreender seu funcionamento de forma mais completa.

A retroalimentação é um conceito-chave na teoria de sistemas, pois destaca a importância do feedback no processo de regulação e manutenção do equilíbrio do sistema. A retroalimentação permite que o sistema se adapte às mudanças do ambiente e busque a estabilidade.

A hierarquia de sistemas é outra característica importante, pois reconhece que os sistemas estão inseridos em níveis hierárquicos, onde cada nível é composto por subsistemas que interagem entre si. Isso demonstra a complexidade e a organização dos sistemas em diferentes escalas.

Por fim, a abordagem sistêmica da teoria de sistemas enfatiza a importância de analisar e compreender os sistemas em sua totalidade, considerando as interações entre suas partes e o ambiente externo. Essa abordagem permite uma compreensão mais ampla e profunda dos fenômenos complexos presentes em diversas áreas do conhecimento.

Em resumo, a teoria de sistemas oferece uma abordagem integrada e abrangente para compreender a complexidade dos sistemas presentes na natureza, na sociedade e nas organizações, destacando a importância da interconexão, interdependência e interação entre as partes do sistema. É uma ferramenta valiosa para a administração sistemática, que busca gerir e otimizar os sistemas de forma eficiente e eficaz.

Administração sistemática: características e exemplos

A administração sistêmica é uma orientação da prática de gestão que incide sobre o processo administrativo ao invés de focar o resultado final. Esse tipo de administração tem a ver com a organização, supervisão e controle na condução de uma empresa ou atividade, com base em processos e procedimentos racionais.

A filosofia de gerenciamento que evoluiu em resposta a novas necessidades, e que mais tarde foi chamada administração sistemática, promove sistemas racionais e impessoais, em vez de liderança pessoal e idiossincrática, para manter a eficiência no funcionamento de uma empresa.

Administração sistemática: características e exemplos 1

Fonte: pixabay.com

O último teórico na área de administração pode muito bem ser conhecido como o pai da escola de administração sistemática. Seu nome é Henri Fayol , e ele foi um ator importante no campo da teoria da administração.

Fayol era um defensor incondicional da educação gerencial. Tendo servido muitos anos no campo da administração, sabia bem o que funcionava e o que não funcionava, e senti que os gerentes não nasceram. Em vez disso, com treinamento e educação, eles poderiam ser criados.

Caracteristicas

Essa filosofia de gestão que surgiu nas empresas de manufatura procura alcançar um melhor controle dos processos e resultados de negócios através da imposição de sistemas, em grande parte através da comunicação formal.

O sistema é um todo complexo ou organizado. Portanto, é uma combinação ou conjunto de partes ou coisas que compõem um todo unitário ou complexo. O sistema total consiste em todos os elementos para obter uma meta.

De acordo com essa filosofia ou teoria, que foi designada por Joseph Litterer como uma administração sistemática, a eficiência seria alcançada substituindo os sistemas por mandato gerencial, por meio de decisões ad hoc de indivíduos, sejam proprietários, chefes ou trabalhadores .

Esses sistemas seriam estabelecidos, operados, avaliados e ajustados, isto é, gerenciados ou controlados, com base nas informações e nos fluxos de pedidos. A administração sistemática foi construída assumindo que os indivíduos eram menos importantes que os sistemas em que operavam.

Esse tipo de abordagem de gerenciamento foi o primeiro a vincular diretamente operações, gerenciamento de recursos humanos e comunicação sistemática com o sucesso da organização.

Ponto de vista sistemático

A administração sistemática concebe a organização como um sistema composto por cinco elementos básicos: entrada, processo, saída, ambiente e feedback.

Abordagem dinâmica

A maior ênfase da administração sistemática repousa no processo dinâmico de interações que ocorrem dentro da estrutura de uma organização.

Multidimensional e multinível

A organização é considerada de uma perspectiva micro e macroscópica. É micro quando seus componentes internos são analisados ​​e é macro quando se considera a organização em seu ambiente (comunidade, sociedade e país).

Multimotivação

Um fato pode ser causado por várias razões ou desejos. Toda organização existe porque aqueles que dela participam buscam atingir determinados objetivos através delas.

Probabilística

A administração sistemática tende a ser probabilística. Com expressões como “pode ​​ser”, “em geral”, suas variáveis ​​podem ser explicadas em expressões preditivas e não com certeza.

Multidisciplinar

Procure técnicas e conceitos de vários campos de estudo. A administração sistemática mostra uma síntese integrativa de segmentos selecionados de todos os campos.

Relacionado:  Controle de vendas: sistema, importância, exemplos

Descritivo

Procura descrever as características da administração e organizações. Ele está satisfeito com a compreensão e a busca de fenômenos organizacionais, deixando assim ao indivíduo a escolha de métodos e objetivos.

Multivariável

Ele tende a assumir que um evento pode ser causado por vários elementos interdependentes e inter-relacionados. Fatores causais podem ser causados ​​por feedback.

Adaptativo

Um sistema é totalmente adaptável. A organização deve se adaptar às mudanças no ambiente para sobreviver. Como conseqüência, uma centralização é criada nos resultados, em vez da ênfase nas atividades da organização ou no processo.

Objetivos

Os objetivos dessa abordagem de gerenciamento de gerenciamento chamada administração sistemática são:

– Crie processos e procedimentos específicos que serão usados ​​na conclusão da tarefa de trabalho.

– Garantir que as operações organizacionais sejam econômicas.

– Garanta que a equipe seja adequada às necessidades da organização.

– Para manter um inventário adequado para atender as exigências do consumidor.

– Estabelecer controles organizacionais.

Exemplos

A chamada administração sistemática reúne a teoria matemática da administração, cibernética, teoria dos sistemas e também a teoria das contingências.

Seus representantes incluem autores como John von Neumann, Norbert Wiener, Ludwig von Bertalanffy, Robert L. Kahn, Daniel Katz e Stanford L. Optner, entre outros.

A escola de administração sistemática propõe uma nova maneira de analisar a organização, admitindo a grande importância que as relações entre as diferentes partes têm para atingir o objetivo completamente.

Caso de berçário

Josie é trabalhadora de creche. Para qualquer dia de trabalho, ela precisa cuidar de um pequeno grupo de dez pré-escolares. Sua colega de trabalho, Mary, tem um segundo pequeno grupo de dez pré-escolares.

Josie chegando ao trabalho na segunda-feira de manhã recebe uma grande surpresa. A pobre Mary sofreu uma queda no fim de semana e está com uma perna quebrada. Ela não poderá trabalhar por várias semanas.

O gerente da creche disse a Josie que havia sido tomada a decisão de reunir os dois grupos. Em vez de dez pré-escolares, Josie terá vinte.

Como você vai lidar com mais dez crianças, especialmente quando o objetivo é oferecer cuidados infantis de qualidade para cada uma? Eu esperava ter vários dias caóticos até que você possa encontrar uma rotina que funciona para ela e para as crianças.

Valor do capital humano

A situação atual de Josie se parece muito com os sistemas de gestão do passado. No início do século 19, o crescimento dos negócios se concentrou no setor manufatureiro. Por outro lado, os gerentes enfrentaram uma demanda explosiva. Assim, o aumento da demanda levou a um aumento da mão-de-obra.

Numa época em que o foco estava nas máquinas e não nas pessoas, os gerentes simplesmente não conheciam o valor do capital humano.

Isso, além do fato de a comunicação entre os responsáveis ​​e os trabalhadores estar quase interrompida, resultou em um ambiente organizacional sem estrutura e em constante estado de desordem. Durante esse período, nasceu a abordagem sistemática da administração.

Referências

  1. Estudo (2019). O que é gerenciamento sistemático. Retirado de: study.com.
  2. Sociedade de Arquivistas Americanos (2019). Gerenciamento sistemático Retirado de: archivists.org.
  3. Teorias Administrativas (2012). Teoria sistemática Retirado de: teoriasad.blogspot.com.
  4. Wikipedia, a enciclopédia livre (2019). Administração Retirado de: es.wikipedia.org.
  5. Pensamento Administrativo (2019). Teoria sistemática da administração. Retirado de: thinking4dministrativo.blogspot.com.

Deixe um comentário