Como fazer descrições de cargo: 11 dicas

As descrições de cargo são fundamentais para qualquer empresa, pois ajudam a definir as responsabilidades e expectativas de cada posição. A elaboração de uma descrição de cargo clara e precisa pode facilitar o recrutamento, seleção e avaliação de desempenho dos colaboradores. Neste artigo, apresentaremos 11 dicas essenciais para ajudar na elaboração de descrições de cargo eficazes e bem estruturadas.

Passo a passo para elaborar uma descrição detalhada de cargo em uma empresa.

Elaborar uma descrição detalhada de cargo em uma empresa é fundamental para garantir que os candidatos certos se candidatem às vagas disponíveis. Uma descrição clara e precisa ajuda a atrair os profissionais mais qualificados e a evitar mal-entendidos durante o processo de seleção. Para isso, siga os passos a seguir:

1. Identifique as responsabilidades principais do cargo: Comece listando as principais responsabilidades e tarefas que o ocupante do cargo terá que desempenhar. Isso inclui atividades diárias, projetos especiais e interações com outros departamentos.

2. Liste as qualificações necessárias: Descreva as habilidades, experiências e qualificações que são essenciais para o cargo. Isso pode incluir níveis de educação, certificações específicas e experiência prévia.

3. Defina as expectativas de desempenho: Estabeleça metas e objetivos claros para o ocupante do cargo, de forma que ele saiba exatamente o que é esperado dele e como será avaliado.

4. Inclua informações sobre a empresa: Adicione uma breve descrição da empresa, sua missão, valores e cultura organizacional. Isso ajudará os candidatos a entender se eles se encaixam na empresa.

5. Revise e edite a descrição: Certifique-se de revisar o conteúdo da descrição do cargo para garantir que não haja erros de ortografia ou gramática. Uma descrição bem escrita transmite profissionalismo e seriedade.

6. Consulte outros colaboradores: Peça a opinião de outros colaboradores que já ocuparam ou estão familiarizados com o cargo. Eles podem fornecer insights valiosos sobre o que é necessário para ter sucesso na posição.

7. Utilize palavras-chave relevantes: Destaque as palavras-chave que são essenciais para o cargo, como habilidades específicas, soft skills e experiências relevantes. Isso ajudará os candidatos a identificarem rapidamente se são adequados para a vaga.

8. Seja específico e conciso: Evite descrições genéricas e vaguezas. Seja o mais específico possível ao descrever as responsabilidades e qualificações necessárias para o cargo.

9. Atualize regularmente: À medida que as necessidades da empresa mudam, é importante revisar e atualizar as descrições de cargo. Isso garante que elas continuem refletindo com precisão as expectativas e requisitos da posição.

10. Divulgue a descrição do cargo de forma eficaz: Utilize os canais de comunicação adequados para divulgar a descrição do cargo, como o site da empresa, redes sociais e plataformas de recrutamento.

11. Esteja aberto ao feedback: Após a divulgação da descrição do cargo, esteja aberto ao feedback dos candidatos e funcionários. Isso pode ajudar a identificar áreas de melhoria e aperfeiçoar o processo de recrutamento.

Com essas dicas, você estará mais preparado para elaborar descrições de cargo detalhadas e atrativas, que ajudarão a atrair os melhores talentos para a sua empresa.

Três formas de descrever cargos: métodos e técnicas para identificar responsabilidades e requisitos.

Uma descrição de cargo bem feita é essencial para garantir que os funcionários saibam exatamente quais são suas responsabilidades e requisitos. Existem várias formas de descrever um cargo, cada uma com seus próprios métodos e técnicas. Neste artigo, vamos explorar três maneiras de descrever cargos de forma eficaz.

Uma das formas mais comuns de descrever um cargo é através da análise das tarefas e responsabilidades que o ocupante do cargo deve realizar. Isso envolve identificar as principais atividades que fazem parte do cargo e descrever como elas contribuem para os objetivos da organização. Para isso, é importante realizar entrevistas com os ocupantes atuais do cargo, observar seu trabalho e consultar documentos como manuais de procedimentos.

Relacionado:  Lojas e lojas usam esses 7 fatos psicológicos para ganhar mais

Outra forma de descrever um cargo é através da análise das competências e habilidades necessárias para desempenhar as funções do cargo. Isso envolve identificar as qualificações técnicas, conhecimentos e habilidades comportamentais necessárias para ter sucesso no cargo. Para isso, é importante realizar uma análise comparativa com outros cargos similares, consultar especialistas na área e utilizar ferramentas de avaliação de competências.

Por fim, uma terceira forma de descrever um cargo é através da análise do ambiente de trabalho e das relações interpessoais necessárias para o bom desempenho do cargo. Isso envolve identificar as interações que o ocupante do cargo terá com outros colaboradores, clientes e fornecedores, bem como as características do ambiente de trabalho que podem impactar o desempenho. Para isso, é importante observar o ambiente de trabalho, realizar entrevistas com as partes interessadas e analisar as políticas e procedimentos da organização.

Ao combinar a análise das tarefas e responsabilidades, das competências e habilidades necessárias e do ambiente de trabalho e das relações interpessoais, é possível criar descrições de cargo completas e precisas que ajudarão os funcionários a desempenhar seu trabalho de forma eficaz.

Dicas para criar uma descrição de atividades eficaz.

Quando se trata de criar uma descrição de atividades eficaz, é importante seguir algumas dicas que vão ajudar a tornar o processo mais fácil e garantir que o documento seja claro e objetivo.

1. Seja claro e objetivo: Evite usar jargões ou linguagem técnica desnecessária. Descreva as atividades de forma simples e direta, para que qualquer pessoa possa entender.

2. Destaque as responsabilidades principais: Utilize o negrito para destacar as responsabilidades mais importantes do cargo, para que o candidato saiba exatamente o que será esperado dele.

3. Seja específico: Descreva as atividades de forma detalhada, incluindo informações como frequência, duração e resultados esperados.

4. Inclua requisitos e qualificações: Além das atividades, é importante mencionar os requisitos necessários para o cargo, como formação acadêmica, experiência e habilidades específicas.

5. Utilize listas: Organize as atividades em forma de lista, para facilitar a leitura e tornar o documento mais claro e organizado.

6. Evite informações desnecessárias: Não inclua detalhes irrelevantes ou que não sejam essenciais para o cargo. Mantenha o foco nas atividades principais.

7. Seja honesto: Descreva as atividades de forma honesta e realista, para evitar frustrações tanto por parte do candidato quanto do empregador.

8. Revise e atualize: Periodicamente revise e atualize a descrição de atividades, para garantir que esteja sempre refletindo com precisão as responsabilidades do cargo.

9. Peça feedback: Após criar a descrição de atividades, peça feedback de colaboradores ou gestores para garantir que esteja completa e precisa.

10. Mantenha o tom profissional: Utilize uma linguagem formal e profissional ao descrever as atividades, para transmitir seriedade e profissionalismo.

11. Personalize: Adapte a descrição de atividades de acordo com as necessidades específicas da empresa e do cargo, para garantir que seja realmente eficaz.

Seguindo essas dicas, você estará no caminho certo para criar uma descrição de atividades eficaz e que irá ajudar a atrair os candidatos certos para a vaga.

Quais são os 4 critérios para especificar a análise do cargo?

Para realizar uma análise do cargo de forma eficaz, é importante levar em consideração quatro critérios principais. Esses critérios ajudarão a identificar as responsabilidades, habilidades e requisitos necessários para o cargo em questão. Os quatro critérios são:

1. Tarefas e responsabilidades: Este critério inclui as principais atividades que o ocupante do cargo terá que realizar, bem como as responsabilidades associadas a essas tarefas. Isso ajuda a definir claramente o escopo do trabalho e as expectativas para o desempenho do funcionário.

2. Qualificações necessárias: Este critério aborda as habilidades, conhecimentos e experiências necessárias para desempenhar o cargo com sucesso. Isso inclui educação, treinamento, certificações e competências específicas que são essenciais para o cargo.

3. Condições de trabalho: Este critério refere-se ao ambiente de trabalho em que o ocupante do cargo irá atuar. Isso inclui fatores como horário de trabalho, localização, ambiente físico e interações com colegas de trabalho e clientes.

4. Relações de trabalho: Este critério aborda as interações e relações que o ocupante do cargo terá com outras pessoas dentro e fora da organização. Isso inclui a supervisão direta, colaboração com colegas, interações com clientes e fornecedores, e quaisquer outras relações relevantes para o cargo.

Ao considerar esses quatro critérios ao realizar uma análise do cargo, é possível criar uma descrição precisa e abrangente que ajudará a atrair candidatos qualificados e a garantir um bom ajuste entre o cargo e o profissional selecionado.

Como fazer descrições de cargo: 11 dicas

Como fazer descrições de cargo: 11 dicas 1

Ao procurar um emprego, é muito importante preparar um bom currículo, pois é a primeira impressão que oferecemos ao empregador.

Mas, não apenas aqueles que procuram trabalho devem preparar bem a primeira coisa que verão daqueles que procuram preencher um emprego. As próprias organizações devem garantir que dão uma imagem do trabalho que oferecem.

As descrições de cargos são um documento crucial para as empresas, pois permitem que elas se tornem conhecidas e facilitam a busca do candidato certo.

Neste artigo, explicamos como são essas descrições, além de explicar vários aspectos que devem ser incluídos nesse tipo de documento e alguns erros frequentes que os empregadores cometem ao oferecer um emprego.

O que são descrições de cargo?

As descrições de trabalho, também chamadas de descrições de trabalho, são documentos que descrevem as características de um trabalho , indicando os aspectos relevantes da maneira mais objetiva possível.

Não se trata de descrever o papel que um funcionário já contratado para este trabalho está desempenhando, ou descrever como o trabalhador ideal deve ser. Esse tipo de descrição consiste em indicar de maneira exaustiva a relação das tarefas com o trabalho , as funções e responsabilidades que o trabalhador executará e quais serviços ou bens ele oferecerá.

Suas funções

Uma boa descrição do trabalho cumpre três funções:

Definir o trabalho

Ele oferece uma visão geral do emprego e serve como um guia para futuros trabalhadores.

Estruturar a organização

Detalhes como a empresa está organizada .

Atrair talentos

Permite encontrar candidatos que oferecem algo novo para a organização.

Elementos destas descrições

Para que a descrição do cargo seja completa e atraente para futuros candidatos, é necessário que você tenha os seguintes elementos bem definidos.

1. Cargo

Deve ser claro e atraente, e isso serve para ter uma primeira idéia de qual é o papel que o funcionário desempenhará na empresa.

2. Objetivos da posição

Deve ficar claro quais serão as funções do trabalhador . Seu cargo e a descrição dos objetivos que se pretende alcançar com a sua contratação.

3. Descrição das tarefas

As atividades a serem executadas pelo trabalhador devem ser claras e indicar com que frequência elas são executadas. Também é importante indicar quanto tempo eles levarão.

4. Relações com outros departamentos

Se é um trabalho em que vários departamentos estão envolvidos, é importante que essas relações sejam claramente expressas .

Também é possível indicar se o contato interdepartamental é realizado com muita frequência ou, pelo contrário, são situações incomuns.

5. Organograma e hierarquia

Em relação ao ponto anterior, deve-se indicar qual será a posição do funcionário na empresa .

Deve ficar claro quantas pessoas estarão acima e abaixo dele em termos das tarefas que ele executará e sob as ordens de quem ele é.

6. Deslocamentos

Dependendo de onde o escritório está localizado ou se é necessário emprego para fazer viagens de negócios, deve ser indicado se a pessoa precisará viajar com frequência ou se, pelo contrário, é mais conveniente mudar para uma residência paga por a empresa.

  • Você pode estar interessado: ” As 4 diferenças entre produção e produtividade “
Relacionado:  Cultura corporativa: o que é, tipos e partes que a formam

7. Documentação

Deve ser detalhado qual documentação deve ser enviada para se candidatar ao trabalho, além de explicar os documentos que são freqüentemente tratados na organização e se um gerente é necessário .

8. Local de trabalho

O ambiente de trabalho deve ser descrito, em que condições se trabalha, instalações para pessoas com algum tipo de deficiência …

9. Perigos e riscos

Existem certos trabalhos em que existem alguns riscos, como no campo da medicina (por exemplo, contágio), construção (por exemplo, acidente de trabalho) ou segurança (por exemplo, agressão). Deve ficar claro o que são e como eles geralmente enfrentam a organização .

10. Tempo necessário

O cronograma de trabalho é um dos aspectos em que muitos candidatos a emprego são corrigidos pela primeira vez. Deve ficar claro quantas horas são gastas por dia e semana , a que horas começa o dia de trabalho e quando termina.

Você também deve indicar em que dias trabalha, mesmo nos dias úteis ou em alguns fins de semana e feriados. Além disso, deve ficar claro se há dias de feriado compatíveis com os principais feriados.

11. Requisitos e treinamento

Hoje em dia é comum que, ao iniciar o trabalho, seja oferecido um treinamento ao novo trabalhador . Além disso, na descrição do trabalho, deve ficar claro qual conhecimento é necessário para o trabalho e se isso facilitará as primeiras semanas no cargo.

Também é importante relacionar esse trabalho com outros semelhantes, nos quais o mesmo tipo de treinamento é necessário, a fim de atrair pessoas com experiência nesses empregos.

Erros a evitar

As descrições de trabalho devem ser projetadas para evitar esses erros.

1. Use terminologia interna

É aconselhável evitar o uso de palavras muito técnicas ou muito típicas da organização . Pode ser que haja palavras usadas diariamente por membros da empresa que, fora dela, não tenham significado ou sejam difíceis de entender.

Deve-se usar uma terminologia clara, sem significados ambíguos. Ao se candidatar aos requisitos do trabalho, você deve usar os termos amplamente usados ​​no mundo dos negócios e, assim, deixar claro o que é exigido da pessoa interessada no trabalho.

2. Não envolver toda a organização

Ao preparar uma descrição do trabalho, outros departamentos envolvidos e Recursos Humanos devem ser utilizados .

Dessa forma, o papel que o futuro candidato desempenharia poderia ser concretizado melhor, além de elaborar uma descrição muito mais precisa e realista.

3. Seja irreal

Nas descrições de cargos, um erro comum é descrever o funcionário ideal em vez de descrever claramente e em detalhes qual é o cargo oferecido.

A perfeição não existe. Você deve ser realista e explicar o que é preciso para desempenhar o papel, não fazer uma lista de desejos.

4. Não atualize a descrição

A descrição do cargo é uma ferramenta flexível e deve ser adaptada às novas necessidades da empresa , além da evolução do mercado de trabalho.

Por esse motivo, é necessário revisar e atualizar essa descrição periodicamente, para garantir que ela reflita as alterações nos requisitos solicitados pela empresa.

5. Use linguagem discriminatória

Na linguagem cotidiana, o uso de certas palavras e expressões pode ser coloquialmente aceito, mas em um contexto de trabalho elas podem ser interpretadas como politicamente incorretas e discriminatórias.

Referências bibliográficas:

  • Etkin, J. (2000). Política, Governo e gestão de organizações, Buenos Aires, Editorial Prentice Hall. (Capítulo 3: Os fatores de complexidade).
  • Schlemenson, A. (2002). A estratégia de talentos, Bs. As., Editorial Paidós. (Capítulo 4 O significado do trabalho).

Deixe um comentário