Os 6 modelos de liderança de acordo com Daniel Goleman

Daniel Goleman, renomado psicólogo e autor, ficou conhecido por popularizar o conceito de inteligência emocional. Em seu livro “Liderança: A Inteligência Emocional na Formação de Líderes”, Goleman apresenta seis modelos de liderança que são fundamentados na inteligência emocional. Estes modelos abrangem diferentes estilos de liderança que podem ser adotados de acordo com as necessidades e características de uma equipe ou situação específica. Vamos explorar cada um destes modelos e como podem influenciar o desempenho e a eficácia de um líder.

Descubra os 6 estilos de liderança de Daniel Goleman e suas características únicas.

Daniel Goleman, renomado psicólogo e autor, identificou 6 estilos de liderança em seu livro “Liderança: O Poder da Inteligência Emocional”. Cada estilo possui características únicas que podem ser aplicadas em diferentes situações. Vamos conhecer cada um deles:

1. Liderança coercitiva: Este estilo é caracterizado pela imposição de ordens e exigências. O líder coercitivo foca na correção de erros imediatos, mas pode criar um ambiente de desmotivação e ressentimento entre os liderados.

2. Liderança autoritária: O líder autoritário toma decisões sem consultar sua equipe, o que pode gerar eficiência em situações de crise, mas limita a criatividade e inovação dos colaboradores.

3. Liderança afiliativa: Neste estilo, o líder prioriza o bem-estar emocional de sua equipe, promovendo um ambiente de colaboração e harmonia. No entanto, pode ter dificuldade em lidar com conflitos e tomadas de decisão difíceis.

4. Liderança democrática: O líder democrático estimula a participação ativa de sua equipe nas decisões, promovendo um ambiente de criatividade e engajamento. Este estilo pode ser mais demorado, mas resulta em maior comprometimento dos colaboradores.

5. Liderança visionária: O líder visionário inspira sua equipe com uma visão clara e motivadora, estimulando a inovação e o crescimento. No entanto, pode falhar na implementação prática de suas ideias.

6. Liderança coaching: Neste estilo, o líder atua como um coach, desenvolvendo as habilidades e competências de seus liderados. Este estilo promove o crescimento individual e o alcance de metas desafiadoras.

Cada estilo de liderança tem suas vantagens e desvantagens, e o líder eficaz é aquele que sabe adaptar seu estilo de acordo com a situação e as necessidades da equipe. Conhecer esses 6 modelos de liderança de Daniel Goleman pode ajudar a desenvolver habilidades de liderança mais eficazes e a promover um ambiente de trabalho saudável e produtivo.

Principais modelos de liderança: conheça as diferentes abordagens para liderar equipes com eficiência.

O papel do líder em uma equipe é fundamental para o sucesso do grupo. Existem diferentes abordagens para liderar equipes com eficiência, e Daniel Goleman, renomado psicólogo e escritor, identificou seis modelos de liderança que podem ser adotados. Conhecer esses modelos pode ajudar os líderes a desenvolver suas habilidades e aprimorar sua atuação no ambiente de trabalho.

O primeiro modelo é o líder autoritário, que toma decisões de forma unilateral e impõe sua vontade sobre a equipe. Esse tipo de liderança pode ser eficaz em situações de emergência, mas pode causar ressentimento e desmotivação a longo prazo.

O segundo modelo é o líder democrático, que envolve a equipe nas decisões e incentiva a participação de todos. Esse estilo de liderança promove um ambiente de trabalho colaborativo e estimula a criatividade e inovação.

Relacionado:  Diferenças entre "soft skills" e "hard skills"

O terceiro modelo é o líder coach, que foca no desenvolvimento individual dos membros da equipe, fornecendo feedback construtivo e orientação para o crescimento profissional. Esse estilo de liderança é eficaz para motivar e capacitar os colaboradores.

O quarto modelo é o líder afiliativo, que valoriza as relações interpessoais e o bem-estar da equipe. Esse tipo de liderança cria um ambiente de confiança e colaboração, promovendo o engajamento e a lealdade dos colaboradores.

O quinto modelo é o líder visionário, que inspira a equipe com uma visão clara e inspiradora do futuro. Esse estilo de liderança estimula a inovação e o comprometimento dos colaboradores com os objetivos organizacionais.

O sexto modelo é o líder orientado para resultados, que define metas claras e incentiva a equipe a alcançá-las. Esse tipo de liderança é eficaz para impulsionar a produtividade e a eficiência da equipe.

Conhecer e compreender esses diferentes modelos de liderança pode ajudar os líderes a se tornarem mais eficazes e a alcançar melhores resultados com suas equipes.

Estilos de liderança baseados no comportamento do líder: conheça as principais abordagens.

Existem diversos estilos de liderança que podem ser adotados por um líder, cada um com suas características e formas de influenciar a equipe. Daniel Goleman, renomado psicólogo e autor do livro “Inteligência Emocional”, identificou 6 modelos de liderança com base no comportamento do líder.

O primeiro modelo é o liderança coercitiva, onde o líder dita as regras e espera obediência imediata. Esse estilo pode ser eficaz em situações de crise, mas pode impactar negativamente a motivação da equipe a longo prazo.

O segundo modelo é o liderança autoritária, onde o líder determina metas e caminhos a serem seguidos, sem dar espaço para contribuições da equipe. Esse estilo pode ser eficaz em ambientes onde a hierarquia é valorizada, mas pode gerar resistência e descontentamento.

O terceiro modelo é o liderança afiliativa, onde o líder prioriza o bem-estar emocional da equipe e busca criar um ambiente de harmonia. Esse estilo é eficaz em promover o trabalho em equipe e a colaboração, mas pode falhar em situações que exigem decisões difíceis.

O quarto modelo é o liderança democrática, onde o líder envolve a equipe nas decisões e incentiva a participação de todos. Esse estilo promove a criatividade e a inovação, mas pode ser lento em situações de urgência.

O quinto modelo é o liderança orientada para resultados, onde o líder estabelece metas claras e desafia a equipe a alcançá-las. Esse estilo é eficaz em ambientes competitivos, mas pode gerar estresse e pressão excessiva.

O sexto modelo é o liderança coach, onde o líder desenvolve as habilidades e competências da equipe, oferecendo suporte e orientação. Esse estilo promove o crescimento individual e o engajamento da equipe, mas pode ser ineficaz em situações que exigem decisões rápidas.

A habilidade de adaptar o estilo de liderança de acordo com as necessidades da equipe e do contexto é essencial para o sucesso do líder.

Significado do estilo coercitivo: características, aplicação e impactos nas relações interpessoais.

O estilo coercitivo, um dos seis modelos de liderança de acordo com Daniel Goleman, é caracterizado pela imposição de ordens e controle rígido sobre os subordinados. Neste estilo, o líder determina as tarefas a serem realizadas e espera que sejam cumpridas sem questionamentos. A comunicação é unilateral, com pouca ou nenhuma abertura para diálogo ou colaboração.

Relacionado:  A teoria das relações humanas e sua aplicação às organizações

Na aplicação do estilo coercitivo, o líder pode obter resultados rápidos em situações de emergência ou em cenários onde a eficiência é crucial. No entanto, este modelo de liderança tende a gerar insatisfação e desmotivação entre os liderados. A falta de autonomia e participação na tomada de decisões pode minar a confiança e o engajamento da equipe.

Os impactos nas relações interpessoais do estilo coercitivo podem ser negativos, resultando em um clima organizacional tenso e desfavorável. Os colaboradores podem se sentir desvalorizados e desrespeitados, o que pode levar a um aumento do turnover e da resistência às mudanças. Além disso, a ausência de um feedback construtivo e de incentivo ao desenvolvimento pessoal pode limitar o crescimento individual e coletivo.

É importante que os líderes estejam cientes das características deste modelo e saibam quando e como utilizá-lo de forma equilibrada e consciente.

Os 6 modelos de liderança de acordo com Daniel Goleman

Os 6 modelos de liderança de acordo com Daniel Goleman 1

Segundo Daniel Goleman , que além de psicólogo, é escritor de vários livros relacionados às ciências comportamentais e processos mentais, existem vários modelos de liderança que podem ser aplicados aos seres humanos.

Em particular, esses modelos de liderança, de acordo com Goleman, são expressos em seu livro Primal Leadership . Neste artigo, veremos em que consiste cada um deles, para que o leitor possa conhecê-los e também especificar com quem mais se identifica.

O que é liderança?

A capacidade de liderança basicamente se concentra em ser capaz de transmitir aos outros um nível de influência significativo o suficiente para que eles possam alcançar objetivos e metas sob a tutela da pessoa que atua como líder.

Existem certos tipos de liderança que são comumente conhecidos, e todos giram em torno de conceitos convencionais e comumente associados a processos de trabalho em equipe (autocrático, transformacional, participativo, burocrático, carismático e natural).

O psicólogo Daniel Goleman desenvolveu 6 modelos de liderança , além dos existentes e convencionais, que ampliam nossa concepção do que significa ser um líder.

Os 6 modelos de liderança propostos por Goleman

A seguir, veremos quais são os modelos de liderança de acordo com Goleman e seus colaboradores Richard Boyatzis e An Mckee, e algumas das características mais representativas de cada um deles.

1. O líder visionário

Nesta primeira modalidade de liderança, Goleman afirma que, para motivar um grupo de pessoas a realizar tarefas com um nível de motivação mais alto e mais pessoal, o ideal é compartilhar com eles a ideia final sem indicar o processo para alcançá-la. Assim, cada um deles terá a oportunidade de explorar quais são as melhores maneiras de transcender para alcançar os objetivos finais e será motivado no processo.

Não é um método altamente recomendado quando se trata de motivar especialistas em uma área do seu conhecimento.

Relacionado:  23 perguntas sexistas (e inaceitáveis) em uma entrevista de emprego

2. O personal trainer

Essa forma de liderança é baseada no líder que atende cada um dos participantes individualmente, ouvindo ativamente suas idéias e propósitos no projeto.

Esse tipo de liderança contribui muito para o crescimento pessoal de cada um dos participantes da empresa, levando em consideração que, quando são atendidos individualmente, o líder também tem a oportunidade de motivá-los em relação às suas aspirações em seu próprio nível.

3. Líder afiliado

Esses tipos de líderes são responsáveis ​​por criar conexões significativas entre todos os membros da empresa, com a intenção de que eles possam se entender de forma mais adequada e alcançar os objetivos com um nível mais alto de produtividade.

A idéia principal desse tipo de liderança é reduzir os níveis de estresse que brigas pessoais podem gerar no ambiente de trabalho; Se todos os trabalhadores conseguirem se conectar de maneira mais harmoniosa, alcançarão um melhor nível de eficiência. Esse é um dos tipos de liderança propostos por Goleman que criam maior envolvimento pessoal.

  • Você pode estar interessado: ” As 7 funções e papéis dos psicólogos de negócios “

4. líder democrata

O líder democrático atende a todas as idéias e opiniões de seu grupo de maneira igual , dando a cada equipe participação a mesma importância a princípio. É um método muito aconselhável ao fazer o primeiro contato com um grupo de pessoas para realizar um projeto.

O líder que utiliza essa modalidade incentiva todos a participar de maneira ativa e igual, fazendo com que sintam que ninguém está acima de ninguém e que todas as suas idéias e habilidades são levadas em consideração para a realização do projeto em questão.

5. O líder controlador

O líder controlador é responsável por elevar os objetivos a serem realizados de maneira bastante clara , sem dar origem à participação de funcionários; Além disso, ele geralmente se coloca como um exemplo de como fazer as coisas.

Os líderes que escolhem essa modalidade como bandeira geralmente tendem a obter bons resultados no curto prazo , mas, com o passar do tempo, a equipe tende a ser desmotivada e não apresenta o melhor desempenho nesse estilo de liderança.

6. Líder autoritário

Essa modalidade se concentra em fornecer instruções precisas que devem ser cumpridas , sem a oportunidade de participar dos métodos que serão utilizados no processo de execução.

Esse tipo de liderança estabelecido por Goleman é benéfico para transmitir segurança ao grupo e é uma boa maneira de acalmar os medos dos membros menos experientes, pois eles veem em seu líder uma pessoa com conhecimento suficiente para levá-los ao sucesso.

Essa modalidade é particularmente eficaz nos momentos em que é necessário realizar ações rápidas para alcançar os objetivos. Em tempos de crise em que as alternativas acima foram esgotadas, esse tipo de liderança é mais frequentemente usado.

Referências bibliográficas:

  • Goleman, D., Boyatzis, R., Mckee, A. (2017). O líder ressonante cria mais. O poder da inteligência emocional. De bolso.

Deixe um comentário