Papel social: conceito segundo Talcott Parsons, tipos e exemplos

Papel social: conceito segundo Talcott Parsons, tipos e exemplos

papel social  é um conceito extraído da sociologia e da psicologia que se refere a todos os comportamentos, atitudes e modos de pensar que uma pessoa deve adotar com base na situação em que se encontra e em suas características pessoais. Por exemplo, diferentes profissões geram diferentes papéis sociais.

O conceito de papel social foi desenvolvido e popularizado por Talcott Parsons, um sociólogo americano no início do século 20 que criou a primeira teoria conhecida dos sistemas sociais. Suas descobertas nos ajudaram a entender melhor o papel que as expectativas da sociedade e das pessoas ao nosso redor desempenham em nosso comportamento.

O papel social que cumprimos regularmente tem um relacionamento muito próximo com outros elementos muito importantes de nossa personalidade, como identidade ou status. Ao mesmo tempo, também influencia bastante a maneira como nos relacionamos com as pessoas ao nosso redor.

Muitas vezes, não temos consciência dos papéis sociais que desempenhamos e, portanto, seu poder sobre nós é ainda maior. Neste artigo, veremos as características mais importantes desse fenômeno e a maneira como ele influencia nossa vida.

Papel social de acordo com Talcott Parsons

No início do século XX, Talcott Parsons desenvolveu uma teoria que tentava explicar a interação das pessoas com o meio ambiente e os efeitos que essa relação produz em nosso comportamento. Isso recebeu o nome de “teoria sistêmica” e hoje é considerada uma das contribuições mais importantes de todos os tempos na sociologia.

Sistemas de Parsons

Segundo Parsons, para entender um indivíduo, não basta estudar apenas seu modo de ser ou suas características pessoais, mas é necessário entender os ambientes ou sistemas nos quais ele se move. O autor argumentou que havia quatro sistemas principais: o cultural, o social, a personalidade e o biológico.

Relacionado:  Ciclo de vida familiar: estágios, transições, crise, marketing

Os dois últimos sistemas estão diretamente relacionados às características únicas de cada pessoa. Pelo contrário, os sistemas cultural e social fornecem um contexto e expectativas que o indivíduo precisa adaptar para ter sucesso em diferentes áreas. Os papéis sociais emergem da interação entre todos esses sistemas.

Qual é o papel social de acordo com Parsons?

Para Parsons, não haveria um único papel social, mas o que se espera de uma pessoa em particular mudaria dependendo do seu contexto, dos indivíduos com os quais estão relacionados, da cultura em que vivem e de outros fatores, como idade, seu status econômico ou suas próprias necessidades.

Dentro dessa teoria, um papel social não precisa ser negativo. É um elemento neutro que serve para regular as interações entre os diferentes membros de um grupo ou cultura e, como tal, pode servir para manter a ordem e o bem-estar das pessoas envolvidas. No entanto, às vezes o papel social também pode causar consequências indesejáveis.

Assim, por exemplo, uma pessoa pode acabar se comportando habitualmente de uma maneira que vai contra seus próprios interesses, desejos ou valores simplesmente para se conformar com o que se espera dela.

De acordo com Talcott Parsons, haveria uma grande pressão social para sempre agir apropriadamente com base em nosso papel para cada situação específica.

Tipos de papéis sociais

Os papéis sociais desempenham um papel muito importante no nosso dia a dia, razão pela qual vários modelos foram desenvolvidos na sociologia para classificá-los. No entanto, o mais comum é o que os divide de acordo com sua origem. Abaixo, veremos alguns dos tipos mais comuns de papéis sociais, de acordo com essa categorização.

Relacionado:  Papéis de gênero: o que são, como se originam e exemplos

– Papéis culturais

A cultura em que nascemos e vivemos tem uma grande influência em nossa maneira de pensar e agir. Uma pessoa de um país asiático tenderá a agir de maneira muito diferente de um europeu ou latino, sem levar em conta fatores como sua personalidade ou seus gostos individuais.

Assim, por exemplo, nas culturas asiáticas, muitas vezes é enfatizada a importância de apoiar a família e respeitar os pais. As culturas ocidentais, por outro lado, recompensam o individualismo e incentivam comportamentos voltados para ganhos pessoais.

– Funções profissionais

Nosso trabalho é uma das fontes mais importantes de padrões sobre como devemos agir e nos comportar. Uma pessoa em uma posição de responsabilidade tenderá a adotar um papel social muito diferente daquele de seu subordinado, mesmo quando estiver fora de seu ambiente de trabalho.

Um exemplo muito claro é o de uma sala de aula da escola. As crianças tendem a respeitar o professor simplesmente por causa de sua posição e valorizam suas palavras sem julgar.

– Papéis de gênero

Em praticamente todas as culturas do mundo, homens e mulheres devem se comportar de maneira diferente em determinadas áreas. Por exemplo, entre outras coisas, acredita-se que os homens sejam mais agressivos e assertivos, e as mulheres mais empáticas e mais emocionalmente inteligentes.

Hoje há um grande debate sobre a origem dos papéis de gênero, com alguns especialistas afirmando que eles são amplamente biológicos e com outras teorias que defendem o contrário. No entanto, é inegável que esses papéis têm uma grande influência na vida de muitas pessoas.

– Funções de idade

Os papéis sociais mudam à medida que a pessoa passa pelas diferentes etapas de sua vida. Assim, espera-se que os jovens estudem, festejem e tenham relacionamentos casuais, enquanto adultos de meia-idade devem se casar, formar uma família e ter um emprego estável.

Relacionado:  O que é autonomia moral?

Exemplos

Como já vimos, os papéis sociais estão presentes em quase todos os aspectos de nossa existência. A seguir, veremos alguns exemplos concretos para concluir a compreensão desse conceito.

– Um jovem decide procurar um parceiro, porque é o que se espera dos adolescentes.

– Uma mulher de 30 anos pensa em ter filhos porque acha que é “a coisa certa”.

– Um funcionário de uma grande empresa sai para beber com seus colegas todos os dias porque é o que todo mundo faz, mesmo quando não sente vontade de fazê-lo.

Referências

  1. “Papéis sociais e normas sociais” em: Simplesmente Psicologia. Retirado em: 18 de fevereiro de 2020 de Simply Psychology: simplypsychology.com.
  2. “Papéis sociais: uma visão geral” em: Science Direct. Retirado em: 18 de fevereiro de 2020 da Science Direct: sciencedirect.com.
  3. “Função” em: Wikipedia. Retirado em: 18 de fevereiro de 2020 da Wikipedia: en.wikipedia.org.
  4. “Papel” em: Britannica. Recuperado em: 18 de fevereiro de 2020 em Britannica: britannica.com.
  5. “Talcott Parsons” em: Wikipedia. Retirado em: 18 de fevereiro de 2020 da Wikipedia: en.wikipedia.org.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies