Energia convencional: características, tipos, vantagens

A potência convencional é que a energia gerada a partir de n – fontes renováveis; isto é, eles não podem ser produzidos ou extraídos infinitamente da natureza. Além disso, as energias convencionais podem ser comercializadas como fontes de fornecimento de eletricidade para atender a grandes demandas de energia em todo o mundo.

É importante notar que o uso de recursos convencionais é limitado e seu uso indiscriminado induziu progressivamente a escassez de matérias-primas associadas. A energia convencional pode ser fornecida por dois tipos de combustíveis: fóssil e nuclear.

Energia convencional: características, tipos, vantagens 1

Os combustíveis fósseis são substâncias de alto conteúdo energético presentes na natureza de maneira finita, como carvão, gás natural, petróleo e seus derivados (querosene, diesel ou gasolina, por exemplo).

Os combustíveis nucleares são materiais usados ​​para a geração de energia nuclear, como combustíveis para reatores de pesquisa nuclear ou similares à base de óxidos.

Alguns especialistas incluem neste grupo fontes de energia renovável comumente usadas como água, que é usada na geração hidrelétrica.

Caracteristicas

As características mais importantes da energia convencional são as seguintes:

– A energia convencional é produzida pela conversão de recursos não renováveis ​​em energia elétrica, através da implementação de mecanismos térmicos, químicos ou de ciclo combinado. Se a energia hidrelétrica for considerada uma energia convencional, a conversão de energia mecânica em energia elétrica também deve ser considerada.

– Os recursos utilizados na geração de energia convencional têm uma presença limitada na natureza. Isso aumenta os níveis de exploração em todo o mundo.

– Devido ao ponto anterior, esses recursos geralmente são caros, uma vez que as fontes de energia convencionais são cada vez mais restritas e altamente valorizadas no mercado.

Relacionado:  O que é divisibilidade em física?

– Na maioria das vezes, as fontes de energia convencionais costumam ser altamente poluentes, pois o processo de conversão envolve a emissão de gases que afetam diretamente a pureza do ambiente.

– Isso afeta o aumento do aquecimento global, devido à afetação da camada de ozônio e ao aumento do efeito estufa.

– Ao longo da história, o princípio básico da geração de energia convencional permaneceu relativamente constante ao longo do tempo.

Exceto pelas implementações tecnológicas na automação de painéis, mecanismos de partida / desligamento e proteções elétricas, o princípio de operação das usinas geradoras é, em essência, o mesmo de 50 anos atrás.

As máquinas térmicas também melhoraram bastante sua eficiência ao longo dos anos, o que permitiu maximizar o desempenho obtido nos processos de geração de energia pela queima de combustível.

Tipos

A concepção tradicional de energias convencionais distingue dois grandes grupos de combustíveis não renováveis: combustíveis fósseis e combustíveis nucleares, cujos detalhes são detalhados abaixo.

Energia por transformação de combustíveis fósseis

Os combustíveis fósseis são encontrados na natureza devido à ação das variações de pressão e temperatura na biomassa de milhões de anos atrás. Vários processos de transformação levaram à formação desses recursos não renováveis ​​de importantes propriedades energéticas.

Os combustíveis fósseis mais reconhecidos em todo o mundo são gás natural, carvão e petróleo. Dependendo do caso, cada combustível é usado para gerar energia através de um processo diferente.

O carvão é a matéria-prima por excelência das usinas termelétricas. O combustível (carvão, petróleo ou gás natural) é queimado e o processo de combustão transforma a água em vapor com altos níveis de temperatura e pressão.

O vapor de água produzido, se conduzido a uma pressão apropriada, induz movimento em uma turbina conectada, por sua vez, a um gerador elétrico.

Relacionado:  Diagrama do corpo livre: como fazê-lo, exemplos, exercício

Energia da transformação de combustível nuclear

Combustíveis nucleares são os materiais que podem ser usados ​​para geração de energia nuclear, tanto em estado puro (fissão) quanto quando misturados com outro componente (fusão).

Esse tipo de geração ocorre devido às reações que ocorrem no núcleo atômico dos combustíveis nucleares. Os combustíveis nucleares mais usados ​​são o plutônio e o urânio.

Energia convencional: características, tipos, vantagens 2

Durante esse processo, grande parte da massa das partículas é transformada em energia. A liberação de energia durante as conversões nucleares é aproximadamente um milhão de vezes maior que a produzida nas reações químicas convencionais.

Nesse tipo de geração de energia convencional, dois tipos de reações são distinguidos:

Fissão nuclear

Consiste na divisão do núcleo atômico pesado. A ruptura do núcleo produz a emissão de uma poderosa radiação, juntamente com a liberação de uma quantidade importante de energia.

Finalmente, essa energia é transformada em calor. Este é o princípio de ação da maioria dos reatores nucleares em todo o mundo.

Fusão nuclear

Este é o processo contrário à fissão; isto é, é a fusão de dois núcleos atômicos leves, que juntos formam um núcleo atômico mais pesado e mais estável.

Da mesma forma, esse processo implica uma liberação de energia consideravelmente alta em comparação aos processos conservadores de geração de energia.

Vantagens

As vantagens mais representativas das energias convencionais são as seguintes:

– A extração de combustíveis fósseis é geralmente relativamente simples, assim como o armazenamento e o transporte desses materiais.

– Devido à massificação desses tipos de métodos, os custos associados (extração, infraestrutura, transporte) são consideravelmente mais baixos em comparação com a estrutura de custos da energia alternativa.

Relacionado:  Lei de Ampère: fórmula e equações, prova, exercícios

– A energia convencional é amplamente utilizada em todo o planeta, o que a consolidou como um processo comum e validado de geração de eletricidade em todo o mundo.

Desvantagens

As desvantagens mais importantes na implementação desse tipo de energia estão detalhadas abaixo:

– As fontes de extração de recursos não renováveis ​​são cada vez mais limitadas. Medidas devem ser tomadas quando a escassez dessas entradas for acentuada.

– As usinas termelétricas produzem emissões de gases poluentes durante o processo de combustão, como metano e / ou dióxido de carbono.

– No caso de usinas de geração nuclear, esse tipo de processo pode produzir resíduos radioativos de alto impacto para a humanidade, se o processo não for monitorado e controlado adequadamente.

Referências

  1. Centrais elétricas a carvão (2015). Recuperado de: tenaris.com
  2. Fontes de energia não renováveis ​​(2014). Recuperado de: comparatarifasenergia.es
  3. Energias convencionais (2018). Recuperado de: erenovable.com
  4. Milla, L. (2002). Evolução da energia convencional e não convencional. Recuperado de: sisbib.unmsm.edu.pe
  5. Wikipedia, A Enciclopédia Livre (2018). Combustível fóssil. Recuperado de: en.wikipedia.org
  6. Wikipedia, A Enciclopédia Livre (2018). Combustível nuclear. Recuperado de: en.wikipedia.org
  7. Wikipedia, A Enciclopédia Livre (2018). Energia não renovável Recuperado de: en.wikipedia.org

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies