Os 11 indicadores socioeconômicos mais importantes

Os sócio – indicadores econômicos são medidas estatísticos relativos as dimensões sociais e econômicas da sociedade humana . É um elemento de análise amplamente utilizado pelas ciências sociais na análise da sociedade e na elaboração de políticas públicas.

Os indicadores socioeconômicos estão ligados a fenômenos sociais e econômicos específicos que podem ser adotados. Esses tipos de medidas nascem de um referencial teórico, amplamente realizado por profissionais das ciências sociais, estatística ou políticas públicas.

Os 11 indicadores socioeconômicos mais importantes 1

pixabay.com

Outra característica dos indicadores é que eles devem ser duráveis ​​ao longo do tempo. Somente dessa maneira podemos observar, de forma comparativa, a evolução de um fenômeno específico ao longo do tempo. Muitos dos indicadores socioeconômicos têm caráter internacional e permitem a comparação do mesmo fato social entre diferentes sociedades.

Como regra geral, a construção de um indicador socioeconômico não requer cálculos matemáticos ou estatísticos complexos. Nesse sentido, são medidas, principalmente numéricas, claras e precisas.

Lista dos principais indicadores socioeconômicos

O uso combinado de indicadores sociais e econômicos é essencial para uma correta interpretação da realidade social. Uma sociedade pode crescer economicamente e não registrar com esse crescimento qualquer melhoria social. É por isso que o desenvolvimento de uma sociedade deve ser analisado em termos econômicos e sociais.

Por esse motivo, a maioria dos países trabalha com sistemas de indicadores econômicos e sociais que cobrem quase todas as áreas da sociedade. Os principais indicadores socioeconômicos utilizados são explicados abaixo.

Indicadores da estrutura social

As áreas mais comuns da dimensão social são oito. Entre eles, encontramos: população, educação, moradia, saúde, moradia, trabalho, coesão social e pobreza.

População

Os indicadores populacionais fornecem informações sobre políticas públicas. O volume, a composição e a taxa de crescimento da população são variáveis ​​que determinam, de forma definitiva, o funcionamento de uma sociedade.

Relacionado:  Canais de distribuição: funções, tipos e exemplos

Educação

O estudo da educação é importante por duas grandes razões. Por um lado, a educação é um direito básico da população e, portanto, deve-se garantir que a maioria ou todos os cidadãos tenham acesso a níveis mínimos de treinamento.

Por outro lado, a educação está intimamente ligada a outras áreas fundamentais do campo social. O nível de treinamento das pessoas tem impacto em áreas como saúde, mercado de trabalho, participação social, etc.

Casas

A análise da estrutura das famílias nos permite inferir o grau de proteção social que os indivíduos possuem. Quando o Estado não pode oferecer cobertura em termos de trabalho, saúde e previdência social, a única instituição disponível para as pessoas é a família.

Saude

Ter informações atualizadas sobre a situação de saúde dos cidadãos é a única maneira de otimizar os recursos de saúde. Por outro lado, uma alta prevalência de uma determinada doença entre os cidadãos obriga os governos a investigá-la.

Habitação

Os indicadores de habitação coletam informações sobre as características físicas das famílias e os serviços básicos disponíveis para seus ocupantes. Esses tipos de indicadores são fundamentais, pois têm um forte valor para radiografar a população, tanto em termos econômicos quanto sociais.

Trabalho

Este tipo de indicadores inclui as atividades que visam a produção de bens e serviços, em troca de remuneração. Este indicador funciona como uma conexão entre a dimensão social e a dimensão econômica.

Em um cenário ideal, um crescimento na renda recebida pelos trabalhadores deve ocorrer sem que eles renunciem a seus direitos.

Nesse sentido, as leis da maioria dos países estabelecem que os trabalhadores têm certos direitos. Por exemplo, o direito de férias, um salário mínimo, a ser segurado em termos de risco ocupacional, etc.

Relacionado:  14 Características dos Liberais e Conservadores

Coesão social

A realidade social está mudando constantemente. É por isso que a análise de problemas emergentes é essencial para se ter uma imagem completa da sociedade.

A coesão social, portanto, lida com problemas como exclusão social, violência entre famílias, condições dos deficientes, etc.

Pobreza

Os indicadores de pobreza analisam aspectos quantificáveis ​​do bem-estar. Ou seja, eles se concentram em conceitos relacionados a padrões de vida ou falta de recursos.

A pobreza é medida sob duas perspectivas diferentes. Uma perspectiva se concentra na análise da falta de possibilidades para desenvolver plenamente a vida. Este fato, em termos de pobreza, é medido pela falta de renda.

A outra perspectiva se concentra em necessidades básicas insatisfeitas. Esse modelo é mais complexo, pois requer a definição de uma lista de necessidades básicas que devem ser satisfeitas na sociedade.

Certas condições de moradia, frequência escolar e recursos financeiros suficientes para sobreviver são as mais comuns.

Indicadores de estrutura econômica

A análise dos indicadores da estrutura econômica é usada não apenas para avaliar a situação de uma determinada sociedade, mas também para avaliar o resultado dos programas governamentais. Entre os indicadores de estrutura econômica, podemos encontrar diferentes tipos.

Indicadores de Conjuntura

Os indicadores de curto prazo (ou contexto) concentram-se na análise dos principais setores econômicos e refletem sua evolução no curto prazo.

Esse tipo de indicador não inclui toda a realidade que afeta um setor, mas é uma parte importante na previsão de mudanças setoriais.

Indicadores de expectativa

Indicadores de expectativas (ou sentimentos econômicos) lidam com confiança. Pesquisas de confiança são realizadas anualmente, tanto entre empresários quanto entre consumidores. Esse tipo de informação permite antecipar mudanças no funcionamento da atividade econômica de um país.

Relacionado:  5 Estratégias de sustentabilidade para o cenário econômico

Indicadores de produtividade e qualidade

Os indicadores de produtividade e qualidade concentram sua atenção na avaliação do desempenho dos setores econômicos. Sua análise é realizada por grandes setores ou subsetores, ou por unidades menores, como a empresa.

Este tipo de indicadores é de vital importância para o desenvolvimento. Somente um aumento na eficácia setorial pode fornecer os recursos necessários para garantir, simultaneamente, um aumento no bem-estar dos trabalhadores e na produção.

Referências

  1. Gentile, N., & López, MT Sistema de indicadores econômicos e sociais: a importância da análise integrada. Argentina: Centro de pesquisa, monitoramento e monitoramento de desenvolvimento. Recuperado em 27 de junho de 2018, de eco.mdp.edu.ar.
  2. Londoño Mora, PA, Kurlat, ME e Jorge Agüero, M. Conjunto de indicadores sociodemográficos para um sistema de apoio na tomada de decisão. Recuperado em 29 de junho de 2018, de Palermo.edu.
  3. Indicadores socioeconômicos Recuperado em 29 de junho de 2018, de si-educa.net.
  4. Indicador social. Na Wikipedia Recuperado em 30 de junho de 2018, em wikipedia.org.
  5. Estrutura Social Na Wikipedia Recuperado em 30 de junho de 2018, em en.wikipedia.org.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies