Androfobia: sintomas, causas e tratamentos

O androfobia , andro (significando homem) e fobia (significando medo) é uma doença que provoca medo constante, intenso e anormal para os homens. As pessoas com essa síndrome sentem-se muito nervosas quando têm a presença de homens por perto ou conversam com elas, e tendem a evitá-las.

Essas situações podem ocorrer mesmo com familiares ou amigos próximos, dificultando a vida pessoal, profissional e interpessoal dos afetados. Isso tem um impacto no bem-estar da pessoa que sofre.

Androfobia: sintomas, causas e tratamentos 1

As pessoas mais afetadas por essa patologia são mulheres entre 18 e 40 anos que, embora saibam que sofrem de um medo irracional, geralmente não expressam seus sentimentos por medo da rejeição da sociedade.

Eles geralmente se desculpam e evitam situações nas quais precisam lidar com um homem, para cobrir um medo que pode causar ansiedade.

As diferenças entre androfobia e misandria devem ser observadas. No primeiro caso, é um distúrbio que a pessoa que sofre dele deseja curá-lo, enquanto a misandria é um sentimento de ódio contra o homem desenvolvido por qualquer motivo.

Na maioria dos casos, nasceu como uma resposta à misoginia (ódio às mulheres) e um sentimento de luta pelo machismo que prevalece na sociedade. Esse ódio pode estar tão apegado aos ideais das mulheres, que chega à convicção de que não precisa da existência do homem na vida.

Para considerar que uma pessoa sofre de androfobia e não de algum tipo de ódio pelo homem, deve sentir um medo irracional e desproporcional que desestabiliza sua vida cotidiana. Ou seja, uma perda de liberdade emocional e limitação no seu dia a dia.

Esse problema cria pessoas com traços de personalidade obsessivos, ansiosos e negativos.

Sintomas

Dependendo das pessoas que sofrem de androfobia, os sintomas podem variar de acordo com o nível de medo. Os mais comuns são:

– Falta de ar

– respiração rápida

– Tremores

– Transpiração excessiva

– Náusea

Tonturas

– palpitações cardíacas

– boca seca

– Perda de controle

– Pesadelos

– Ataque de ansiedade

– Incapacidade de articular palavras ou frases

Causas da androfobia

No que diz respeito às fobias, a comunidade científica alerta que não há verdade absoluta quanto à sua origem. Possivelmente, dependendo da pessoa, a causa que cria o distúrbio em sua mente pode variar.

No caso da fobia em relação aos homens, essas são as teorias mais aceitas pelos especialistas:

Experiências traumáticas

O medo dos homens pode ser atribuído a experiências angustiantes do passado, como a infância ou a adolescência. O abuso físico ou verbal, violações ou práticas abusivas sofridas por uma pessoa pelas mãos de um homem, contribuem para implantar uma ideia geral de que os homens são seres agressivos e cruéis, cujo único objetivo é prejudicar.

A fobia também pode se desenvolver apesar de não ter sido vítima direta de abuso. Ter testemunhado alguma experiência violenta de um homem em relação a outra pessoa pode ajudar a desenvolver a fobia. O abuso em casa é um exemplo disso.

Fatores culturais

O medo do homem tem sua origem no comportamento aprendido de uma pessoa. Essa causa é baseada no fato de que a sociedade e as culturas são predominantemente dominadas pelos homens, que também atuam de forma agressiva e prejudicial, aproveitando sua superioridade física e resistência às mulheres.

Genetics

Essa corrente liga pessoas que sofrem de medo de homens e que têm parentes com a mesma fobia. Eles afirmam que o medo e a ansiedade estão subjacentes na construção genética.

Tratamento

A androfobia, como a maioria das fobias, pode ser tratada através de vários métodos terapêuticos canalizados por um psicólogo, psiquiatra ou terapeuta.

Geralmente, a androfobia não é um tópico fácil de tratar para os aflitos, por isso é aconselhável participar de alguns desses especialistas e seguir algumas das terapias listadas abaixo:

Técnica Comportamental Cognitiva (TCC)

Eles precisam de muita perseverança, mas demonstram grande eficácia em pacientes que foram tratados com essa terapia. É baseado na reestruturação do pensamento negativo sobre os homens, a fim de mudar esse sentimento e comportamento.

Através de técnicas de relaxamento, o paciente aprende a tolerar a angústia que sofre. Com o tempo, ele gradualmente aprende a enfrentar homens, sendo capaz de controlar seus medos e fazendo contato com eles.

Programação Neuro-Linguística (PNL)

Combinação de psicoterapia, comunicação e desenvolvimento pessoal com base na modificação de habilidades ou distúrbios de aprendizagem. Com base no fato de que os comportamentos são estruturados, seu objetivo é transformar o medo da pessoa em relação ao homem em um comportamento de calma e relaxamento.

Hipnoterapia

Ou hipnose analítica, é um tipo de terapia em que um especialista entra no subconsciente da pessoa com a patologia para alterar um ou mais padrões de comportamento.

Uma vez que o especialista encontra o problema da fobia, ele fala diretamente para produzir sugestões positivas em sua mente que ajudam a melhorar a impressão dos homens.

Psicologia energética

Esse tipo de terapia é desenvolvido a partir de diferentes técnicas, como o yoga, para modificar hábitos comportamentais. Eles são baseados na estimulação de pontos de energia para alterar a eletroquímica do cérebro.

Embora tenha eficácia duvidosa, é uma terapia em período de estudo, mas já endossada por muitos especialistas nesse tratamento de fobias.

Antidepressivos

Embora eles sempre sejam a última opção devido a seus efeitos colaterais, em casos de extrema gravidade para enfrentar a presença de um homem, você pode recorrer a drogas psicoativas. Eles são comumente usados ​​como antidepressivos ou ansiolíticos.

Referências

  1. Adeleye, Gabriel (1999). Dicionário Mundial de Expressões Estrangeiras: Um Recurso para Leitores e Escritores. Editores Bolchazy-Carducci. p. 411
  2. Colman, Andrew M. (2009). Um dicionário de psicologia. Oxford University Press. p. 882
  3. Associação Americana de Psiquiatria (1996). Glossário de psiquiatria. Edições Díaz de Santos. p. 504

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies