Agricultura na Venezuela: culturas, tipos e características

A agricultura na Venezuela significava até o século XX, a principal fonte de riqueza no país. De fato, até o início dos anos 20 da última década, estava entre os principais exportadores de café e cacau da região.

A Venezuela se caracterizou por ser eminentemente agrícola antes do surgimento do petróleo, sendo o setor primário aquele que desenvolveu as principais atividades geradoras de fontes de renda e ocupou a terra que permaneceu ociosa para uso no bem comum. As áreas rurais eram muito povoadas pela geração de empregos que existia.

Agricultura na Venezuela: culturas, tipos e características 1

História da agricultura na Venezuela

Na Venezuela, durante a chamada era rural, a economia era baseada na agricultura de subsistência, ou seja, produtos agrícolas eram produzidos para garantir a alimentação dos indivíduos, aproveitando ao máximo os recursos naturais.

A agricultura ao longo da história desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento do comércio e do crescimento econômico dos países. No sentido de que, através dele, são obtidos alimentos e matérias-primas para a área têxtil, juntamente com o grande benefício que representa nas pessoas para sua subsistência.

Desde o final do século XIX, o uso de sistemas agrícolas altamente especializados foi implementado na Venezuela, bem como uma agricultura de exportação favorecida pelo aumento dos preços internacionais do café e do cacau, produtos com alta demanda interna e externamente.

A partir do ano de 1960, na agricultura, uma série de benefícios é garantida, garantindo seu desenvolvimento, através da promulgação e execução da Lei de Reforma Agrária.

O desenvolvimento da agricultura é um pouco atrasado se se relacionar com as reais demandas da população, tendo em vista isso, teve que apelar para a importação de itens agrícolas.

A maioria poderia ser colhida no país, o que sem dúvida tem um impacto negativo no padrão de vida dos venezuelanos, uma vez que o desenvolvimento da agricultura beneficia o setor industrial e a população.

O processo de aparecimento e desenvolvimento da indústria do petróleo significou a certidão de óbito da agricultura como um dos pilares da economia.

Autores como Arturo Uslar Pietri questionaram fortemente o papel que Gomez desempenhou na substância perdida da atividade produtiva no campo. Sua tese foi “Óleo de semente”. Para Uslar, os recursos petrolíferos tiveram que ser investidos para recuperar a produtividade do campo e impulsionar a indústria.

Colheitas

As áreas de produção agrícola estão concentradas nos seguintes estados:

Região da Cordilheira Norte

Formada pelos estados Nueva Esparta, Miranda, Sucre, Carabobo e Distrito Federal. As principais culturas que ocorrem nessa área são: milho, cana-de-açúcar, cacau, tabaco, feijão e coco.

Região dos Andes

Abrange os estados Trujillo, Mérida e Táchira. Entre suas principais culturas estão: café, batata, milho, ervilha, cana-de-açúcar, mandioca, cebola, alho e abacaxi.

Região de Zulia

Os solos agrícolas estão localizados em terras localizadas ao sul do lago Maracaibo. É cultivada: banana, milho, cambur, cana, feijão, uvas e goiaba.

Região Centro-Oeste

Abrange os estados de Falcón, Yaracuy e Lara. No entanto, seus espaços são muito limitados pela existência de espaços muito áridos. Principais culturas de cana, milho, batata, sisal, café, cebola, tomate, feijão e amendoim.

Região das Planícies

Inclui os estados Barinas, Português, Apure, Cojedes, Guárico, Anzoátegui e o Delta do Território Federal Amacuro. As principais culturas são: arroz, milho, sorgo, gergelim, girassol, algodão, tabaco, feijão e mandioca.

Produtos agrícolas venezuelanos

Agricultura na Venezuela: culturas, tipos e características 2

Agricultores colhem vegetais em Chirgua (Bejuma)

Entre os produtos agrícolas venezuelanos estão: milho, arroz, sorgo, gergelim, amendoim, girassol e algodão. No entanto, os mais procurados são cana-de-açúcar, café, cacau, tabaco, milho e arroz.

Café

Do século XVIII ao início do século XX, a Venezuela se tornou o maior exportador de café do mundo. Sua origem é africana, ocorre principalmente em áreas tropicais devido à sua exigência de umidade e sol contínuos.

A altitude ideal para o cultivo varia entre 600 e 1800 metros de altura. Os solos ideais para o cultivo são estrutura granular profunda, franca, permeabilidade moderada e bem arejada.

Cacau

Historicamente, foi um dos pilares da economia do país durante a era colonial, quando sua qualidade foi reconhecida em todo o mundo.

É uma planta importada do México, requer para o seu cultivo uma umidade e altitude muito específicas superiores a 450 metros.

Arroz

Teve sua verdadeira importância no início do século XX, sua origem é do norte da Ásia, pois é necessário cultivar principalmente áreas inundadas. Isso ocorre porque requer umidade constante e temperaturas quentes, razão pela qual seu cultivo é característico das áreas tropicais.

É uma colheita tropical e subtropical. O cultivo é realizado desde o nível do mar até 2.500m de altitude, de modo que os solos variam de textura arenosa a argilosa.

Tabaco

Foi lançado a partir do século XVI em todo o mundo. Para seu cultivo, é necessária muita atenção, um descuido na produção de tabaco pode afetar a qualidade da folha, da qual é extraído o tabaco, a matéria-prima de cigarros e charutos.

O tabaco é muito sensível à falta ou excesso de umidade, prefere a terra livre solta, profunda, que não se acumula e que é fértil.

Cana de açúcar

É originária da Índia e foi introduzida pelos espanhóis na Venezuela durante a era colonial. Da mesma forma, as culturas são cultivadas em áreas tropicais do país e a altura ideal para o cultivo é de aproximadamente 2000 metros.

Tipos de agricultura na Venezuela

A diversidade geográfica da Venezuela possibilita a existência de diferentes tipos de agricultura à medida que a produção é destinada. Embora seja verdade que podem ser encontrados mais tipos de agricultura, os principais encontrados na Venezuela são: extensivo, intensivo, de subsistência e industrial.

Agricultura extensiva

É feito em grandes áreas de terra com baixa população e a tecnologia aplicada é escassa. Os rendimentos por hectare são poucos.

Agricultura intensiva

Desenvolve-se em áreas limitadas da terra, nesta é feito um grande investimento de capital e mão-de-obra, tudo isso porque seu objetivo é obter altos rendimentos por hectare para serem vendidos a terceiros.

Agricultura de subsistência

Essa produção é realizada em pequenas cidades venezuelanas para atender às necessidades nutricionais do agricultor e de sua família. É usado nos grupos étnicos indígenas da Venezuela.

Agricultura itinerante

Caracteriza-se por ser um sistema de cultivo em que a produção agrícola se move a cada colheita. Os agricultores limpam a vegetação, queimam árvores para que as cinzas tragam fertilidade ao solo. Uma vez esgotados esses solos, os agricultores migram para outros setores da selva ou floresta.

Características da agricultura na Venezuela

Condições edafoclimáticas

Na Venezuela, a agricultura não é uniforme, existem diferentes sistemas que coexistem no país e se adaptam a cada uma das condições climáticas, edáficas e topográficas. As características mencionadas determinam o potencial produtivo, que é definido por fatores como: clima, trabalho, capital.

Posse da terra

As condições de posse precária que alguns produtores têm por estarem em terrenos baldios do Estado significam que a falta de incentivos para o desenvolvimento de suas culturas persiste.

Recursos hídricos para a agricultura

A Venezuela possui recursos abundantes de águas superficiais e subterrâneas. No entanto, existem diferenças marcantes na distribuição geográfica. Esses recursos são relativamente escassos em áreas onde há uma maior concentração de atividades industriais e populacionais.

Emprego e remuneração

Os números de emprego no setor agrícola indicam que ele perdeu importância como gerador de emprego. E as pessoas que lidam com a agricultura no país geralmente têm mais de 44 anos.

Sistema de Marketing Agroalimentar

Todo o alimento consumido é tratado por grandes atacadistas. Essas lojas de alimentos trabalham com alimentos frescos e processados.

Atualmente, o papel da agricultura no país pode ser classificado como incipiente. Embora a reforma agrária tenha ocorrido recentemente, os agricultores têm sérias dificuldades em acessar financiamento, fertilizantes e sementes. Isso dificulta a capacidade de aumentar a produção no campo.

Referências

  1. Machado, C. (2004) Agricultura na Venezuela. Editorial: Instituto de Administração de Estudos Superiores.
  2. Castillo, O. (1985) Agricultura e política na Venezuela, 1948-1958. Editorial Dusa, SA
  3. Geografia Agrícola (2008) História e Evolução do Espaço Agrícola da Venezuela. Recuperado de: geografiaagrariaucv.wordpress.com.
  4. Absolut; (2015) Agricultura na Venezuela. Recuperado em: absolutviajes.com.
  5. Suarez, M. (1972) Empresas comunitárias camponesas na Venezuela. Editorial: Ministério do Poder Popular para Agricultura e Terras.
  6. Pacheco, J. (2007) Agricultura, modernização e ciências agrícolas na Venezuela. Fundo Editorial do Fundo Científico.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies