Flora e fauna de Tabasco: espécies mais representativas

Tabasco, estado localizado no sudeste do México, possui uma rica diversidade de flora e fauna. Suas paisagens variam desde florestas tropicais até mangues, proporcionando um habitat ideal para uma grande variedade de espécies. Entre as espécies mais representativas da região estão o jaguar, o tucano, o macaco-aranha, o crocodilo de água salgada, além de uma grande variedade de plantas tropicais, como orquídeas, bromélias e palmeiras. A biodiversidade de Tabasco é um tesouro natural que deve ser preservado e protegido para as gerações futuras.

Entenda o significado da fauna e flora em poucas palavras e de forma simples.

Flora e fauna referem-se às plantas e animais presentes em determinada região. A flora inclui todas as plantas, como árvores, flores e arbustos, enquanto a fauna engloba os animais, como mamíferos, aves e répteis.

Flora e fauna de Tabasco: espécies mais representativas

Tabasco é conhecido por sua rica diversidade de flora e fauna. Alguns dos animais mais representativos da região incluem o jaguar, o tucano e a tartaruga marinha. Já em relação às plantas, destacam-se a palmeira real, a orquídea e o cacto.

Essas espécies desempenham um papel fundamental no equilíbrio ecológico de Tabasco, garantindo a manutenção do ecossistema local. É importante preservar e proteger a flora e fauna da região para garantir um ambiente saudável e sustentável para as gerações futuras.

Conheça os animais que fazem parte da fauna em nossa região e seus habitats.

A região de Tabasco, no México, é conhecida por abrigar uma grande diversidade de espécies animais em seus diversos habitats. Dentre os animais mais representativos da fauna local, podemos citar o jaguar, o tucano, o macaco-aranha e o tamanduá. Esses animais vivem em diferentes ambientes, como florestas tropicais, manguezais e savanas.

O jaguar, um dos maiores felinos das Américas, habita principalmente as florestas tropicais de Tabasco, onde encontra uma abundância de presas para se alimentar. Já o tucano, com seu colorido característico, pode ser encontrado nas copas das árvores das florestas e matas da região. O macaco-aranha, ágil e curioso, vive nas copas das árvores, de onde observa o movimento da floresta. Por fim, o tamanduá, com sua língua comprida e especializada em capturar formigas, habita tanto as florestas quanto os campos abertos.

É importante ressaltar a importância da preservação desses habitats para a sobrevivência dessas espécies. A destruição das florestas e a poluição dos rios colocam em risco a vida desses animais, que dependem do equilíbrio ambiental para sobreviver. Por isso, a conscientização e ações de conservação são fundamentais para garantir um futuro saudável para a fauna de Tabasco.

Descubra a diversidade da fauna e flora da sua região com exemplos de espécies locais.

Tabasco é um estado localizado no sul do México, conhecido por sua rica biodiversidade. A fauna e flora da região são verdadeiramente impressionantes, com uma grande variedade de espécies únicas e interessantes.

Na flora de Tabasco, destacam-se espécies como a ceiba, uma árvore imponente e sagrada para os povos indígenas locais. Outra espécie representativa é o copal, uma árvore cuja resina é utilizada em cerimônias tradicionais.

Quanto à fauna, Tabasco abriga uma grande diversidade de animais. Entre os mais representativos estão o tucano, com sua plumagem colorida e bico grande, e o macaco-aranha, conhecido por suas acrobacias nas árvores.

Além disso, Tabasco é lar de espécies aquáticas, como o peixe-boi e o crocodilo, que habitam os rios e manguezais da região. Aves como o garça-branca e o martim-pescador também são comuns por lá.

Em resumo, a diversidade da fauna e flora de Tabasco é impressionante, com espécies únicas e interessantes que merecem ser estudadas e preservadas.

Relacionado:  Washingtonia filifera: características, habitat, cuidados, doenças

A relevância da biodiversidade para a saúde e equilíbrio do planeta e da humanidade.

A biodiversidade é de extrema importância para a saúde e equilíbrio do planeta e da humanidade. A diversidade de espécies de flora e fauna contribui para a manutenção dos ecossistemas, garantindo serviços ecossistêmicos essenciais para a sobrevivência de todas as formas de vida.

Em Tabasco, no México, encontramos uma rica diversidade de espécies representativas, tanto na flora como na fauna. A região abriga uma grande variedade de plantas, animais e fungos que desempenham papéis fundamentais na manutenção do equilíbrio ecológico.

As espécies mais representativas de Tabasco incluem a pata de elefante, uma planta característica da região, e o quetzal, uma ave colorida e exuberante. Além disso, Tabasco é lar de diversas espécies de mamíferos, répteis e insetos que contribuem para a biodiversidade local.

A perda de biodiversidade pode ter graves consequências para a saúde do planeta e da humanidade. A destruição de habitats naturais, a poluição e as mudanças climáticas são algumas das ameaças que colocam em risco a diversidade de espécies em todo o mundo.

Portanto, é fundamental valorizar e proteger a biodiversidade, tanto em Tabasco como em todo o planeta. A conservação das espécies e dos ecossistemas é essencial para garantir um ambiente saudável e equilibrado para as gerações presentes e futuras.

Flora e fauna de Tabasco: espécies mais representativas

A flora e fauna de Tabasco é representada por espécies como corozo, borracha, pejelagarto e peru ocelado, entre outras. Tabasco é um estado do México, localizado ao sudeste do país.

Nesta região, chove abundantemente durante a maior parte do ano. Isso favorece a existência da floresta tropical, que cobre a maior parte desse estado. Além disso, nessa área, existem rios abundantes, zonas úmidas e pequenos lagos.

Flora e fauna de Tabasco: espécies mais representativas 1

Miconia Fonte: Forest & Kim Starr [CC BY 3.0 (https://creativecommons.org/licenses/by/3.0)] Iguana às riscas. Fonte: Nenhum autor legível por máquina é fornecido. Ruestz assumiu (com base em reivindicações de direitos autorais). [CC BY-SA 3.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/)]

O relevo de Tabasco é plano e baixo, com exceção de algumas áreas altas ao sul do território. Os afluentes dos rios Usumacinta e Grijalva criam solos férteis, adequados para a agricultura.

Tabasco flora

Corozo ( Attalea cohune )

Esta palmeira, que faz parte da família Arecaceae, está localizada do México à Colômbia. No México, está localizada nos estados de Nayarit, Tabasco, Sinaloa, Colima, Michoacán, entre outros. O corozo se desenvolve em solos arenosos, onde tem acesso às águas subterrâneas.

A altura desta planta varia entre 3 e 15 metros. As hastes são cinza escuro e crescem sozinhas. Além disso, eles medem 30 a 50 centímetros de diâmetro.

As folhas são verde-escuras, compostas e alternadas, no entanto, estão agrupadas na extremidade superior do caule. Da mesma forma, eles são instalados no ápice e têm um comprimento de até 9 metros. Eles têm almofadas longas, distribuídas regularmente por toda a coluna vertebral.

Em relação às inflorescências, ocorrem em panículas solitárias, com comprimento aproximado de 1,5 metro. Nascem inicialmente na posição vertical, mas depois, devido ao peso dos frutos, tornam-se pendentes. Nelas existem muitas pequenas flores amarelas, com brácteas pedunculares.

Os frutos são ovóides ou elípticos. Eles são enferrujados, mas quando maduros ficam marrom esverdeados.

Borracha ( Castela Elástica )

A borracha é uma árvore monopódica que pertence à família das moráceas. É nativo do México e da América Central. Está localizado nas selvas que estão a 780 metros acima do nível do mar.

Relacionado:  Regiões biogeográficas do mundo e suas características

A altura desta espécie varia de 20 a 25 metros. O tronco é reto, com um diâmetro aproximado de 60 centímetros. Os galhos crescem horizontalmente, separados um do outro e têm a forma de S. Eles também são peludos e grossos.

A casca cinza-marrom é lisa, embora possa ter algumas rachaduras. Além disso, possui lenticelas salientes, dispostas em linhas orientadas horizontalmente.

Com referência às folhas, elas têm uma margem ondulada, são grossas e simples. O limbo tem 20 a 45 centímetros de comprimento e 10 a 20 centímetros de largura. O feixe é verde escuro, enquanto o reverso é verde amarelado.

As flores masculinas têm um grande número de estames e crescem em grupos, em um grupo de 4. As fêmeas são sésseis e são encontradas em grupos solitários. Eles têm um cálice carnudo, são densamente pubescentes e têm um tom amarelo esverdeado.

Por outro lado, os frutos são cartilaginosos, cercados por um vermelhão ou perianto laranja.

Miconia ( Miconia calvescens )

O miconia é um pequeno arbusto, nativo das florestas tropicais americanas. Atualmente é considerada uma das espécies invasoras mais destrutivas, pois desloca as plantas nativas, ameaçando-as com sua extinção.

A altura desta planta é de 6 a 12 metros, apresentando hastes verticais e finas. Quando jovens, têm pêlos pequenos, são quadrangulares e esverdeados. No entanto, quando maduros, tornam-se arredondados e marrons.

No que diz respeito às folhas, são grandes e opostas, medindo entre 60 e 70 centímetros de comprimento. Eles têm uma forma obovada ou elíptica, com 3 veias paralelas que vão da base até a ponta. O topo é um tom verde escuro, enquanto o fundo é roxo iridescente.

As flores são numerosas e pequenas, formando grupos nas pontas terminais dos galhos. Eles têm cinco pétalas brancas ou rosa e cinco sépalas, que medem entre 1 e 3 milímetros. A inflorescência é uma panícula, onde são exibidas de 1000 a 3000 flores, tornando a miconia uma planta ornamental atraente.

Fauna de Tabasco

Pejelagarto (Atractosteus tropicus )

Este peixe actinopterigio é um dos membros da família Lepisosteidae. É um tipo de água doce, distribuída em estuários, rios, lagoas e pântanos do México à Costa Rica.

O pejelagarto tem um corpo alongado e robusto, atingindo um comprimento de até 125 centímetros e pesando 29 kg. O focinho é longo e largo, com uma forma cônica. Na zona frontal disso estão as narinas. Em cada mandíbula há presas grandes, na superior há duas fileiras e na inferior há uma fileira.

Possui rakers aplainados e grandes guelras. Aqueles que formam o primeiro arco branquial são intricados na borda superior. As barbatanas não têm espinhos. O peitoral está localizado na parte inferior do flanco, enquanto os pélvicos estão na área central do corpo.

A barbatana caudal é em forma de leque e coberta com escamas ósseas na parte superior. O corpo é revestido em escamas romboides, fortes e grandes. Estes são anexados um ao outro por uma união tipo plug.

Coloração

No estado adulto, o gaspar, como também é conhecido o Atractosteus tropicus , é marrom ou marrom escuro, com manchas escuras no topo. Uma faixa escura é distinguida ao longo dos flancos.

Quando a espécie é jovem, é escuro no topo e claro no ventral. Além disso, possui uma faixa escura nos flancos e outra na barriga, do opérculo à cauda.

Relacionado:  Variabilidade genética: causas, fontes e exemplos

Peru Ocellated ( Meleagris ocellata )

O peru ocelado é um pássaro galiforme que faz parte da família Phasianidae. É uma espécie endêmica da península de Yucatán, incluindo os estados de Chiapas, Tabasco, Yucatán, Quintana Roo e Campeche. Também é encontrado na Guatemala e Belize.

O comprimento deste animal é entre 70 e 90 centímetros. O macho pode pesar 4 kg, enquanto a fêmea atinge 3 kg.

Em ambos os sexos, a coloração das penas é o produto da mistura entre o verde iridescente e o bronze. No entanto, as fêmeas podem ter tons mais opacos, com maior tendência ao verde.

Em relação às penas caudais, elas são cinza azuladas, com um círculo ocular, azul acinzentado. Além disso, eles têm uma mancha de bronze azul perto da ponta, que termina em ouro brilhante.

A cabeça é azul, com algumas verrugas vermelhas ou alaranjadas, muito mais salientes nos machos. Estes têm uma pele azul carnuda, em forma de coroa, onde também existem nódulos na cabeça.

As pernas têm um tom vermelho forte e, em adultos, é observada a presença de esporas que podem medir de 3,8 a 5 centímetros.

Embora o peru das montanhas, como essa espécie também seja conhecida, possa voar pequenas distâncias, ele prefere correr para escapar do perigo. O macho emite uma espécie de twitter durante o acasalamento, enquanto a fêmea produz uma gargalhada, com sons fracos.

Iguana- riscada ( Ctenosaura similis )

Esta iguanida é a maior espécie do gênero Ctenosaura. Da mesma forma, é considerado um dos lagartos mais rápidos do planeta Terra, atingindo uma velocidade de 35 km / h.

Sua distribuição se estende do Panamá ao istmo de Tehuantepec, localizado no México. No entanto, foi introduzido em várias ilhas do Caribe e na Flórida, bem como na Colômbia.

A iguana listrada possui um saco gular altamente desenvolvido. Seus membros são musculosos e robustos. Esta espécie tem um comprimento, do focinho ao esgoto, entre 27,5 e 35 centímetros. A cauda pode ter até o dobro do comprimento do corpo.

O corpo está coberto de escamas. As costas são pequenas e um pouco sobrepostas, enquanto as que cobrem as extremidades são suavizadas e maiores.

Na linha dorsal, há uma fileira de espinhos alongados, que cobrem da cabeça à área caudal. Nos machos, eles são maiores e mais perceptíveis do que nas fêmeas.

A cauda tem anéis, formados por escamas espinhosas. Estes são separados por linhas de pequenas escalas.

Coloração e alimentação

Quanto à coloração, os filhotes têm um tom marrom acinzentado, com algumas manchas escuras. No estado adulto, são cinza claro ou bronze, com faixas escuras que variam da região dorsal à caudal.

Por outro lado, os jovens são insetívoros, enquanto os adultos podem comer caules, folhas e frutas. Além disso, eles poderiam se alimentar de pássaros, peixes e alguns roedores.

Referências

  1. Global Invasive Species Database (2019) Perfil da espécie: Miconia calvescens. Recuperado de iucngisd.org.
  2. Ramírez Bautista, A. e MC Arizmendi. (2004). Ctenosaura similis. História sistemática e natural de alguns anfíbios e répteis do México. Faculdade de Estudos Superiores Iztacala, Unidade de Biologia, Tecnologia e Protótipos (UBIPRO), Universidade Nacional Autônoma do México. Recuperado de conabio.gob.mx.
  3. Wikipedia (2019). Geografia Tabasbo. Recuperado de es.wikipedia.org.
  4. Enciclopédia britânica (2019). Tabasco, estado, México. Recuperado de britannica.com.
  5. Enciclopédia das Nações (2019). Tabasco Recuperado da naçõesciclopédia.

Deixe um comentário