Como era a comida dos Mixtecos?

Como era a comida dos Mixtecos?

A dieta Mixtec  baseia-se desde os tempos pré-hispânicos no triângulo alimentar mesoamericano, composto de feijão, milho e abóboras. Estima-se que cerca de um terço dos recursos alimentares provenha do ambiente natural.

Ou seja, eles se dedicaram à coleta de plantas, fungos e à caça de animais, embora também utilizassem o cultivo em seus sistemas agrícolas. A terra Mixtec está localizada no sul da República Mexicana. Cobre a metade ocidental de Oaxaca, embora se estenda a Puebla e Guerrero.

Grampos de Mixtecos

De plantas silvestres a animais domesticados para consumo próprio, o regime Mixtec foi muito variado.

Animais

Antes da conquista, os Mixtec consumiam, entre outros, os seguintes animais:

-Esquilos

-Armadillos

-Coatí

-Coelho

-Chapulín

-Peru

-Iguana

-Lebre

-Guaxinim

-Rã

-Pomba

-Veados

No caso da Turquia, estes foram domesticados pelos Mixtecos por volta de 180 dC. Após a colônia, a lista dos seguintes animais para consumo cresceu. Adicionado: frango, porco, carne bovina e ovina.

Minerais

As substâncias naturais com composição química utilizadas na cultura Mixtec são cal e sal.

A cal foi utilizada e continua sendo utilizada, no preparo do milho, por meio da nixtamalização. O sal costumava ser explorado nas salinas da região.

Plantas cultivadas

Embora a dieta básica seja composta de feijão, milho e abóbora, outras plantas complementares, como pimentão, chuchu, batata doce, epazote, maguey, nopales e capim-santo, são adicionadas.

Quanto aos frutos, eles foram fornecidos a partir de:

-Abacate

-Cupulina

-Ameixa

-Guaje

-Goiaba

-Mamey

-Nanche

-Mamão

-Tejocote

-Sapodilla

Atualmente, as famílias seguem as seguintes táticas para alimentação:

1-O cultivo de pequenas áreas de milho, feijão e trigo, principalmente.

2 – A semeadura nas parcelas de frutas e legumes.

3 – A coleta de plantas alimentares, como quelitos, nopales, fungos e insetos comestíveis.

Relacionado:  Ensaios Constitucionais do Chile: Antecedentes, Características

Entre as plantas que foram introduzidas na dieta Mixtec após o século XVI estão cana-de-açúcar, limão, limão, banana, fava e trigo.

Cozinhando

As misturas relacionam o termo de cozimento de acordo com a umidade. A umidade está relacionada à vegetação. Pelo contrário, a seca resulta em esterilidade.

É assim que seu sistema alimentar é dividido em seco e úmido, cru e cozido, frio e quente. Está dividido da seguinte forma:

1-Alimentos crus

2 alimentos cozidos

3-Coisas cozidas no vapor ou no forno para churrasco, e

4-O frito ou assado, mas macio.

Referências 

  1. UNAM (1990). “Mudança e continuidade na dieta de Mixtecs”, Esther Katz, Luis Alberto Vargas Guadarrama.
  2. ENGOV (2012) «Conhecimento, poder e alimentação na Otecacan Mixtec: tarefas para a governança ambiental», Kleiche-Dray, Mina, Lazos Chavero, Elena. library.clacso.edu.ar
  3. UNAM (1990) «Comida no México durante os primeiros anos da colônia», Femando Martínez Cortés
  4. INAH (1989). «História da Agricultura. México pré-hispânico », Rojas Raniela, Teresa e William T. Sanders.
  5. Comissão Nacional para o Desenvolvimento dos Povos Indígenas do México (dezembro de 2003), “Mixtecos”, Povos Indígenas do México Contemporâneo.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies