As 25 invenções mais importantes da revolução industrial

As 25 invenções mais importantes da revolução industrial

As invenções da Revolução Industrial são aqueles artefatos ou criações que foram desenvolvidos entre 1760 e 1840, ou seja, durante o processo de transformação econômica, tecnológica e social que começou no século XVIII na Grã-Bretanha e que depois se espalhou pela América Anglo-Saxônica e para a Europa ocidental.

A Revolução Industrial é considerada um dos fenômenos mais importantes da história da humanidade, pois modificou quase todos os aspectos da vida cotidiana. Por exemplo, envolveu a multiplicação da produção agrícola e o aumento da renda per capita como nunca antes.

Robert Lucas, em seu texto Lectures on Economic Growth (2002), apontou que durante esse período histórico o padrão de vida das pessoas comuns experimentou crescimento sustentado pela primeira vez, um fenômeno que os economistas clássicos nem sequer foram capazes de deduzir como uma possibilidade teórica. .

Tudo isso foi possível graças às inovações tecnológicas, que suplantaram o trabalho manual e a tração animal por máquinas complexas de fabricação e transporte. Abaixo estão algumas das invenções mais importantes dessa época, junto com seus criadores correspondentes:

Principais invenções da Revolução Industrial

1- bomba de vapor

Foi inventado pelo inglês Thomas Savery (1650-1715) em 1698. Essa criação constituiu um avanço monumental na indústria de mineração, uma vez que as águas subterrâneas eram um sério problema para os trabalhos de mineração antes de sua invenção. Isso ocorreu porque as bombas existentes não tinham a capacidade necessária para extrair a água dessas profundidades.

A máquina de Savery consistia em um dispositivo muito simples: era um tanque conectado a dois canos e uma caldeira. Um dos canos estava conectado à água da mina a ser extraída e o outro estava do lado de fora.

A bomba de vapor funcionava da seguinte forma: primeiro era necessário abrir uma válvula que ligava a caldeira ao tanque; Sendo completamente preenchido com vapor de água, permitiu a saída de ar através de uma válvula de retenção.

2- Broca

Foi construído pelo inventor e engenheiro agrônomo inglês Jethro Tull (1672-1741) em 1701. Tull é considerado pioneiro na agricultura científica graças a esse design, que aumentou a velocidade de produção das culturas.

A semeadora era robusta e eficiente; Permitiu semear e arar grandes campos com pouco trabalho. Além disso, as sementes eram distribuídas regularmente, o que implicava um crescimento mais homogêneo das culturas e um melhor aproveitamento do solo.

3- motor a vapor

Criado pelo inventor e ferreiro inglês Thomas Newcomen (1663-1729) em 1705. Newcomen é conhecido por alguns como o pai da Revolução Industrial, pois foi um empreendedor pioneiro no campo da inovação tecnológica.

Sua máquina foi na verdade uma melhoria na invenção de Thomas Savery. De fato, eles trabalharam de maneira semelhante: ambos tiveram que criar um vácuo em um tanque e resfriar o vapor de água. No entanto, a invenção de Newcomen tinha um cilindro que puxava uma viga, que era usada como braço oscilante e formava um tipo muito mais eficiente de bomba alternativa.

4- Termômetro de mercúrio

Foi inventado pelo engenheiro alemão Daniel Gabriel Fahrenheit (1686-1736) em 1714. Sua invenção consistia em um tipo de termômetro que permitia medir as temperaturas de qualquer material selecionado por meio de uma lâmpada refletora branca, o que impedia a absorção de radiação. presente no meio ambiente.

Relacionado:  Modelo de banco de dados relacional: elementos, como fazê-lo, exemplo

Ou seja, o termômetro de mercúrio calcula a temperatura real do ar sem que o resultado seja afetado por qualquer outro elemento presente no ambiente que irradie calor.

5- Frasco de Leyden (condensador)

Foi desenvolvido pelo físico alemão Ewald Georg von Kleist (1700-1748) em 1745 e é considerado o primeiro capacitor elétrico. É um dispositivo elétrico que, através de uma garrafa de vidro, permite armazenar determinadas cargas elétricas.

Suas características são as seguintes: por meio de uma barra de metal e folhas de alumínio ou estanho, forma-se o reforço interno. Por outro lado, a armadura externa consiste em uma camada que cobre a garrafa de vidro. Este frasco funciona como um material isolante entre as duas camadas do condensador.

6- Máquina de fiação

Projetado em 1764 pelo carpinteiro e tecelão britânico James Hargreaves (1720-1778). Sua máquina também é conhecida como fiação Jenny e foi construída para atender à demanda por fios de algodão, cuja oferta não poderia ser atendida por rodas de fiação de fio único.

Hargreaves percebeu que se várias roscas fossem colocadas em linha e uma roda fosse posicionada horizontalmente, várias roscas poderiam ser giradas ao mesmo tempo. Sua invenção trouxe inconveniência para os giradores tradicionais, que alegavam que eles perderiam o emprego devido à eficácia do novo girador.

7- Máquina giratória hidráulica

O industrial inglês Richard Arwright (1732-1792) foi quem o projetou em 1769. Era um tipo de máquina giratória que era movida por uma roda hidráulica.

Além disso, consistia em uma estrutura que permitia o uso simultâneo de até 128 mecanismos de fiação, o que aumentava significativamente a qualidade e a produção de fios fabricados em escalas industriais. Seu nome original era moldura de água.

8- Automóvel

O primeiro automóvel foi considerado por muitos como produzido pelo francês Nicolas-Joseph Cugnot (1725-1804) em 1770. No entanto, isso ainda está em disputa. O que se pode afirmar é que Cugnot fabricou vários modelos de veículos movidos a motor a vapor e cujo objetivo era arrastar canhões pesados ​​para acelerar a luta.

9- Barco a vapor

Foi projetado pelo americano John Fitch em 1787. Sua criação foi testada com sucesso durante uma navegação no rio Delaware em 1787, o que permitiu à Fitch obter uma patente em 1791. No entanto, sua idéia só poderia se tornar lucrativa décadas depois graças às melhorias implementadas por Robert Fulton.

10- Turbina a gás

Feito pelo britânico John Barber (1734-1793) em 1791. Esta máquina permitiu aumentar o ar inflamável com o objetivo de obter movimento para facilitar o trabalho metalúrgico. O projeto de Barber incluía uma turbina, uma câmara de combustão e um compressor de gás alternativo.

11- Iluminação a gás

O inventor escocês William Murdoch (1754-1839) foi o primeiro a usar a inflamabilidade do gás com o objetivo de aplicá-lo à iluminação. Murdoch conseguiu iluminar sua própria casa em 1792, depois em 1798 ele usou gás para iluminar alguns edifícios da Fundição Soho. Em 1802, ele realizou uma exposição pública, surpreendendo a população local com sua iluminação.

Relacionado:  Programação dinâmica: características, exemplo, vantagens, desvantagens

12- Gin de algodão

Foi inventado em 1793 por Eli Whitney (1765-1825), um inventor americano. É uma máquina simples que separa rápida e facilmente fibras de algodão de suas sementes, que geralmente são pegajosas.

O gim trabalha através de uma tela e ganchos de arame que empurram o algodão através da tela, enquanto pequenos pincéis removem fios soltos para evitar congestionamentos.

13- Litografia

A litografia foi inventada pelo alemão Johann Aloys Senefelder (1771-1834) em 1796. É um procedimento de impressão que permite traçar um texto, desenho ou fotografia em uma placa de metal ou em uma pedra calcária. No momento, está quase em desuso; é usado apenas para obter e duplicar trabalhos artísticos.

 14- Tear jacquard

Consiste em um tear mecânico inventado em 1801 pelo francês Joseph Marie Jacquard (1752-1834). Ele trabalhou com o uso de cartões perfurados, o que permitiu padrões de tecelagem nos tecidos. Por esse motivo, mesmo os usuários mais iniciantes podem elaborar os designs mais complexos.

Cada cartão perfurado correspondia a uma linha no desenho e sua colocação junto com os outros cartões trabalhados para determinar o ligamento com o qual o azulejo teceria.

15- Bateria elétrica

Foi inventado pelo conde italiano Alessandro Volta em 1799. Em termos gerais, pode-se estabelecer que uma bateria elétrica é um formato comercializado e industrializado da célula voltaica. Consiste em um dispositivo capaz de converter energia química em energia elétrica através de um processo químico transitório.

Em outras palavras, é um gerador primário cuja energia se torna acessível através de dois terminais que possuem a bateria, chamados eletrodos, pólos ou terminais.

16- Propulsor de hélice

Foi fabricado pelo americano John Stevens (1749-1838) em 1804. Durante sua vida, Stevens produziu muitos navios a vapor e desenvolveu vários projetos de caldeiras e motores navais. Em 1792, o inventor obteve uma patente para a criação de dois motores a hélice, o que permitiu que seu navio a vapor navegasse no rio Hudson usando uma caldeira de tubos múltiplos de alta pressão.

17- Imprensa

A impressora foi inventada pelo alemão Friedrich Koenig (1774-1833) em 1810. Era uma máquina que usava um cilindro duplo com a energia fornecida por um motor a vapor. O objetivo de Koenig era substituir a força humana pela máquina, o que permitia uma maior disseminação de textos impressos entre os setores menos abastados da população.

18- Linha férrea

Foi desenvolvido pelo britânico George Stephenson (1781-1848) em 1814. Este engenheiro mecânico é considerado “o pai das ferrovias”, pois ele projetou várias linhas ferroviárias durante sua existência, como a de Liverpool-Manchester.

É importante acrescentar que Stephenson não foi o primeiro a construir uma locomotiva, já que em 1813 William Hedley já havia desenvolvido essa invenção, no entanto, a criação de Hedley não teve sucesso. Portanto, George deve realmente ser estudado como o pioneiro de maior sucesso em invenções ferroviárias.

19- A bicicleta

Em 1816, o pesquisador alemão Karl Drais (1785-1851) desenvolveu o primeiro velocípede de duas rodas, agora conhecido como bicicleta. Era um tipo de carro pequeno, composto por um guidão e duas rodas, colocadas uma atrás da outra.

Relacionado:  Diferenças entre videochamadas e videoconferência

Era um veículo que exigia interação homem-máquina para funcionar. A pessoa teve que permanecer sentada em uma sela e colocar as mãos em um poste de madeira preso à roda dianteira. Foi essa haste que determinou a direção do veículo.

20- A máquina de escrever

Em 1829, o inventor americano William Austin Burt (1792-1858) patenteou um tipógrafo, considerado por muitos como a primeira máquina de escrever moderna.

Consistia em um dispositivo mecânico que consistia em um conjunto de teclas que, quando pressionadas pelo usuário, imprimiam caracteres em um documento. A pessoa que usou esta máquina era conhecida pelo nome de datilógrafo.

21- Máquina de costura

Foi criada pelo francês Barthélemy Thimonnier (1793-1857) em 1829. Esta máquina foi caracterizada por sua capacidade de imitar a costura à mão. Era de madeira e usava uma agulha pontiaguda, que passava por baixo e por baixo do tecido para prender o fio. Esses picos também puxaram para cima para formar um loop.

22- Dínamo (gerador elétrico)

Consiste em um gerador elétrico que transforma o fluxo magnético em eletricidade através de um fenômeno conhecido como indução eletromagnética. Foi inventado pelo físico britânico Michael Faraday (1791-1867) em 1831.

Esta invenção também é conhecida como Disco de Faraday e consiste em um gerador homopolar que utiliza um disco de cobre, que gira entre as extremidades de um ímã, que gera corrente continuamente.

23- A escala romana

Foi projetado pelo americano Thaddeus Fairbanks (1796-1886) em 1830. Essa balança tornou possível pesar alvos grandes com grande precisão. Antes desta invenção, era necessário um feixe de equilíbrio para identificar o peso dos objetos, para que objetos mais pesados ​​não pudessem ser calculados com precisão.

24- Eletroímã

Em 1825, o físico britânico William Sturgeon (1783-1850) construiu o primeiro eletroímã. Além disso, ele projetou o primeiro motor elétrico prático. O eletroímã consistia em um pedaço de ferro com a forma de uma ferradura e enrolado em uma bobina.

Sturgeon conseguiu regular este eletroímã, que marcou o início do uso de energia elétrica em máquinas controláveis ​​e úteis. Portanto, esta invenção lançou as bases para o que mais tarde se tornaria a comunicação eletrônica.

25- cimento Portland

Em 1824, o britânico Joseph Aspdin (1778-1855) fabricou cimento Portland, que consistia em uma pedra artificial usada como material de construção. É um aglutinante hidráulico que é misturado com agregados, fibras de aço descontínuas e água; os elementos têm a propriedade de formar uma massa durável e resistente, conhecida como concreto.

Referências

  1. Dietz, F. (1970) A revolução industrial. Recuperado em 23 de dezembro de 2019 de books.google.com
  2. Mokyr, J. (2018) A revolução industrial britânica. Recuperado em 22 de dezembro de 2019 de content.taylorfrancis.com
  3. SA (2010) Cinco invenções da Revolução Industrial que mudaram o mundo. Retirado em 22 de dezembro de 2019 Telesur: Telesur.net
  4. SA (2018) Principais invenções da Primeira Revolução Industrial. Recuperado em 22 de dezembro de 2019 de unprofesor.com
  5. SA (nd) Invenções e inventores durante as revoluções industriais, 1698-1994. Recuperado em 22 de dezembro de 2019 de ocw.unican.es
  6. SA (sf) Revolução Industrial. Recuperado em 23 de dezembro de 2019 de es.wikipedia.org

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies