Cultura da qualidade: características, desenvolvimento e exemplo

Uma cultura de qualidade é um ambiente no qual os funcionários não apenas seguem as diretrizes de qualidade, mas também veem os outros sistematicamente, tomam medidas com foco na qualidade, ouvem os outros falarem sobre a qualidade e sentem a qualidade deles. ao redor

Com a redução das barreiras geográficas e a pressão para competir no mercado global, a excelência operacional tornou-se uma necessidade para as empresas permanecerem competitivas em todo o mundo.

Cultura da qualidade: características, desenvolvimento e exemplo 1

Fonte: pixabay.com

A cultura da qualidade enfatiza naturalmente a melhoria contínua dos processos e resulta em um ambiente de trabalho saudável, clientes satisfeitos e uma empresa lucrativa e em crescimento.

No entanto, como você pode garantir que todos os funcionários estejam focados em fornecer um produto ou serviço de qualidade?

Fundamentos

A base para qualquer melhoria de qualidade é desenvolver uma cultura de qualidade dentro da organização, incorporando-a em toda a empresa. Uma cultura focada na qualidade cria um ambiente de trabalho saudável e também gera clientes satisfeitos.

Em uma cultura comercial saudável, o que é bom para a empresa se une ao que é bom para os clientes, tornando-se a força motriz por trás do que todos fazem.

A cultura da qualidade começa com uma liderança que entende e acredita nas implicações da visão dos sistemas e sabe a necessidade de servir os clientes para ter sucesso.

O resultado desse entendimento é uma cultura em que um ambiente interno positivo acompanha a criação de clientes satisfeitos.

Caracteristicas

Uma cultura de resultados de qualidade quando todos os interessados, desde a alta gerência até o funcionário da base, incorporam, sem problemas, melhorias em suas atividades diárias.

Sistemas e estruturas adequados

É essencial ter sistemas e estruturas adequados para apoiar as melhorias de qualidade. Os processos devem ser estabelecidos com critérios de desempenho claros, focados no cliente. Isso significa:

– Ter uma estrutura de comando sólida que conduza iniciativas de qualidade e, assim, garanta que a organização seja responsável pelo cumprimento dos objetivos.

– Garanta que os dados sejam analisados ​​e relatados com eficiência.

– Use os dados para causar a tomada de decisões e melhorias.

Líderes de defesa da qualidade

O compromisso dos líderes é o motor de uma cultura de qualidade. Portanto, os líderes devem ser claramente visíveis e firmes em seu apoio para melhorar a qualidade. Isso significa:

– Fornecer proativamente todos os recursos necessários para sustentar a cultura da qualidade.

– Articular claramente a visão e os valores da empresa.

Relacionado:  Entrevista formal: características e exemplos de perguntas

– Reconhecer os esforços para melhorar a qualidade com um sistema de recompensa.

Funcionários treinados

– Os funcionários devem ser treinados para incorporar melhorias de qualidade em seu trabalho diário. Isso significa apoiar a mudança e enfrentar a tradição.

– Os funcionários devem confiar na introdução de melhorias de qualidade relacionadas às suas funções.

– Deve haver comunicação aberta e honesta em todos os níveis.

– Os funcionários devem poder avaliar seu próprio desempenho.

Operação centrada no cliente

– As necessidades e valores dos clientes são fundamentais para a tomada de decisões e para as operações diárias.

– Os funcionários devem perceber que a organização é realmente orientada para o cliente.

– A empresa deve ser vista de fora, focada no cliente, no sentido de que não apenas atende às suas expectativas, mas normalmente as excede.

Trabalho em equipe é a norma

Todos os funcionários devem entender por que a qualidade é importante e trabalhar juntos para resolver problemas. Isso significa:

– As equipes devem se reunir rotineiramente para trocar idéias, implementar projetos de melhoria da qualidade e compartilhar as lições aprendidas.

– As equipes de projeto responsáveis ​​pela melhoria da qualidade devem ser compostas por pessoas capazes.

A melhoria contínua é um fato.

A organização nunca deve estar feliz com seu desempenho operacional, mas deve se esforçar constantemente para melhorar.

Os funcionários devem usar rotineiramente ferramentas e métodos de melhoria da qualidade para resolver problemas e oferecer melhorias.

Como se desenvolve uma cultura de qualidade?

Para desenvolver uma cultura de qualidade, são necessários hábitos sustentáveis ​​que forneçam uma plataforma para mudanças a longo prazo.

Caminhe e converse sobre qualidade

A mudança só é possível quando os líderes participam de todos os níveis, mostrando consistentemente os princípios de qualidade em ação. Isso significa que os líderes devem:

– Faça aparições frequentes e altamente visíveis no chão da planta.

– Seja curioso e participe sem preconceitos nas conversas sobre qualidade.

– Enrole a camisa para ajudar quando necessário.

– Evite ações que colocam o custo, a produção ou o cronograma acima da qualidade. Se a qualidade é considerada a principal prioridade, mas a gerência indica o contrário, a credibilidade é perdida.

Faça da qualidade um trabalho de todos

Culturas de qualidade imaturas isolam a qualidade, relegando-a apenas ao trabalho administrativo. Empresas maduras envolvem equipes multifuncionais em melhorias de qualidade, reconhecendo que a qualidade afeta todas as áreas do negócio.

Relacionado:  As 9 funções de um vendedor mais importante

Um bom exemplo é implementar um programa de auditoria de processos em camadas. Isso envolve a verificação frequente de processos de alto risco, evitando defeitos através de várias camadas de teste.

Quando executadas em todos os níveis e departamentos, essas auditorias também fornecem uma estrutura estruturada para responsabilizar todos pela qualidade.

Energize a equipe

Nem todo mundo ficará empolgado com a qualidade ou fazendo atividades adicionais. No entanto, os líderes encontrarão maneiras de energizar os funcionários e envolvê-los. As estratégias são:

Aproveite o espírito competitivo

Em vez de expressar como a qualidade estimula a economia, a natureza competitiva das pessoas deve ser explorada.

Por exemplo, fale sobre confundir a concorrência ou impedir a empresa de não lançar um produto.

Compartilhe expectativas e resultados

Todos devem conhecer seu papel na melhoria da qualidade. Eles também precisam ver os resultados.

Os relatórios mensais de gerenciamento são uma ferramenta essencial para mostrar à equipe que seu trabalho tem um impacto mensurável.

Foco nos processos

Uma abordagem proativa deve ser necessária para evitar problemas, em vez de apagar incêndios.

Isso é difícil quando pessoas de qualidade realizam apenas inspeções de produtos já danificados. Uma cultura de qualidade também analisa os processos anteriores.

A verificação das áreas relacionadas aos problemas de qualidade incentiva a padronização do processo e reduz as variações. Assim, essa consistência é uma característica da cultura de qualidade.

Rastrear e medir

Tempo e recursos devem ser investidos em análises e medições proativas. Além de apenas olhar para os custos de uma falha, as organizações devem desenvolver indicadores que forneçam um aviso prévio dos problemas.

Quando você perceber que os principais indicadores estão desviando, você pode agir antes que os clientes sejam afetados.

Apoie a abertura

As empresas não devem fugir dos problemas. Encontrá-los antes de deixarem a fábrica é muito melhor do que fazer com que o cliente os descubra. Isso significa:

Mantenha a paz de espírito ao descobrir erros

Se o controle for perdido, as pessoas simplesmente esconderão os problemas e não os manifestarão.

Envolver o gerenciamento

Quando os líderes participam de auditorias, o compromisso com a qualidade é mostrado no mais alto nível. Isso instiga as pessoas a se abrirem com suas próprias observações e sugestões de melhoria.

Resolução rápida de problemas

Quando alguém identifica um problema, o acompanhamento deve ser seguido com ações corretivas oportunas. Caso contrário, as pessoas não terão interesse em compartilhá-lo.

Relacionado:  As 12 funções mais importantes do escritório

Fomentar a inovação

As empresas que tratam a qualidade como um custo, em vez de um investimento, cuidam dos centavos e perdem grandes quantias de dinheiro.

Culturas maduras de qualidade dão às equipes de trabalho tempo e orçamento para realizar projetos de melhoria da qualidade.

As empresas maduras recompensam esses sucessos com reconhecimento e até com incentivos monetários.

Quando os funcionários têm a iniciativa de investir sua energia nesses projetos, pode-se garantir que a cultura da qualidade esteja funcionando.

Exemplo

A cultura da qualidade refere-se à conscientização, comprometimento, atitude e comportamento de toda a organização com relação à qualidade. A liderança corporativa deve se comunicar de maneira eficaz e, mais importante, demonstrar que a qualidade é um valor inerente à organização.

É o caso da empresa Toyota, o exemplo clássico de uma cultura de qualidade. Todos na organização aceitaram sua responsabilidade pela qualidade. Isso foi comunicado e demonstrado em todos os níveis da organização.

Mudança de objetivos

No entanto, na década de 1990, os objetivos da empresa mudaram. Sua prioridade número um se tornou crescimento. Seu novo objetivo: tornar-se a maior empresa automotiva do mundo.

Essa mudança fez com que os funcionários não se concentrassem na qualidade como antes, e os defeitos não foram detectados ou relatados, o que resultou na remoção de 9 milhões de veículos em 2009, que custam bilhões de dólares.

A cultura de crescimento da Toyota substituiu primeiro a qualidade e, portanto, a cultura de melhoria contínua.

No entanto, a Toyota retificou e não está sozinha na luta por uma cultura de qualidade. Na economia de hoje, espera-se que todos façam mais com menos, o que pode parecer diametralmente oposto ao que uma cultura de qualidade deveria ser, mas não é.

As organizações que adotam a qualidade como a mais importante, priorizando o cliente e buscando a melhoria contínua, podem fazer mais com menos e, ao mesmo tempo, oferecer qualidade.

Referências

  1. Eric Stoop (2017). 7 Hábitos de uma cultura de qualidade madura. Qualidade do farol Retirado de: beaconquality.com.
  2. Shady The Safty (2012). Cinco ingredientes essenciais para uma cultura de qualidade. PEX Retirado de: processexcellencenetwork.com.
  3. Emily Hill (2018). 6 elementos fundamentais de uma cultura de qualidade. Qualsys Retirado de: quality.eqms.co.uk.
  4. Ashwin Srinivasan e Bryan Kurey (2014). Como construir uma cultura de qualidade para sua organização. Revisão da Liderança Retirado de: teamshipreview.net.
  5. Peregrino (2013). Criando uma cultura de qualidade. Retirado de: blog.pilgrimquality.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies