Custos ABC: etapas, importância, vantagens, exemplo

O Custeio Baseado em Atividades (ABC) é um método de custeio que tem como objetivo atribuir os custos de produção de forma mais precisa, levando em consideração as atividades que geram esses custos.

O ABC é dividido em algumas etapas, que incluem a identificação das atividades, a alocação dos recursos para cada atividade, a identificação dos direcionadores de custo e a alocação dos custos indiretos para os produtos ou serviços.

A importância do Custeio ABC está na possibilidade de proporcionar uma visão mais clara e detalhada dos custos envolvidos em cada atividade da empresa, permitindo uma melhor tomada de decisões e um maior controle sobre os gastos.

Entre as vantagens do Custeio ABC estão a capacidade de identificar os custos reais de cada produto ou serviço, a possibilidade de identificação de atividades que não agregam valor ao produto final e a melhor compreensão dos custos fixos e variáveis.

Um exemplo prático de aplicação do Custeio ABC seria em uma indústria de móveis, onde seriam identificadas as atividades envolvidas na produção, como corte de madeira, montagem e acabamento. Os custos de cada atividade seriam alocados de forma mais precisa aos produtos, possibilitando uma análise mais detalhada do desempenho de cada linha de produção.

Etapas do método ABC: conheça o passo a passo dessa técnica de gestão de custos.

O método ABC, sigla para Activity Based Costing, é uma técnica de gestão de custos que visa alocar os custos de forma mais precisa, identificando as atividades que realmente consomem recursos. Para implementar o método ABC, é importante seguir algumas etapas essenciais.

1. Identificação das atividades: O primeiro passo é identificar todas as atividades envolvidas no processo produtivo da empresa. Isso inclui desde atividades diretas, como a produção de um produto, até atividades indiretas, como a manutenção de equipamentos.

2. Atribuição dos custos às atividades: Uma vez identificadas as atividades, é necessário atribuir os custos a cada uma delas. Isso pode ser feito através de entrevistas com os colaboradores, análise de documentos e registros contábeis.

3. Identificação dos direcionadores de custos: Os direcionadores de custos são os fatores que causam o consumo das atividades. Eles podem ser quantidades produzidas, horas de trabalho, entre outros. É importante identificar os direcionadores corretos para cada atividade.

4. Cálculo do custo das atividades: Com os custos atribuídos e os direcionadores identificados, é possível calcular o custo de cada atividade. Isso permite uma visão mais clara de como os recursos estão sendo utilizados na empresa.

O método ABC é uma ferramenta poderosa para auxiliar na tomada de decisões gerenciais, uma vez que proporciona informações mais precisas sobre os custos envolvidos nas atividades da empresa. Ao conhecer o passo a passo dessa técnica, é possível implementá-la de forma eficaz e colher os benefícios que ela proporciona.

Vantagens do método ABC na gestão de custos: conheça os principais benefícios.

O método ABC (Activity Based Costing) é uma ferramenta utilizada na gestão de custos que traz diversas vantagens para as empresas que o adotam. Conheça os principais benefícios dessa metodologia que vem ganhando cada vez mais espaço no mundo dos negócios.

Uma das principais vantagens do método ABC é a precisão na alocação de custos. Ao identificar as atividades que realmente consomem recursos, é possível atribuir os custos de forma mais precisa, evitando distorções e possibilitando uma melhor tomada de decisão.

Além disso, o método ABC permite uma análise mais detalhada dos custos, o que possibilita identificar oportunidades de redução de despesas e otimização dos processos. Com informações mais precisas, a empresa consegue identificar onde estão os gargalos e onde é possível cortar gastos.

Outra vantagem do método ABC é a melhoria na gestão de recursos. Com uma visão mais clara das atividades que geram custos, a empresa pode realocar seus recursos de forma mais eficiente, direcionando investimentos para as áreas que realmente trazem retorno.

Além disso, o método ABC ajuda a melhorar o controle financeiro da empresa, permitindo uma análise mais precisa dos custos fixos e variáveis e facilitando o planejamento financeiro de curto e longo prazo.

Por isso, cada vez mais empresas têm adotado essa metodologia para melhorar sua performance financeira e competitividade no mercado.

Qual a relevância do custeio ABC na gestão estratégica e financeira das empresas?

O custeio ABC (Activity Based Costing) é uma metodologia de custeio que tem se mostrado cada vez mais relevante na gestão estratégica e financeira das empresas. Por meio do ABC, é possível identificar com mais precisão os custos relacionados às atividades desenvolvidas pela empresa, permitindo uma análise mais detalhada e uma tomada de decisão mais assertiva.

Uma das etapas do custeio ABC é a identificação das atividades que geram custos dentro da empresa. Isso permite uma alocação mais precisa dos custos indiretos, evitando distorções e possibilitando um melhor entendimento dos custos envolvidos em cada processo.

A importância do custeio ABC se dá, principalmente, pela sua capacidade de fornecer informações mais precisas sobre os custos envolvidos em cada atividade. Isso permite uma melhor gestão dos recursos da empresa, possibilitando a identificação de oportunidades de redução de custos e o direcionamento de investimentos de forma mais estratégica.

Uma das vantagens do custeio ABC é a possibilidade de identificar quais atividades agregam mais valor ao produto ou serviço da empresa. Com essa informação, é possível direcionar esforços para otimizar essas atividades e, consequentemente, aumentar a competitividade no mercado.

Relacionado:  Os 8 principais indicadores financeiros e suas características

Um exemplo prático da aplicação do custeio ABC é uma empresa de fabricação de móveis. Ao utilizar essa metodologia, a empresa consegue identificar que o processo de montagem dos móveis é responsável por uma parte significativa dos custos totais. Com essa informação, a empresa pode buscar maneiras de otimizar esse processo, reduzindo custos e aumentando a eficiência operacional.

Principais características do método de custeio ABC: qual é a principal característica?

O método de custeio ABC, sigla para Activity Based Costing, é uma abordagem utilizada para calcular os custos de produção de uma empresa de forma mais precisa e detalhada. Diferentemente do método tradicional de rateio de custos, o ABC atribui os custos às atividades que realmente consomem recursos da empresa.

A principal característica do método de custeio ABC é a sua capacidade de identificar com precisão os custos indiretos relacionados a cada atividade específica. Isso permite que a empresa tenha uma visão mais clara de quais atividades estão consumindo mais recursos e, consequentemente, gerando mais custos.

Para implementar o custeio ABC, a empresa precisa seguir algumas etapas, como identificar as atividades que consomem recursos, atribuir os custos às atividades identificadas, calcular os custos dos produtos com base nas atividades e, por fim, analisar os resultados obtidos.

A importância do custeio ABC está relacionada à sua capacidade de fornecer informações mais precisas para a tomada de decisões gerenciais. Com uma visão mais detalhada dos custos envolvidos em cada atividade, a empresa consegue identificar oportunidades de redução de custos e otimização dos processos.

Entre as vantagens do método de custeio ABC estão a maior precisão na alocação de custos, a identificação de atividades que agregam valor ao produto e a possibilidade de melhorar a gestão dos custos da empresa.

Um exemplo prático de aplicação do custeio ABC é uma empresa de fabricação de móveis que identifica as atividades de corte de madeira, montagem e acabamento como as principais atividades que consomem recursos. Ao atribuir os custos diretamente a essas atividades, a empresa consegue calcular os custos de produção de cada tipo de móvel com maior precisão.

Custos ABC: etapas, importância, vantagens, exemplo

O ABC custa ou atividade – custeio baseado é definido como um modelo de contabilização de custos de cálculo, que monitora o consumo de recursos e identificar as atividades que uma empresa, a alocação de custos indiretos aos objetos de custo final do produto.

Os recursos são alocados às atividades de uma empresa e essas atividades são atribuídas a todos os objetos de custo (serviços ou produtos finais), dependendo do consumo real de cada um. Os últimos usam determinantes de custo para vincular os custos das atividades aos produtos.

Custos ABC: etapas, importância, vantagens, exemplo 1

Fonte: pixabay.com

Esse modelo de cálculo de custo é usado para o cálculo dos preços teóricos, o cálculo dos custos do produto, a análise de rentabilidade da linha de produtos, a análise de rentabilidade dos clientes e os preços dos serviços.

Também é popular, porque as organizações podem desenvolver uma abordagem corporativa e uma estratégia muito melhor se os custos forem melhor capturados.

Melhoria do processo de custo

Os custos baseados em atividades melhoram o processo de custo de três maneiras. Primeiro, expanda o número de grupos de custos que podem ser usados ​​para montar os custos gerais. Em vez de acumular todos os custos em um grupo de empresas, os custos por atividade são combinados.

Segundo, cria novas bases para alocar custos gerais a itens, para que os custos sejam alocados com base em atividades que geram custos, em vez de medidas de volume, como horas de máquina ou custos diretos de mão-de-obra.

Por fim, o ABC altera a natureza de vários custos indiretos, tornando os custos anteriormente considerados indiretos, como depreciação ou inspeção, atribuíveis a determinadas atividades.

O ABC transfere os custos gerais de produtos de alto volume para produtos de baixo volume, aumentando assim o custo unitário de produtos de baixo volume.

Modelo de custo ABC

Custos ABC: etapas, importância, vantagens, exemplo 2

O custo ABC é um modelo contábil que identifica e atribui custos às atividades gerais, atribuindo esses custos aos produtos.

O modelo de custo ABC é baseado em atividades, que são qualquer evento, unidade de trabalho ou tarefa com um objetivo específico, como configurar máquinas para produção, projetar produtos, distribuir produtos acabados ou operar equipamentos.

Um sistema de custos ABC reconhece a relação entre custos, atividades gerais e produtos manufaturados. Por meio desse relacionamento, atribui custos indiretos aos produtos de maneira menos arbitrária que os métodos tradicionais.

No entanto, alguns custos são difíceis de alocar com esse modelo de contabilidade de custos. Por exemplo, às vezes é difícil atribuir os salários da equipe do escritório a um produto. Por esse motivo, esse modelo encontrou seu nicho no setor de manufatura.

Controlador de atividade

As atividades consomem recursos e são consideradas objetos de custo. Sob o modelo ABC, uma atividade também pode ser considerada como qualquer transação ou evento que seja um controlador de atividade.

O controlador de atividade, também conhecido como controlador de custo, é usado como base de alocação.

Relacionado:  Renda marginal: como calcular e exemplos

Exemplos de controladores de atividade são: solicitações de manutenção, energia consumida, pedidos de compra ou inspeções de qualidade.

Níveis de atividade

Diferentemente dos sistemas tradicionais de medição de custos, que dependem da contagem de um volume de produção, como horas de máquina e / ou horas de mão de obra direta, para alocar custos indiretos aos produtos, o sistema ABC classifica Cinco níveis gerais de atividade.

Esses níveis não estão relacionados a quantas unidades são produzidas. Eles incluem a atividade no nível do lote, a atividade no nível da unidade, a atividade no nível do cliente, a atividade de suporte ao negócio e a atividade no nível do produto.

Etapas para implementá-lo

Custos ABC: etapas, importância, vantagens, exemplo 3

Identifique custos

A primeira etapa é identificar os custos que você deseja alocar. Essa é a etapa mais crítica em todo o processo, pois busca ter um escopo de projeto apropriado.

Por exemplo, se você deseja determinar o custo total de um canal de distribuição, os custos de publicidade e armazenamento relacionados a esse canal serão identificados, ignorando os custos de pesquisa, porque estão relacionados aos produtos, não aos canais.

Cobrar custos secundários

Os grupos são criados para os custos incorridos que não suportam diretamente os produtos ou serviços de uma empresa, mas prestam serviços a outras partes da empresa.

O conteúdo desses grupos de custos secundários inclui serviços de informática, salários administrativos e outros custos semelhantes.

Esses custos serão atribuídos aos outros grupos de custos diretamente relacionados aos produtos e serviços.

Cobrar custos primários

São criados grupos de custos que estão mais alinhados com a produção de bens ou serviços.

É comum haver grupos de custos específicos para cada linha de produtos. Da mesma forma, você pode considerar a criação de grupos de custos para cada canal de distribuição ou para cada planta.

Esses custos podem incluir pesquisa e desenvolvimento, qualidade, publicidade, compra e distribuição.

Medir controladores de atividade

Um sistema de compilação de dados pode ser usado para reunir informações sobre controladores de atividade usados ​​para alocar o custo de grupos de custos secundários a grupos de custos primários, bem como alocar o custo de grupos de custos primários a objetos de custos.

Atribuir custos secundários ao primário

Os controladores de atividade devem ser usados ​​para distribuir os custos dos grupos de custos secundários para os grupos de custos primários.

Atribuir custos primários a objetos de custo

Um controlador de atividade deve ser usado para atribuir o conteúdo de cada grupo de custos primários aos objetos de custo. Haverá um controlador de atividade separado para cada grupo de custos.

Formular relatórios

Os resultados do sistema ABC se tornarão relatórios para o uso do gerenciamento.

Por exemplo, se o sistema foi originalmente projetado para ter as informações de despesas gerais por região geográfica de vendas, a receita obtida em cada região, todos os custos diretos e despesas gerais derivadas do sistema ABC serão relatados.

Agir sobre as informações

A ação de gerenciamento mais comum em um relatório ABC é reduzir a quantidade de controladores de atividade usados ​​para cada objeto de custo. Fazer isso deve reduzir a quantidade de sobrecarga que está sendo usada.

Importância

Custos ABC: etapas, importância, vantagens, exemplo 4

Custos de Atividade

O ABC foi projetado para rastrear o custo das atividades, para que possa ser usado para verificar se os custos de uma atividade estão alinhados com os padrões do setor, pois o gerenciamento se concentra na redução de custos.

Rentabilidade do cliente

Embora a maioria dos custos incorridos para os clientes sejam simplesmente os custos dos produtos, também há um componente de custos indiretos, como altos níveis de serviço ao cliente, manipulação de devolução de produtos e acordos de marketing cooperativo.

Um sistema ABC pode solicitar esses custos indiretos adicionais e ajudar a determinar quais clientes estão realmente gerando um lucro razoável.

Custos de distribuição

A empresa típica utiliza diferentes canais de distribuição para vender seus produtos, como varejistas, Internet, distribuidores e catálogos por correio.

A maior parte do custo de manutenção de um canal de distribuição é uma sobrecarga; portanto, ao determinar razoavelmente quais canais de distribuição têm custos excessivos, você pode modificar a maneira como eles são usados ​​ou até eliminar canais não lucrativos.

Faça ou compre

O ABC fornece uma visão completa de cada custo associado à fabricação de um produto, para que você possa ver com precisão quais custos serão eliminados se um item for terceirizado e compará-los com os custos que serão mantidos.

Margens

Com a alocação adequada de custos indiretos de um sistema ABC, é possível determinar as margens de vários produtos, linhas de produtos e subsidiárias inteiras.

Isso é muito útil para determinar onde colocar os recursos da empresa para obter as maiores margens.

Preço mínimo

O preço do produto é realmente baseado no preço que o mercado pagará, mas você deve saber qual é o custo do produto, para evitar vender um produto que perde dinheiro em cada venda.

A ABC é muito boa em determinar quais custos gerais devem ser incluídos nesse custo mínimo, dependendo das circunstâncias em que os produtos são vendidos.

Vantagens e desvantagens

Custos ABC: etapas, importância, vantagens, exemplo 5

Vantagens

A vantagem fundamental do uso de um sistema ABC é determinar com mais precisão como os custos indiretos são usados ​​no produto.

Relacionado:  Harold Koontz: biografia, teoria da administração, contribuições

– Os custos ABC fornecem um modelo mais preciso de custos de produtos / serviços, levando a decisões de preços mais precisas.

– Aumenta a compreensão de sobrecarga e controladores de atividade.

– Torna as atividades mais caras e de valor agregado mais visíveis, permitindo que os gerentes as reduzam ou as eliminem.

– Permite uma melhor análise da rentabilidade do produto e do cliente.

Tomada de decisão

O ABC foi usado para apoiar decisões estratégicas, como preços, terceirização, identificação e medição de iniciativas de melhoria de processos.

Com a ABC, uma empresa pode estimar solidamente todos os componentes de custo de produtos, atividades e serviços, podendo ajudar com informações na tomada de decisões da empresa para:

-Identificar e eliminar produtos e serviços não rentáveis, reduzindo os preços daqueles que estão supervalorizados.

-Identifique e elimine processos de produção que são ineficazes, atribuindo conceitos de processamento para produzir o mesmo produto com melhor desempenho.

Desvantagens

Custos fixos como variáveis

O principal problema do ABC é que ele trata os custos fixos como se fossem variáveis. Por esse motivo, apresenta uma imagem imprecisa que pode levar a decisões erradas.

Rastreamento de custos

É difícil alocar alguns custos gerais para produtos, como o salário do diretor executivo.

Esses custos são chamados de “suporte comercial”. Eles não são atribuídos a produtos, porque não há método para isso.

No entanto, esse grupo de custos gerais não alocados deve ser coberto pela contribuição de cada um dos produtos.

Tempo de instalação

O sistema ABC é muito difícil de instalar. Como regra, sua implementação dura vários anos quando uma empresa tenta instalá-lo em todas as suas linhas de produtos.

É difícil manter um alto nível de apoio administrativo e orçamentário ao longo do tempo.

Relatório de tempo não utilizado

Quando os funcionários são solicitados a relatar o tempo dedicado a várias atividades, há uma forte tendência para que os valores relatados sejam iguais a 100% do seu tempo.

No entanto, há muito tempo livre no dia útil de qualquer pessoa, como pausas, reuniões, jogos na Internet etc. Os funcionários mascaram essas atividades alocando mais tempo para outras atividades.

Esses números inflados representam uma alocação incorreta de custos no sistema ABC.

Exemplo

Alex Erwin fundou a marca de móveis Interwood há 10 anos. Embora ele tenha 50 carpinteiros qualificados e 5 fornecedores em sua folha de pagamento, ele também se encarregou da contabilidade.

O valor total orçado das despesas gerais de fabricação da Interwood para o ano é de US $ 5.404.639. O total de horas de mão de obra orçada é de 20.000.

Alex aplicou o método tradicional de custos por 10 anos. A taxa de sobrecarga padrão foi baseada no total de horas de trabalho. No entanto, ele contratou um consultor que recomendou o uso do modelo de custo ABC.

Recentemente, o cliente Platinum fez um pedido de 150 unidades de sofás do tipo 6 lugares. Espera-se entregar o pedido em um mês. A platina será cobrada ao custo mais 25%.

Como o benefício do sistema de custos baseado em atividades excede o custo de implementação, Alex sentou-se com Aaron Mason, seu engenheiro-chefe, para identificar as atividades da empresa em sua divisão de sofás.

Estabelecimento de atividades

Em seguida, o custo anual (A) de cada atividade foi calculado, seu controlador de atividade e seu uso (B) foram identificados para cada atividade, e a taxa padrão (C) para cada atividade foi calculada. Os resultados estão resumidos abaixo:

Custos ABC: etapas, importância, vantagens, exemplo 6

Quando o pedido estava pronto para ser embalado, Aaron entregou um relatório do custo total incorrido, com uma lista das atividades realizadas para esse pedido, conforme mostrado:

Custos ABC: etapas, importância, vantagens, exemplo 7

Como todos os dados necessários já estão disponíveis, o custo do pedido pode ser calculado usando os custos ABC.

Atribuição de custos ao pedido

No custo ABC, o custo dos materiais diretos, o custo dos componentes comprados e o custo da mão-de-obra permanecem os mesmos do custo tradicional do produto.

No entanto, o valor atribuído das despesas gerais de fabricação é estimado com mais precisão.

A planilha a seguir estima as despesas gerais de fabricação que devem ser atribuídas ao pedido Platinum:

Custos ABC: etapas, importância, vantagens, exemplo 8

– Materiais diretos: US $ 25.000

-Componentes comprados: $ 35.000

– Custo do trabalho: US $ 15.600

-Gastos gerais de fabricação: $ 82.121

Portanto, o custo total do pedido de acordo com o custo baseado em atividades é: 25.000 + 35.000 + 15.600 + 82.121 = $ 157.721.

De acordo com esta estimativa precisa do custo do pedido, com base no modelo ABC, a fatura deve ser aumentada para: ($ 157.721 × 1,25) = $ 197.150.

Referências

  1. Wikipedia, a enciclopédia livre (2019). Custeio baseado em atividades. Retirado de: en.wikipedia.org.
  2. Will Kenton (2019). Custeio baseado em atividades (ABC). Investopedia. Retirado de: investopedia.com.
  3. Steven Bragg (2019). Custeio baseado em atividades. Ferramentas de contabilidade Retirado de: accountingtools.com.
  4. Meu curso de contabilidade (2019). O que é custeio baseado em atividades (ABC)? Retirado de: myaccountingcourse.com.
  5. Rachel Blakely-Gray (2018). Custeio baseado em atividades para pequenas empresas. Patriot Software Retirado de: patriotsoftware.com.
  6. CGMA (2013). Custeio baseado em atividades (ABC). Retirado de: cgma.org.
  7. Xplaind (2019). Custeio baseado em atividades Retirado de: xplaind.com.

Deixe um comentário