Os 4 tipos de acidente vascular cerebral (sintomas e causas)

O acidente vascular cerebral (AVC) é uma condição grave que ocorre quando o fluxo sanguíneo para uma parte do cérebro é interrompido, resultando em danos às células cerebrais. Existem quatro tipos principais de AVC, cada um com sintomas e causas específicas. Esses tipos incluem o AVC isquêmico, causado por um bloqueio no fluxo sanguíneo para o cérebro; o AVC hemorrágico, causado por um vazamento de sangue no cérebro; o AVC lacunar, que afeta pequenos vasos sanguíneos no cérebro; e o AVC transitório, que é uma forma temporária de AVC. É importante reconhecer os sintomas de um AVC e procurar ajuda médica imediata, pois o tratamento precoce pode ajudar a minimizar os danos e melhorar as chances de recuperação.

Conheça os quatro tipos de Acidente Vascular Cerebral (AVC) que podem ocorrer.

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma condição grave que pode causar danos ao cérebro e afetar a função do corpo. Existem quatro tipos principais de AVC, cada um com sintomas e causas específicas.

1. AVC isquêmico:

O AVC isquêmico ocorre quando um vaso sanguíneo no cérebro é bloqueado, impedindo a passagem de sangue e oxigênio. Isso pode resultar em danos às células cerebrais e levar a sintomas como fraqueza em um lado do corpo, dificuldade de fala e perda de visão.

2. AVC hemorrágico:

O AVC hemorrágico acontece quando um vaso sanguíneo no cérebro se rompe, causando sangramento no tecido cerebral. Os sintomas incluem dor de cabeça súbita e intensa, confusão, e perda de consciência.

3. AVC lacunar:

O AVC lacunar ocorre quando pequenos vasos sanguíneos no cérebro são bloqueados, resultando em danos nas áreas profundas do cérebro. Os sintomas podem incluir fraqueza ou dormência em um lado do corpo e dificuldade de movimento.

4. AVC criptogênico:

O AVC criptogênico é um tipo de AVC cuja causa não é identificada. Os sintomas são semelhantes aos de outros tipos de AVC e podem incluir tontura, dificuldade de equilíbrio e alterações na visão.

É importante reconhecer os sintomas de um AVC e procurar ajuda médica imediatamente. O tratamento precoce pode ajudar a minimizar os danos causados pelo AVC e melhorar as chances de recuperação.

Principais sinais e sintomas do AVC: saiba identificar os sinais de alerta.

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma condição grave que pode ocorrer devido a diferentes fatores. Existem 4 tipos de AVC, cada um com seus próprios sintomas e causas. É importante estar ciente dos sinais de alerta para buscar ajuda médica o mais rápido possível.

O AVC isquêmico ocorre quando um vaso sanguíneo que irriga o cérebro é obstruído, causando falta de oxigênio e nutrientes para as células cerebrais. Os sintomas incluem fraqueza em um lado do corpo, dificuldade para falar e perda de visão em um olho.

Já o AVC hemorrágico acontece quando um vaso sanguíneo se rompe no cérebro, causando sangramento. Os sintomas incluem dor de cabeça súbita e intensa, confusão mental e perda de consciência.

O AVC lacunar é um tipo de AVC isquêmico que afeta as pequenas artérias do cérebro. Os sintomas incluem formigamento em um lado do corpo, dificuldade para caminhar e perda de coordenação.

Relacionado:  Alzheimer: causas, sintomas, tratamento e prevenção

Por fim, o AVC criptogênico ocorre quando a causa do AVC não pode ser identificada. Os sintomas podem variar e incluem tonturas, problemas de equilíbrio e dificuldade para engolir.

É fundamental estar atento aos sinais de alerta e buscar ajuda médica imediatamente caso você ou alguém próximo apresente algum desses sintomas. O diagnóstico e tratamento precoces são essenciais para minimizar as sequelas e melhorar o prognóstico do paciente.

Entenda o que é AVC de grau 4 e suas consequências para a saúde.

O acidente vascular cerebral (AVC) é uma condição grave que pode ser classificada em quatro tipos, sendo o AVC de grau 4 o mais severo. Neste tipo de AVC, ocorre um bloqueio ou ruptura dos vasos sanguíneos que irrigam o cérebro, resultando em danos significativos para a saúde.

As consequências do AVC de grau 4 podem ser devastadoras, incluindo paralisia de um lado do corpo, dificuldade para falar e compreender a linguagem, perda de memória e até mesmo coma. Além disso, o paciente pode apresentar sequelas permanentes que impactam diretamente na qualidade de vida.

É importante estar atento aos sintomas de um AVC, que podem variar de acordo com o tipo. Os principais sinais incluem fraqueza súbita em um lado do corpo, dificuldade para falar ou entender a fala, perda de equilíbrio e coordenação, e dor de cabeça intensa e repentina.

As causas do AVC também podem variar, sendo as mais comuns a hipertensão arterial, o diabetes, o tabagismo, a obesidade e o colesterol alto. Além disso, fatores como idade avançada, histórico familiar e sedentarismo também podem aumentar o risco de desenvolver um AVC.

Portanto, é fundamental adotar hábitos saudáveis, realizar exames de rotina e buscar ajuda médica imediata em caso de suspeita de AVC. A prevenção e o tratamento adequado são essenciais para reduzir as chances de complicações e garantir uma melhor qualidade de vida.

Descubra os 6 sinais que podem indicar um AVC em sua saúde.

Um acidente vascular cerebral (AVC) é uma condição séria que pode ter consequências devastadoras para a saúde. Existem quatro tipos de AVC, cada um com seus próprios sintomas e causas. É importante estar ciente dos sinais de um possível AVC para buscar ajuda médica o mais rápido possível. Aqui estão os 6 sinais que podem indicar um AVC em sua saúde:

1. Fraqueza ou dormência súbita em um lado do corpo: Se você sentir fraqueza repentina em um braço, perna ou metade do rosto, pode ser um sinal de AVC.

2. Dificuldade repentina para falar ou entender a fala: Se você tiver dificuldade em falar ou entender o que os outros estão dizendo, pode ser um sinal de AVC.

3. Perda súbita de visão em um ou ambos os olhos: Se você perder repentinamente a visão em um ou ambos os olhos, é importante procurar ajuda médica imediatamente.

4. Dor de cabeça súbita e intensa sem causa conhecida: Uma dor de cabeça forte e repentina, especialmente se acompanhada de outros sintomas, pode ser um sinal de AVC.

Relacionado:  Trifobia (medo de buracos): causas, sintomas e tratamento

5. Tontura repentina e perda de equilíbrio: Se você sentir tonturas repentinas e dificuldade para se equilibrar, pode ser um sinal de AVC.

6. Confusão súbita e dificuldade em entender o ambiente ao seu redor: Se você ficar confuso repentinamente e tiver dificuldade em entender o que está acontecendo ao seu redor, é importante procurar ajuda médica.

Lembre-se, identificar esses sinais precocemente pode salvar sua vida ou a de um ente querido. Não hesite em buscar ajuda médica se você ou alguém que você conhece apresentar esses sintomas.

Os 4 tipos de acidente vascular cerebral (sintomas e causas)

Os 4 tipos de acidente vascular cerebral (sintomas e causas) 1

Convulsões ou derrames constituem a primeira causa de morte por doença em mulheres e a segunda em homens em toda a Espanha, atingindo entre 150 e 250 por 100.000 habitantes em apenas um ano. Além disso, 24,7% das pessoas que sofrem um derrame acabam com algum tipo de deficiência.

Felizmente, existem meios e tratamentos que podem moderar drasticamente os danos causados ​​por esses derrames; mas para isso é necessário identificar que tipo de acidente vascular cerebral a pessoa sofreu , uma vez que cada uma delas é caracterizada por ter causas e consequências diferentes.

  • Você pode estar interessado: ” Embolia cerebral: tipos, sintomas, sequelas e causas “

O que é um derrame?

Acidente vascular cerebral consiste em uma alteração do fluxo sanguíneo para o cérebro. Quando isso ocorre, o cérebro para de receber o oxigênio necessário para funcionar adequadamente e as áreas afetadas começam a morrer.

Os efeitos que esse tipo de acidente causa podem ser prejudiciais à pessoa, afetando todo o corpo. Essas consequências podem variar de problemas de visão em diferentes graus, distúrbios da fala, déficits cognitivos ou problemas motores , até paralisia corporal também em diferentes graus.

O AVC também faz parte de uma ampla categoria de distúrbios da função cerebral, como AVC, AVC, AVC, AVC ou AVC.

Tipos de acidente vascular cerebral

Existem duas distinções principais nos traços. Um deles é o AVC isquêmico, que é a causa de 80% dos AVCs, enquanto os demais ataques são causados ​​pelo chamado AVC hemorrágico.

1. AVC isquêmico

O isquêmico é o mais comum dos acidentes cerebrais. A causa disso é a formação ou chegada de um coágulo sanguíneo que bloqueia ou interfere no fluxo de um vaso sanguíneo no cérebro, interrompendo a chegada de sangue ao cérebro.

Em alguns minutos, as células cerebrais começam a morrer devido à falta de oxigênio e nutrientes, causando qualquer uma das consequências listadas acima.

Os sintomas de que uma pessoa está sofrendo um derrame isquêmico são:

  • Fraqueza ou dormência do rosto, braço ou perna
  • Problemas de confusão e fala ou compreensão
  • Problemas repentinos de visão
  • Dores de cabeça graves repentinas sem causa aparente

Também existem ataques isquêmicos transitórios (AITs) , também conhecidos como mini-AVC. O ataque isquêmico transitório é caracterizado por apresentar sintomas semelhantes aos do derrame isquêmico, mas sem seus efeitos persistentes. Sofrer um desses ataques pode ser um prelúdio para um ataque isquêmico mais sério, por isso é muito importante saber como identificá-lo corretamente.

Relacionado:  Disestesia: qual é esse sintoma, causas e tipos

Da mesma forma, os AVC isquêmicos podem ser divididos em dois subgrupos e categorias: AVC trombótico e AVC embólico.

AVC trombótico

Derrames trombóticos são derrames causados ​​por um coágulo sanguíneo chamado trombo, que se origina nas artérias que regam o sangue no cérebro.

Geralmente, os sintomas desse tipo de derrame aparecem repentinamente, principalmente durante as horas de sono ou pela manhã. No entanto, em outras ocasiões, os sintomas ocorrem gradualmente ao longo de horas ou dias, caso em que é designado como um ataque cerebral em evolução.

Essa subclasse de acidente vascular cerebral é comum em idosos, que apresentam níveis elevados de colesterol e arteriosclerose.

AVC embólico

Ao contrário do ataque trombótico, os ataques embólicos são o resultado de um êmbolo. O coágulo sanguíneo que se origina em qualquer parte do corpo e é transportado para o cérebro pela corrente sanguínea é chamado de êmbolo.

Esses ataques também podem aparecer de repente e são característicos em pessoas que sofrem de doenças cardíacas ou foram submetidas a algum tipo de cirurgia cardíaca.

2. AVC Hemorrágico

Sendo o subtipo de acidente menos comum, o acidente vascular cerebral hemorrágico é causado pela fratura ou rompimento de um vaso sanguíneo, com o consequente sangramento no interior do cérebro e a destruição de células cerebrais.

Esse tipo de acidente hemorrágico geralmente ocorre em pessoas com pressão alta, que tensiona as paredes arteriais para quebrá-las.

Da mesma forma, outra causa bastante comum é o chamado aneurisma , um ponto frágil nas paredes arteriais que se arqueia, devido à pressão com que o sangue circula, até que finalmente se rompe e causa o derrame. Esses aneurismas podem ser congênitos e presentes desde o nascimento ou devido a alterações como hipertensão ou arteriosclerose.

Os sintomas de um acidente vascular cerebral aparecem de repente. Entre esses sintomas estão:

  • Fraqueza muscular e / ou dormência em uma parte do corpo
  • Problemas de visão
  • Dificuldades de fala
  • Agnosia
  • Dores de cabeça repentinas e sem origem conhecida
  • Sentindo-se tonto
  • Desmaios e tonturas
  • Problemas de coordenação
  • Dificuldades de deglutição
  • Sonolência

Assim como o AVC isquêmico, existem dois subtipos de AVC hemorrágico : hemorrágico intracerebral e subaracnóideo.

Hemorragia intracerebral

A hemorragia intracerebral consiste em sangramento das veias ou artérias dentro do cérebro . Como regra geral, o sangramento se origina subitamente e evolui muito rapidamente; sem produzir qualquer tipo de sinal de aviso e ser tão sério que pode causar coma ou até morte.

A causa mais comum desse tipo de hemorragia intracerebral é a hipertensão, ou seja, pressão alta.

Hemorragia subaracnoide

Nas hemorragias dessa classe, o derrame ou sangramento está localizado no espaço subaracnóideo . Isso ocorre entre o cérebro e as membranas que as cobrem, chamadas meninges . As principais causas desses acidentes vasculares cerebrais são duas:

  • Existência ou aparência de um aneurisma .
  • Malformações arteriovenosas (MAV). Essas malformações fazem parte de uma alteração congênita que causa o aparecimento de redes emaranhadas e redes de veias e artérias.

Deixe um comentário