Credores hipotecários: conceito e exemplos

Os uma creedores hipoteca são as pessoas ou empresas (física ou pessoa jurídica) que têm um direito específico para fazer cumprir um contrato de empréstimo hipotecário. O detentor da hipoteca é a pessoa com o direito legal de exigir o pagamento sob execução duma hipoteca; É um procedimento privilegiado.

Isso também se refere a um elemento ativo do balanço da empresa. Dentro do ativo, há uma conta com vários credores, que inclui credores colaterais e hipotecários.

Credores hipotecários: conceito e exemplos 1

Normalmente (embora nem sempre) os credores hipotecários são entidades bancárias que, se houver um incumprimento, têm o poder de iniciar a execução duma hipoteca perante o devedor hipotecário. Esse empréstimo hipotecário que concede direitos à hipoteca consiste em duas partes.

Essas duas partes incluem, por um lado, a promessa de reembolsar o dinheiro emprestado; e, por outro, a garantia, através do penhor dos imóveis, de garantir essa promessa. Se o devedor não pagar a hipoteca, ele realiza seu direito e mantém a propriedade.

As obrigações de reembolso do devedor hipotecário em relação à hipoteca permanecem idênticas antes e após a cessão a um novo detentor da hipoteca. O devedor só precisa pagar a nova hipoteca em vez da antiga.

Conceito

O termo hipoteca refere-se a um credor que tem direito de hipoteca sobre uma propriedade de propriedade da outra parte: o devedor.

É um direito que implica garantia de cobrança e preferência sobre outros credores, se a propriedade for confiscada.

Direitos do credor hipotecário

A hipoteca tem direitos específicos para salvaguardar a propriedade hipotecada que está nas mãos do devedor e pode realizar ações que prejudicam seu valor:

– Direito de solicitar que a propriedade ou objeto da hipoteca seja posta à venda em leilão, se o devedor não cumprir suas obrigações de pagamento. Isso é chamado de ação hipotecária real e é uma execução duma hipoteca.

Relacionado:  Declaração unilateral de vontade: características, exemplos

– Direito de solicitar que a hipoteca seja o adjudicatário do objeto da hipoteca pendente de seu crédito.

– Direito de ir atrás da hipoteca, independentemente de quem possui a propriedade ou o título para o qual a obteve.

-Certo de ver sua hipoteca melhorada se o imóvel estiver danificado para que sua dívida não possa ser garantida.

– Direito de solicitar que um administrador judicial gerencie a propriedade danificada pelo devedor que não desiste depois de ser notificado.

Credor Privilegiado

Se houver mais de um credor, a hipoteca terá uma situação privilegiada sobre o restante, pois poderá executar uma das seguintes ações:

– Processo judicial hipotecário.

Procedimento ordinário.

Procedimento executivo.

Você pode usar qualquer ação para fazer valer seus direitos privilegiados, embora o habitual seja recorrer ao procedimento judicial hipotecário ou executivo.

É ativo ou passivo?

Os credores hipotecários fazem parte das contas contábeis de uma empresa. Qualquer elemento que possa supor um benefício ou um declínio econômico é refletido no balanço patrimonial, mas a questão é: eles fazem isso como um ativo ou como um passivo?

A diferença essencial entre ativos e passivos é que os ativos proporcionam uma melhoria econômica futura, enquanto os passivos implicam e implicam uma obrigação futura. Se houver uma proporção maior de ativos do que passivos no balanço, é um indicador claro de que um negócio é rentável e bem sucedido.

É considerado passivo na contabilidade o que uma pessoa singular ou coletiva deve ou tem a obrigação de cumprir. No caso de credores hipotecários, são hipotecas a pagar, obrigações com garantia de imóveis.

Então, dentro do saldo, a conta dos credores hipotecários aumenta quando surgem novos empréstimos que estabelecem uma garantia imobiliária e é reduzida produzindo pagamentos periódicos que resolvem o empréstimo hipotecário.

Relacionado:  Modalidades de importação na Colômbia e suas características

Os credores hipotecários são uma conta de passivo, uma vez que é o valor dos empréstimos hipotecários que a pessoa coletiva ou física é obrigada a liquidar.

Considera-se ativo na contabilidade o que uma pessoa singular ou coletiva fornece como recursos; isto é, os bens e direitos dos quais ele possui. Uma hipoteca é uma dívida e, se você tiver credores, deve dinheiro.

São dívidas com garantias nas quais a garantia não é simplesmente a confiança nela depositada, mas o credor reivindica um direito sobre algumas das propriedades do devedor como garantia.

Dependendo do tipo de bem que constitui a garantia, trata-se de penhor ou hipoteca; isto é, eles podem ser criadores de penhor ou hipoteca.

Exemplos

Exemplo 1

Goméz compra uma casa e assina uma hipoteca com o banco para pagar X o custo da moradia por X anos. O banco é o proprietário da hipoteca (hipoteca).

Como detentor da hipoteca, o banco tem o direito de receber pagamentos periódicos do Sr. Gómez e fazer cumprir os termos da hipoteca.

Como um carro, uma ação ou mesmo imóveis, a propriedade de um empréstimo hipotecário pode ser transferida de um assunto para outro.

A hipoteca é transferida através de uma cessão de hipoteca, o que significa que os direitos da hipoteca são transferidos para terceiros.

O novo titular da hipoteca se torna a hipoteca e o cedente perde todos os seus direitos e não é mais uma hipoteca.

Exemplo 2

Depois de emitir uma hipoteca a favor de Rodriguez, o banco verde (hipoteca) vende essa hipoteca para outro banco, chamado banco azul. O banco azul se torna o novo detentor da hipoteca ( hipoteca).

Os pagamentos serão feitos em favor do banco azul e serão os proprietários de todos os direitos hipotecários. O banco original não faz mais parte da hipoteca.

Relacionado:  Método Exegético: Origem, Importância e Exemplos

Referências

  1. Instituto de Informação Legal Direito hipotecário Law.cornell.edu
  2. SFGate Definição de titular de hipoteca. Homeguide.sfgate.com
  3. Getlegal Direito hipotecário publicgetlegal.com
  4. Selva & Lorente (2018) Conteúdo do direito da hipoteca. Abogadohipotecarioalicante.com
  5. Contabilidade Principais contas do passivo. accounting-unides.blogspot.com

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies