Masaaki Imai: biografia, contribuições e obras publicadas

Masaaki Imai: biografia, contribuições e obras publicadas

Masaaki Imai é consultor de gestão e teórico de organização de negócios nascido em Tóquio em 1930. Sua principal contribuição é no campo de otimização da operação da empresa, especialmente a industrial. Assim, o trabalho deles foi baseado na aplicação do chamado sistema Kaizen e na sua extensão em todo o mundo.

Imai se formou na Universidade da capital japonesa em 1955, em um contexto de recuperação econômica após a derrota de seu país na Segunda Guerra Mundial. A chegada dos teóricos americanos ao Japão trouxe novos métodos de produção e a incorporação de ferramentas como a estatística.

O teórico japonês foi um dos que tentaram combinar essas novas ferramentas com outras típicas da filosofia do país. O resultado foi o sistema Kaizen, baseado na melhoria contínua, um conceito contrário à conformidade.

Os trabalhos escritos por Imai contribuíram para o fato de o Kaizen começar a ser utilizado por empresas em todo o mundo. O autor também fundou o Kaizen Institute Consulting Group, cuja principal tarefa é assessorar as empresas que pretendem implementar o sistema e as ferramentas para melhoria contínua e controle de qualidade.

Biografia

Masaaki Imai veio ao mundo em Tóquio, capital do Japão, em 1930. Concluiu os estudos universitários na mesma localidade e se formou em 1955 com um artigo sobre relações internacionais. Já naquela época, ele demonstrou interesse no conceito de melhoria contínua.

Após concluir seus estudos, Imai mudou-se para os Estados Unidos para começar a trabalhar no Centro Japonês de Produtividade. Seu trabalho era orientar grupos de executivos japoneses que visitavam o país através de várias empresas americanas.

Cambridge Corporation

Depois de trabalhar por alguns anos nos Estados Unidos, a experiência adquirida permitiu que Imai abrisse sua própria empresa, em 1962. A Cambridge Corporation, o nome da empresa, dedicou-se ao recrutamento de executivos baseados em Tóquio.

A partir de então, ele também começou a trabalhar como consultor para as empresas internacionais que os contratavam. Durante esse estágio, ele aconselhou mais de 200 empresas a melhorar seus sistemas organizacionais e de contratação.

Esse trabalho como consultor durou até 1976. Naquele ano, Imai ganhou considerável prestígio por seu trabalho. Isso o levou a ser nomeado presidente da Federação Japonesa de Associações de Agências de Recrutamento e Emprego. Masaaki Imai permaneceu nessa posição por 10 anos.

Análise sobre o Japão

Nos últimos anos, Imai combinou seus diferentes trabalhos com o estudo dos modelos de gestão de negócios presentes no Japão. O teórico prestou atenção especial aos diferentes sistemas com os quais a indústria japonesa tentou se recuperar após a derrota na Segunda Guerra Mundial.

Todas as informações que ele coletou o ajudaram a melhorar seus próprios programas de organização e gestão de negócios.

Grupo de Consultoria do Instituto Kaizen

Um dos momentos mais importantes dentro do vagão Masaaki Imai ocorreu em 1985, quando ele fundou o Kaizen Institute Consulting Group. O objetivo desta empresa é aconselhar empresas de fora do Japão a aplicar corretamente a filosofia Kaizen ou de melhoria contínua.

No ano seguinte, o consultor publicou seu livro Kaizen, a chave para a vantagem competitiva do Japão. Em muito pouco tempo, o trabalho se tornou um sucesso global e significou a introdução do método Kaizen em todo o planeta. O livro vendeu mais de 300.000 cópias e foi traduzido para 16 idiomas.

Nos últimos 30 anos, Imai publicou outros livros e artigos que se aprofundaram na melhoria da gestão de negócios. Da mesma forma, ele viajou por grande parte do planeta realizando conferências sobre o assunto.

Presente

Apesar de sua idade avançada, Masaaki Imai continua ativo. Atualmente, ele continua a oferecer palestras sobre Kaizen em universidades ou empresas que o solicitam. Além disso, ele recebeu vários reconhecimentos públicos e privados por seu trabalho.

Contribuições para qualidade e administração

O nome Masaaki Imai está intimamente relacionado ao método Kaizen, um sistema que visa melhorar a operação da empresa industrial.

O Kaizen se originou no Japão nos anos seguintes à sua derrota na Segunda Guerra Mundial. Naquela época, o país estava sob ocupação americana e estava passando por uma grande crise econômica.

Os americanos trouxeram para o Japão o uso de estatísticas para controlar a qualidade dos processos de produção. Da mesma forma, eles começaram a desenvolver alguns programas de treinamento.

Os ensinamentos dados por profissionais como Joseph Duran ou William Deming foram imediatamente assimilados pelos japoneses. Além disso, em pouco tempo, eles fundiram os métodos que os americanos trouxeram com sua própria filosofia de melhoria.

O resultado dessa mistura foi o Kaizen, cuja utilização foi uma das chaves para a grande recuperação experimentada pela indústria japonesa nos anos seguintes.

Masaaki Imai foi um dos autores que mais influenciou a aplicação do Kaizen nas empresas. Além disso, ele foi responsável pelo espalhamento do sistema para outras partes do planeta.

O que é o Kaizen

A palavra Kaizen é formada pela palavra “kai”, que significa “mudança” em japonês, e por “zen”, que pode ser traduzido como “para melhor”.

Assim, a tradução Kaizen é, mais ou menos, “a ação da mudança”. Essa mudança é entendida como uma melhoria contínua, gradual e ordenada. O objetivo final é eliminar tudo o que reduz a eficiência da produção industrial.

Para implementar o Kaizen, é obrigatório que todos os componentes da empresa mudem sua maneira de pensar. É, nesse sentido, uma filosofia completa e não apenas uma série de metodologias a serem aplicadas.

A principal mensagem do Kaizen é que todos os dias deve haver algum tipo de melhoria na empresa.

O conceito, como explica Imai, vai além de sua identificação clássica com Qualidade Total. Para o autor, pode ser semelhante a um guarda-chuva que abrange um grande número de práticas japonesas, entre as quais, além da Qualidade Total, Just in Time (Just in Time) ou Círculos de Qualidade.

Kaizen de acordo com Imai

O autor explicou sua visão dessa filosofia em seu livro Kaizen, a chave para a vantagem competitiva japonesa . Ele também fez isso de uma maneira muito didática e simples.

Em suas próprias palavras “Kaizen significa melhoria, ainda mais, significa melhoria progressiva que envolve todos e isso significa que nosso modo de vida, seja no trabalho ou na vida social e familiar, é tão valioso que merece ser constantemente aprimorado “

Para Imai, o Kaizen une a essência de todas as práticas administrativas desenvolvidas no Japão. Isso inclui, para dar alguns exemplos, as atividades para controlar a qualidade, os círculos de qualidade, os defeitos zero ou a melhoria da produtividade.

Uma das principais diferenças do Kaizen em comparação com outros sistemas ocidentais é que ele se concentra nas pessoas que trabalham na indústria, independentemente da área.

Por outro lado, o Kaizen é baseado na chamada Cultura da Qualidade Total, na qual alcançar esse ponto é essencial para satisfazer o cliente.

Imai como promotor do Kaizen

Na década de 1970, a indústria americana começou a usar alguns sistemas de trabalho comprovadamente eficazes no Japão. Estes eram métodos como controle de qualidade total ou Just in Time, juntamente com outros que foram protegidos pela metáfora abrangente de que Imai falou.

No entanto, a verdadeira expansão da filosofia Kaizen não ocorreu até Imai publicar seu livro: Kaizen, a chave para a vantagem competitiva japonesa . Esta publicação, juntamente com a fundação do Instituto Kaizen, fez do autor uma referência internacional para todas as indústrias que desejavam implementar o sistema.

Trabalhos publicados

Masaaki Imai é autor de vários livros e artigos nos quais discute a filosofia e as técnicas Kaizen para melhorar os processos de produção na indústria.

Kaizen, a chave para a vantagem competitiva japonesa

Este livro, talvez o mais conhecido de seu autor, foi publicado em 1986 e obteve sucesso global imediato.

Com este trabalho, a Masaaki introduziu o conceito Kaizen para empresas fora do Japão. Suas vendas ultrapassaram 300.000 cópias e foram traduzidas para 16 idiomas.

Gemba Kaizen. Como implementar o Kaizen no local de trabalho

Pouco mais de dez anos após a publicação do primeiro de seus livros sobre Kaizen, Imai publicou um novo tratado focado em explicar as várias técnicas destinadas a otimizar resultados nas áreas mais importantes de gestão de negócios.

O termo Gemba foi definido pelo autor como o local real onde os produtos são desenvolvidos, da tabela de design ao laboratório, passando pela planta de produção ou pela seção de logística. É nesses locais que o Kaizen atua, gerando melhorias que multiplicam os sucessos da empresa.

O livro ressalta que, diferentemente de outros métodos, o Kaizen não requer tecnologias modernas para gerar benefícios. Como o próprio Imai aponta, “as melhores soluções são as simples”.

Outros trabalhos

– 1975. O empresário japonês: uma introdução ao seu comportamento e estratégia de negócios

– 1978. Nunca aceite o SIM como resposta – Uma análise interna das empresas japonesas para empresários estrangeiros. The Simul Press Inc.

– 1985. 16 maneiras de evitar dizer não

– 1986. Kaizen, a chave para a vantagem competitiva japonesa

– 1997. Gemba Kaizen. Foco na melhoria contínua da estratégia

– 1999. Gemba Kaizen. Comunicações Berrett-Koehler

– Como implementar o Kaizen no local de trabalho (Gemba)

Referências

  1. Instituto Kaizen Espanha. Masaaki Imai. Fundador do Instituto Kaizen. Obtido de es.kaizen.com
  2. História e biografia. Biografia de Masaaki Imai. Obtido em historia-biografia.com
  3. BPI. Masaaki Imai. Obtido em leansixsigmadefinition.com
  4. Revolvy. Masaaki Imai. Obtido em revolvy.com
  5. Kanbanchi. O que é o Kaizen? Obtido em kanbanchi.com
  6. Escola de Negócios de Lviv da UCU. Masaaki Imai, fundador da filosofia Kaizen. Obtido em lvbs.com.ua

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies