Marjory Gordon: Padrões Funcionais

Marjory Gordon foi um professor e teórico americano que criou uma técnica de avaliação de enfermagem conhecida como padrões funcionais de Gordon. Este guia serviu para ajudar os enfermeiros a reconhecerem de maneira completa seus pacientes.

Gordon foi o primeiro presidente da NANDA (North American Nursing Diagnosis Association), uma associação cuja principal missão era padronizar o diagnóstico no campo da enfermagem. Ele também fez parte da Academia Americana de Enfermagem e recebeu o título de “lenda viva” pela mesma associação em 2009.

Marjory Gordon: Padrões Funcionais 1

Além disso, Marjory Gordon também foi professora emérita no Boston College, onde lecionou enfermagem. Foi nessa mesma universidade que ele obteve seu doutorado, depois de se formar na Universidade de Nova York.

Padrões funcionais de Marjory Gordon

Marjory Gordon era especialmente conhecida por criar o modelo de diagnóstico para enfermagem conhecido como padrões funcionais. Consiste em uma lista de atividades e comportamentos que contribuem para a saúde e a qualidade de vida das pessoas.

Para examinar os pacientes, são utilizadas perguntas e questionários, além de dados objetivos, retirados da observação do enfermeiro.

Marjory Gordon distinguiu onze padrões funcionais de comportamento em seu trabalho. A lista completa é a seguinte:

– percepção de saúde.

– Nutrição e metabolismo.

Eliminação.

– atividade e exercício.

– Durma e descanse.

– Cognição e percepção.

– Autopercepção e autoconceito.

– Papel e relacionamentos.

– Sexualidade e reprodução.

– tolerância ao estresse.

– Valores e crenças.

Percepção de saúde

Esse primeiro padrão procura determinar, com algumas perguntas, o grau de preocupação com a saúde do paciente, além de investigar seus hábitos e seu nível atual de bem-estar.

As perguntas tentam indagar sobre a saúde geral do paciente, como quantas vezes ele esteve doente nos últimos anos. Além disso, busca investigar os possíveis hábitos nocivos e benéficos da pessoa, como o uso de álcool ou tabaco, junk food, o nível de exercício habitual e outros dados.

Relacionado:  Manobras de Leopold: Técnicas, Vantagens, Limitações

Para verificar também o grau de autoconsciência que o paciente tem sobre seus próprios hábitos de saúde, geralmente são perguntados por que eles acham que sua doença atual ocorreu, se tentaram fazer algo para melhorar sua saúde ou se Siga as recomendações do seu médico.

Nutrição e metabolismo

Esse padrão se concentra no exame da quantidade de nutrientes e calorias que o paciente ingere e de seu relacionamento com as quantidades diárias necessárias. Portanto, algumas perguntas típicas são o que você come e bebe em um dia, se você perdeu ou ganhou peso recentemente ou se segue uma dieta específica.

Você também pode ser questionado sobre o uso de suplementos ou vitaminas, ou se teve algum problema com o apetite recentemente.

Eliminação

O terceiro padrão investiga o bom funcionamento do aparato excretor do corpo; isto é, da urina, suor e funções intestinais. Graças ao uso desse padrão, o enfermeiro pode descobrir a qualidade, quantidade e regularidade dos movimentos intestinais do paciente.

Novamente, a maioria das perguntas desse padrão se concentra na história do paciente. Algumas das perguntas podem ser: “Você já teve problemas no intestino ou na urina?” Ou “Você notou alguma mudança significativa nos últimos tempos?”

Se necessário, a enfermeira também pode solicitar amostras de urina ou fezes para fazer um diagnóstico mais completo.

Atividade e exercício

Esse padrão se concentra em investigar o nível de atividade física do paciente, tanto no exercício que ele realiza conscientemente quanto durante as tarefas diárias. Ele também tenta saber mais sobre a energia que o sujeito tem para realizar suas atividades diárias.

Dormir e descansar

O quinto padrão se concentra no estudo dos padrões de sono e repouso do paciente. Você tem energia suficiente depois de se levantar? Você costuma ter problemas para dormir ou acorda cedo? Você dorme as horas necessárias?

Relacionado:  Reflexão consensual: o que é e como é produzido

Se necessário, o paciente pode ser submetido a um estudo ao vivo para detectar problemas como apneia.

Cognição e percepção

Esse padrão tenta identificar a capacidade do paciente de perceber elementos de seu ambiente através dos cinco sentidos, além de sua capacidade de tomar decisões, seguir instruções, pensar logicamente e usar a memória.

Algumas das dificuldades mais comuns associadas a esse padrão são problemas de percepção (como miopia ou surdez) ou dificuldades de raciocínio e uso das informações disponíveis.

Autopercepção e autoconceito

Autoconceito e autopercepção têm a ver com a maneira como nos vemos. Você acredita em si mesmo? Como você se descreveria? Como você se sente com seu próprio corpo, com sua maneira de ser ou com suas emoções? Você se sente no controle de sua própria vida? Ou, pelo contrário, você acha que é escravo das circunstâncias?

Função e relacionamentos

Os relacionamentos interpessoais são uma das partes mais importantes da vida das pessoas. Esse padrão serve para investigar as relações do paciente com as pessoas ao seu redor; Por exemplo, como você se dá bem com sua família? Você se sente sozinho com frequência? Como você se relaciona com as pessoas em seu ambiente de trabalho ou estudo?

Se membros da família ou amigos estiverem presentes, a enfermeira também poderá observar as relações entre eles para obter dados objetivos.

Sexualidade e reprodução

Esse padrão deve ser usado apenas se for apropriado para a idade e situação específicas do paciente.

Se o enfermeiro achar necessário saber mais sobre o assunto, ele poderá fazer as seguintes perguntas: Você costuma fazer sexo? Você está satisfeito com eles? Ou, pelo contrário, você experimenta algum tipo de problema? Você normalmente usa algum tipo de contraceptivo?

Relacionado:  Broncograma aéreo: sintomas, causas e tratamentos

Tolerância ao estresse

Esse padrão é responsável pelo estudo dos níveis de estresse dos pacientes, examinando sua maneira de lidar com situações complicadas da vida e as situações difíceis que eles tiveram que viver nos últimos tempos.

Algumas das perguntas mais usadas são: como você lida com o estresse? Você passou por uma grande crise ou mudança no último ano?

Valores e crenças

O paciente recebe o que é proposto na vida? Você tem planos importantes para o futuro? Você tem alguma crença que o ajude a lidar com situações complicadas?

Esse padrão é responsável por estudar a maneira pela qual o paciente enfrenta a vida e se relaciona com o mundo e com ele próprio.

Referências

  1. “Marjory Gordon” em: Wikipedia. Retirado em: 9 de março de 2018 da Wikipedia: en.wikipedia.org.
  2. “Padrões Funcionais de Saúde de Gordon” em: Wikipedia. Retirado em: 9 de março de 2018 da Wikipedia: en.wikipedia.org.
  3. “Padrões funcionais de Marjory Gordon” em: MindMeister. Retirado em: 9 de março de 2018 de MindMeister: mindmeister.com.
  4. “Tipologia de padrões funcionais” em: Observatório de Metodologia de Enfermagem. Retirado em: 9 de março de 2018 do Observatório de Metodologia de Enfermagem: ome.es.
  5. “Padrões Funcionais de Saúde” em: Teorias de Enfermagem. Retirado em: 9 de março de 2018 de Teorias de Enfermagem: currentnursing.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies