Demonstrações financeiras básicas: para que servem, cálculo, exemplos

As demonstrações financeiras básicas são registros formais que transmitem a negócios e desempenho financeiro de uma empresa. Eles são frequentemente auditados por contadores ou agências governamentais para garantir sua precisão e para fins fiscais, financeiros ou de investimento.

O conjunto de demonstrações financeiras geralmente contém uma demonstração do resultado, um balanço patrimonial e uma demonstração do fluxo de caixa. Eles também são conhecidos como relatórios financeiros. As informações e a posição financeira da empresa são apresentadas com uma estrutura, para que seja fácil de entender.

Demonstrações financeiras básicas: para que servem, cálculo, exemplos 1

Fonte: pixabay.com

Para grandes corporações, essas declarações podem ser complexas. Portanto, eles podem incluir uma discussão e análise da administração, além de um conjunto abrangente de notas de rodapé.

Essas notas descrevem mais detalhadamente cada item na demonstração do resultado, no balanço patrimonial e na demonstração do fluxo de caixa. As notas às demonstrações financeiras são consideradas parte integrante das mesmas.

Informação financeira

Essas declarações são preparadas para fornecer mais informações a usuários de fora da organização, como credores e investidores, sobre a saúde financeira da empresa.

As empresas de capital aberto também devem enviar essas declarações juntamente com outras em tempo hábil.

Para muitos gerentes, gerentes e investidores, as demonstrações financeiras são a principal ferramenta para obter informações sobre as finanças de uma empresa. Por esse motivo, a contabilidade financeira dá grande importância à importância, veracidade e precisão das informações nelas contidas.

Para que servem?

Eles são usados ​​por investidores e credores para avaliar o potencial de lucro e a situação financeira de uma organização. Eles são úteis pelos seguintes motivos:

– Determinar a capacidade de uma empresa gerar dinheiro.

– Determinar se uma empresa tem capacidade para pagar suas dívidas.

– Acompanhe os resultados financeiros para detectar problemas iminentes de rentabilidade.

– Gere indicadores financeiros que possam mostrar a condição do negócio.

– Investigue os detalhes de certas transações comerciais, descritas nas notas anexas às declarações.

As três principais demonstrações financeiras são a demonstração do resultado, o balanço patrimonial e a demonstração dos fluxos de caixa.

Balanço geral

Ajuda a avaliar a saúde financeira de uma empresa. Quando analisado em vários períodos contábeis, é possível identificar as tendências subjacentes na posição financeira da empresa.

É útil determinar o estado do risco de liquidez, risco financeiro, risco de crédito e risco comercial de uma entidade.

Quando usado em conjunto com as demonstrações financeiras dos concorrentes, o balanço ajuda a identificar relacionamentos e tendências que são indicativas de possíveis problemas ou áreas de melhoria.

Portanto, a análise do balanço patrimonial pode ajudar a prever a quantia, o momento e a volatilidade dos ganhos futuros da entidade.

Relacionado:  Fato gerador: técnicas de vendas e exemplo

Demonstração de Resultados

Ele fornece a base para medir o desempenho de uma empresa durante um ciclo contábil. Pode ser avaliado em termos do seguinte:

– Mudanças na receita de vendas no período e comparadas ao crescimento do setor.

– Variações na margem do lucro bruto, lucro operacional e lucro líquido do período.

– Aumento ou redução do lucro líquido, lucro operacional e lucro bruto durante o período.

– Comparação da rentabilidade da empresa com outras organizações que operam em indústrias ou setores similares.

Demonstração do fluxo de caixa

Ele fornece informações importantes sobre a solvência e liquidez de uma organização, essenciais para o crescimento e a sobrevivência de qualquer empresa.

Ao compilar as principais variações da situação financeira ao longo de um período, ajuda a distinguir as prioridades gerenciais.

Os dados do fluxo de caixa são mais objetivos do que o benefício financeiro apresentado na demonstração do resultado, suscetível a mudanças eloquentes causadas pelo uso de diferentes políticas contábeis.

As demonstrações financeiras básicas

– Balanço geral

Ele fornece uma visão geral dos ativos, passivos e patrimônio líquido de uma empresa, como uma fotografia ao longo do tempo. A data na parte superior do balanço indica quando essa foto foi tirada.

Ele registra a maneira pela qual os ativos recebem fundos, com passivos, por meio de empréstimos bancários ou com capital, por meio de lucros acumulados.

Os ativos são listados no balanço patrimonial em ordem de liquidez. Por outro lado, os passivos são listados na ordem em que serão pagos.

Ativos

– Caixa e equivalentes de caixa são ativos líquidos.

– Contas a receber são a quantia em dinheiro que os clientes devem à empresa pela venda de um produto ou serviço.

– inventários.

Passivo

– Dívidas, incluindo dívidas de longo prazo.

– Renda, impostos e lucros.

– Salários a pagar.

– Dividendos a pagar.

Património

É o total de ativos de uma organização menos seu total de passivos. Corresponde à quantidade de dinheiro que os acionistas receberiam se todos os ativos fossem liquidados e toda a dívida da organização fosse paga.

– Demonstração de resultados

Ele fornece uma visão geral das despesas, receitas e lucros de uma empresa durante um período específico de tempo.

O objetivo principal é transmitir detalhes sobre a rentabilidade das atividades comerciais. Também pode mostrar se as vendas ou receitas estão aumentando em comparação com outros períodos.

Tipos de renda

A receita operacional é a receita recebida basicamente pela venda de produtos ou serviços. Eles são gerados a partir das atividades comerciais essenciais de uma organização.

Relacionado:  Custos padrão: sistema, vantagens, desvantagens

As receitas não operacionais são aquelas recebidas através de tarefas que não pertencem à principal função da empresa. Alguns exemplos são:

– Renda proveniente do aluguel de um imóvel.

– Juros ganhos com dinheiro depositado no banco.

– Receita de associações estratégicas, como pagamentos de royalties.

Tipos de despesas

As despesas primárias são aquelas incorridas durante o processo de obtenção de receita com a principal atividade comercial.

Eles contêm o custo das mercadorias vendidas, despesas gerais e administrativas. Por exemplo, comissões de vendas, salários de funcionários e serviços públicos, como transporte e eletricidade.

As despesas secundárias incluem perdas com a liquidação de máquinas ou juros pagos com empréstimos.

– Demonstração do fluxo de caixa

Avalie até que ponto uma organização gera dinheiro para financiar suas despesas operacionais, pagar suas obrigações de dívida e financiar investimentos.

Permite que os investidores entendam como as operações de uma empresa funcionam, de onde vem o dinheiro e como é gasto. Ele também fornece informações sobre se uma empresa possui uma sólida base financeira.

Atividades operacionais

Ele contém todas as fontes e usos de dinheiro para gerenciar a empresa e vender os produtos ou serviços.

O caixa das operações é proveniente das diferentes transações realizadas no estoque, cobranças a clientes e vendas à vista.

Eles também incluem salários, pagamentos de impostos e juros, aluguéis e recebimentos de pagamentos a fornecedores.

Atividades de investimento

São todas as fontes e usos de dinheiro correspondentes aos investimentos de uma empresa no futuro a longo prazo.

Por exemplo, empréstimos recebidos de bancos ou concedidos a fornecedores, venda ou compra de um ativo ou qualquer pagamento relacionado a uma aquisição ou fusão.

Atividades de financiamento

São as fontes de caixa de bancos ou investidores, bem como o uso de dinheiro pago aos acionistas.

Por exemplo, emissão de dívida e capital, empréstimos bancários, recompra de ações, pagamento de dividendos e pagamentos de dívidas.

Como são calculadas as demonstrações financeiras?

Balanço geral

O balanço patrimonial é estruturado de forma que o total de ativos de uma empresa seja igual à soma do passivo mais o patrimônio líquido.

Os ativos podem ser financiados por fontes internas (capital social e lucros) ou crédito externo (empréstimos bancários, credores comerciais, etc.).

Como o total de ativos de uma empresa deve ser igual à quantidade de capital investido pelos proprietários e qualquer empréstimo, o ativo total deve ser igual à soma do capital e do passivo. Os totais do saldo são identificados da seguinte forma:

Relacionado:  Tipos de custos e suas características (com exemplos)

– O total de ativos é colocado no balanço patrimonial do período.

– Todos os passivos são totalizados, que devem ser uma lista separada no balanço.

– O patrimônio líquido total é colocado e esse número é adicionado ao passivo total.

– O total de ativos deve ser igual ao total do passivo mais o patrimônio total.

Isso leva à fórmula contábil do balanço patrimonial: Ativos = (Passivo + patrimônio líquido).

Demonstração de Resultados

É dedicado principalmente às despesas e receitas de uma organização por um período definido. Depois que as despesas da receita são subtraídas, o estado gera o valor dos ganhos de uma organização, chamado renda líquida.

As informações financeiras do período anterior são apresentadas juntamente com os resultados financeiros do período atual, a fim de facilitar a comparação do desempenho ao longo de um período.

Por exemplo, se uma organização estiver preparando a demonstração do resultado para o semestre encerrado em 31 de dezembro de 2018, os números comparativos do período anterior deverão estar relacionados aos seis meses findos em 31 de dezembro de 2017. Os totais da demonstração do resultado Os resultados são identificados da seguinte forma:

– Total de todas as receitas ou vendas do período.

– Total de todas as despesas e custos operacionais do negócio.

– As despesas totais da receita são subtraídas para obter a receita ou o lucro líquido do período.

A fórmula contábil geral da demonstração do resultado é: Lucro líquido = receita total – despesa total.

Demonstração do fluxo de caixa

Não existe uma fórmula para calcular uma demonstração do fluxo de caixa, mas contém três seções que informam o fluxo de caixa para as várias atividades nas quais uma empresa usou seu caixa.

Exemplos

A seguir, é apresentado um exemplo ilustrativo de um balanço patrimonial preparado para a empresa ABC:

Demonstrações financeiras básicas: para que servem, cálculo, exemplos 2

Um exemplo ilustrativo de uma demonstração de resultados preparada para a empresa ABC é o seguinte:

Demonstrações financeiras básicas: para que servem, cálculo, exemplos 3

A seguir, é apresentado um exemplo ilustrativo de uma demonstração de fluxo de caixa preparada para a empresa ABC:

Demonstrações financeiras básicas: para que servem, cálculo, exemplos 4

Referências

  1. Chris Murphy (2019). Demonstrações Financeiras Investopedia. Retirado de: investopedia.com.
  2. Wikipedia, a enciclopédia livre (2019). Demonstração financeira Retirado de: en.wikipedia.org.
  3. Contabilidade simplificada (2019). O que são demonstrações financeiras? Retirado de: accounting-simplified.com.
  4. Meu curso de contabilidade (2019). O que são demonstrações financeiras? Retirado de: myaccountingcourse.com.
  5. Steven Bragg (2018). Demonstrações financeiras Ferramentas de contabilidade Retirado de: accountingtools.com.
  6. Inc (2019). Demonstrações Financeiras Retirado de: inc.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies