O que é sinartrose? Características e Tipos

Sinartrose é um conceito usado para se referir a articulações que têm quase ou nenhum movimento, isto é, ossos que estão interconectados, mas não podem se mover em nenhuma direção.

A sinartrose pode ocorrer no sistema esquelético pela união dos ossos através do tecido conjuntivo fibroso ou pela fixação de um osso em outro que funciona como uma cavidade receptora.

O que é sinartrose? Características e Tipos 1

Sua função está associada à de oferecer proteção e suporte.Existem vários casos de sinartrose, um deles é representado pelos ossos do crânio; estando também na face e nos ossos longos em crescimento.

Características da sinartrose

Sinartrose é uma condição fisiológica normal; Sua característica mais proeminente é que a cavidade articular e a cápsula sinovial não estão presentes, como ocorre nas outras articulações onde a mobilidade é gerada.

Há casos em que a sinartrose ocorre devido a falhas genéticas, em partes anatômicas onde não deveria existir, gerando uma patologia.

No caso de ossos em crescimento, a articulação sinartrótica está presente enquanto eles se desenvolvem. Uma vez que o crescimento culmina, os ossos são unidos através da ossificação do tecido e, em seguida, ocorre a sostose.

Classificação de articulações não móveis ou sinartrose

Dependendo da estrutura das articulações ósseas, a sinartrose pode ser classificada como:

Sutura

Chamada de sinfibrose da sutura, referida à união dos ossos por um tecido conjuntivo fibroso denso. Eles apresentam várias formas de união:

  • Sinfibrose de sutura Serrata : recebe esse nome, pois a união dos ossos é apresentada irregularmente, encaixando-se na forma de uma “serra”. Exemplo disso: a união fronto-parietal.
  • Sinfibrose de sutura escamosa : dois ossos se unem através de bordas chanfradas. Exemplo: união parieto-temporal.
  • Sinfibrose da sutura harmônica : possuem bordas planas na junção dos ossos. Exemplo: a junção naso-nasal.
  • Sindibrose sindibrose esquindilose : resulta da articulação na qual uma fina placa óssea está embutida em uma fenda formada por outros dois ossos próximos. Exemplo: o rostro esfenoidal e a placa perpendicular do etmóide com o vômer.

Sindesmose

Nesse tipo de sinartrose, um tecido conjuntivo fibroso menos denso está presente do que no da sutura, permitindo apenas uma mobilidade muito leve entre os ossos.Essa ligeira mobilidade não deve ser confundida com os tipos de articulações diartrosicas ou anfiartrósicas.

Esse tipo de sinartrose é observado na união dos ossos que são separados um do outro, sendo então unidos por uma membrana interposta entre os dois ossos, denominada membrana interóssea. Exemplo: articulação tibioperoneal.

Gonfose

É o resultado do enclave de um osso dentro de outro, como em uma espécie de cavilha. É o caso dos dentes nas bordas alveolares da mandíbula.

Sinondondose

Neste caso de sinartrose, não há união típica de ossos com tecido fibroso; ocorre a união dos ossos e cartilagens. Um exemplo disso são as articulações condrocostais.

Sinostose

Os ossos são fundidos um com o outro, geralmente ocorrem no crescimento de ossos,

Referências

  1. Clínica da Universidade de Navarra (2015). Dicionário médico: Sinartrose. Recuperado de cun.es.
  2. Biblioteca da Abadia de Monserrat. (2010). Curso completo de anatomia humana. P. 35
  3. IMAIOS. E-anatomia: estruturas anatômicas. Recuperado em i maios.com
  4. Faculdade das montanhas de Geórgia. Biologia: Articulações. Recuperado de highlands.edu.
  5. Mc Graw Hill Educação. Fisiologia da Anatomia: A unidade de forma e função. Recuperado de palmbeachstate.edu.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies