Lista de Verificação: Recursos, Vantagens e Exemplos

A lista de verificação é uma ferramenta que serve principalmente como mecanismo de revisão das lições aprendidas em sala de aula. Pode ser usado para avaliar o conhecimento quantitativa ou qualitativamente, dependendo dos objetivos que você deseja alcançar.

As listas de verificação foram desenvolvidas com o objetivo de avaliar o desempenho das equipes de trabalho em algumas universidades públicas. No entanto, seu uso se estendeu rapidamente a muitas outras áreas no contexto educacional, devido à simplicidade de seu uso e às vantagens que possui.

Lista de Verificação: Recursos, Vantagens e Exemplos 1

Atualmente, são utilizados principalmente como ferramenta de avaliação para observar os conhecimentos adquiridos pelos alunos ao longo do curso. No entanto, as informações extraídas das listas de verificação também podem ser usadas para planejar uma intervenção ou melhorar o material educacional ou sua aplicação.

Caracteristicas

As listas de verificação consistem em um conjunto de características, aprendizado, qualidades e aspectos que os alunos são considerados no final de um curso. Sua principal função é registrar se cada um desses aspectos foi alcançado por um aluno em particular.

Como você só precisa se registrar se uma competição tiver sido adquirida ou não, seu formato tende a ser muito simples. Assim, a maioria das listas de verificação possui duas colunas: uma na qual cada aprendizado esperado é descrito e outra na qual é registrado se foi ou não alcançado.

Nas versões mais simples das listas de verificação, esse registro é feito incluindo um tique (✓) quando o aprendizado foi alcançado e uma cruz (X) quando não foi alcançado.

Em outras versões mais complexas, colunas diferentes podem ser usadas para diferenciar o aprendizado concluído daqueles que não foram alcançados pelo aluno. Você pode até deixar outro espaço para indicar as habilidades que estão em processo de aquisição.

Relacionado:  Planejamento argumentado: características, elementos e como fazê-lo

Além dessa operação básica, as listas de verificação geralmente têm características comuns. A seguir, veremos o mais importante:

Eles são baseados em observação objetiva

Uma das principais características das listas de verificação é que elas devem ser baseadas em dados verificáveis ​​e não na opinião do professor. Portanto, é necessário completá-las com observações derivadas de testes objetivos e testes padronizados na medida do possível.

No caso de serem avaliadas competências não tão simples de medir (como as habilidades interpessoais do aluno), seria necessário ter a opinião de pelo menos dois professores diferentes para tentar fazer uma avaliação o mais objetiva possível.

Eles devem ser planejados antes de iniciar o ensino

As listas de verificação acompanham o aprendizado esperado de um curso. Nesse sentido, uma vez indicadas as competências que os alunos desejam alcançar, criar uma lista de verificação é tão simples quanto adicionar uma coluna para indicar se elas foram alcançadas ou não.

Por outro lado, não é possível modificar o conteúdo das listas de verificação após o início do processo educacional. Isso evita todos os tipos de vieses na avaliação do desempenho dos alunos pelos professores.

Não é uma qualificação

Ao contrário de um boletim no qual a aprendizagem dos alunos é classificada com um número (geralmente de 1 a 10), as listas de verificação informam apenas se um objetivo de aprendizagem foi ou não alcançado. Portanto, eles são muito mais neutros e objetivos do que as qualificações tradicionais.

Uma exceção são aquelas listas de verificação que incluem uma coluna para indicar as lições que ainda estão em andamento. No entanto, mesmo estas dão origem a interpretações muito menos subjetivas do que as notas tradicionais.

Relacionado:  17 técnicas de relaxamento e jogos para crianças

Vantagens e desvantagens

A seguir, revisaremos alguns dos pontos fortes e fracos das listas de verificação no contexto de um processo de aprendizado.

Vantagens

Eles são simples de executar

Como eles são criados a partir da lista de aprendizado esperado (que os professores precisam realizar de qualquer maneira), as listas de verificação são uma das ferramentas de avaliação que exigem menos esforço para se preparar.

Por outro lado, concluí-los assim que o processo educacional terminar também é muito rápido e simples, o que aumenta ainda mais seu apelo como um dos principais métodos de avaliação a serem utilizados.

Eles são objetivos

Como mencionado acima, as listas de verificação devem fornecer os mesmos resultados, independentemente de quem os especialistas preencherem.

Isso é algo muito útil em um processo tão inerentemente subjetivo quanto a educação, no qual a opinião dos professores pode condicionar as notas recebidas pelos alunos.

Eles permitem adaptar o processo de ensino

Ao diferenciar claramente quais são as competências que um aluno deveria adquirir e traduzir em um único documento quais delas foram alcançadas e quais não foram, é mais fácil para o professor saber em quais partes do currículo é necessário se concentrar mais.

Assim, uma vez concluída a lista de verificação, o professor pode usá-la para mudar sua abordagem educacional e reforçar as partes do curso que se tornaram menos claras.

Desvantagens

Não reflete bem todos os tipos de aprendizado

Embora a objetividade seja um dos pontos fortes das listas de verificação, ela também pode se tornar uma de suas maiores desvantagens.

Em aspectos que não são tão facilmente mensuráveis ​​quanto a matemática ou a ciência, às vezes é difícil avaliar o aprendizado racionalmente.

Relacionado:  Qual é o período de latência? Recursos e estágios

Por exemplo, em áreas como música, habilidades sociais ou arte, abordagens excessivamente objetivas à avaliação podem causar mais problemas do que resolvem.

Eles não permitem uma classificação

Como as listas de verificação são baseadas apenas em determinar se determinados objetivos de aprendizado foram ou não alcançados, ficam aquém da decisão da nota final de um aluno.

Para isso, seria necessário o uso de outros tipos de processos de avaliação, como exames, testes ou trabalhos práticos.

Exemplo

Abaixo, você pode ver um exemplo real de uma lista de verificação, extraída da página Monografias, referenciada abaixo.

Lista de Verificação: Recursos, Vantagens e Exemplos 2

Referências

  1. “Listas de verificação, uma alternativa para avaliação” em: Monografias. Retirado em: 27 de maio de 2018 de Monographs: monografias.com.
  2. “Lista de verificação” em: Habilidades de ensino. Retirado em: 27 de maio de 2018 de Habilidades de ensino: hadoc.azc.uam.mx.
  3. “A lista de verificação” em: ABC. Retirado em: 27 de maio de 2018 da ABC: abc.com.py.
  4. “Lista de verificação e escala de apreciação” em: Planejamento. Retirado em: 27 de maio de 2018 de Planning: educarchile.cl.
  5. “Recursos para auto-instrução” em: Avaliação para aprendizagem. Retirado em: 27 de maio de 2018 de Assessment for learning: educarchile.cl.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies