Pensamento complexo: habilidades, conceito de Morin, exemplos

O pensamento complexo é um conjunto de habilidades mentais que permitem a executar ações avançadas, tais como conceitos de compreensão, gerar idéias originais, usando a lógica e quebrar problemas em suas partes mais simples. É um tipo fundamental de pensamento para obter sucesso em muitas áreas diferentes e está intimamente relacionado à inteligência.

Pessoas com grande capacidade de desenvolver pensamentos complexos costumam entender bem a base de diferentes idéias e conceitos. Eles também são capazes de encontrar a relação entre informações de diferentes fontes; e geralmente têm uma boa imaginação, eles são bons em criar e defender argumentos com base em evidências.

Pensamento complexo: habilidades, conceito de Morin, exemplos 1

Fonte: pixabay.com

Pelo contrário, as pessoas com dificuldades nessa área costumam ter problemas para entender novas idéias e conceitos sem ajuda ou muito esforço. Além disso, geralmente custa mais para “ler nas entrelinhas” e fazer inferências. Por causa disso, eles tendem a confiar em seus conhecimentos existentes, em vez de tentar desenvolver novas idéias ou maneiras de pensar.

No entanto, como em muitas outras áreas, o pensamento complexo é algo que pode ser treinado. Por outro lado, fatores como o conhecimento de cada pessoa sobre uma determinada área ou seu nível de interesse nela podem influenciar bastante sua capacidade de usar essa habilidade nessa área.

Pensamento complexo de Edgar Morin

Pensamento complexo: habilidades, conceito de Morin, exemplos 2

Edgar Morin

O conceito de pensamento complexo foi descrito pela primeira vez pelo filósofo e epistemólogo Edgar Morin. Para esse pensador, a capacidade de pensar complexamente tem a ver com a capacidade de conectar diferentes planos da realidade entre si. Devido à crescente complexidade do nosso ambiente, é uma capacidade fundamental para se desenvolver nele.

O conceito de pensamento complexo se opõe à visão tradicional dos processos da mente como linear e simples. Edgar Morin a descreveu como uma habilidade interdisciplinar, fundamental para todas as áreas em que é necessário relacionar informações aparentemente independentes ou entender e resolver problemas complexos.

Morin foi o primeiro a postular algumas das principais características do pensamento complexo. Os mais importantes foram os diafora (em que a consistência de um sistema de pensamento aparece quando ocorre um paradoxo), a recursão (a possibilidade de alterar o sistema através do feedback ) e o holograma (a relação entre as partes com o todo). )

Relacionado:  Os 6 tipos de emoções básicas (com imagens)

Portanto, o pensamento complexo é uma estratégia de pensamento que tenta entender um fenômeno muito amplo, estudando seus componentes específicos. Dependendo do que foi descoberto a partir desses componentes e informações externas, o que foi dado como certo sobre o fenômeno em geral é alterado.

Segundo Edgar Morin, o estudo do pensamento complexo pertence ao campo da epistemologia; isto é, a área que estuda os métodos usados ​​para fazer descobertas científicas.

Habilidades de pensamento complexas

Usar corretamente o pensamento complexo exige o domínio de três habilidades fundamentais: raciocínio básico, crítico e criativo. A seguir, veremos no que cada um deles consiste.

Raciocínio básico

Pensamento complexo: habilidades, conceito de Morin, exemplos 3

O raciocínio básico baseia-se no conjunto de conhecimentos e informações que adquirimos ao longo de nossas vidas, através das experiências que vivemos, da cultura em que estamos imersos, de nossas crenças, das regras sociais de nosso ambiente e do meio ambiente. modelos em que olhamos.

De todo esse conhecimento, o raciocínio básico é responsável por executar uma série de funções simples que permitem que sejam manipuladas. Entre os mais importantes estão os de memorizar, lembrar e aplicar de maneira linear todas as idéias que foram adquiridas anteriormente.

Além disso, o pensamento básico também nos dá a capacidade de metacognição; isto é, a capacidade de perceber o que sabemos e o que não sabemos. Isso é muito importante para melhorar nossos processos de raciocínio e adquirir novas informações nos momentos em que precisamos.

Embora o raciocínio básico seja o mais simples dos três tipos, ele está na base do pensamento complexo; e dominar seus componentes é essencial para poder usar os outros dois tipos de raciocínio de maneira eficaz.

Raciocínio crítico

Pensamento complexo: habilidades, conceito de Morin, exemplos 4

A segunda habilidade que compõe o pensamento complexo é o raciocínio crítico. É um conjunto de ferramentas que, em vez de servir para adquirir novos conhecimentos, como o básico, são usadas para reorganizar todas as idéias já presentes em nossa memória.

Assim, com o raciocínio crítico, podemos repensar o que já sabemos e encontrar novas aplicações, para que seja mais útil do que simplesmente manipulá-lo da maneira que o memorizamos pela primeira vez. É, portanto, um processo mais complexo e difícil de executar do que o raciocínio básico.

Mas como funciona o raciocínio crítico? Suas principais funções são analisar o conhecimento que adquirimos anteriormente, encontrando padrões, descobrindo as principais idéias e classificando as informações; avaliar tudo o que aprendemos; e fazer conexões entre os diferentes dados que temos em mente, usando lógica, dedução e indução.

Relacionado:  Otto Rank: biografia e teorias

Raciocínio criativo

Pensamento complexo: habilidades, conceito de Morin, exemplos 5

O último nível de pensamento complexo abrange todas as habilidades usadas para criar novos conhecimentos de todas as que foram adquiridas anteriormente. É um conjunto de ferramentas muito complicado de usar, e geralmente é necessário praticar antes de poder dominá-las completamente.

O raciocínio criativo baseia-se no conhecimento puro adquirido através do pensamento básico, ou que reorganizamos com o crítico. A partir daqui, habilidades como sintetização, elaboração, criatividade ou imaginação são usadas para desenvolver novas idéias, modos de pensar e conceitos.

Todo o conhecimento criado a partir do raciocínio criativo deve ser avaliado posteriormente pelo crítico. Além disso, descobriu-se que, para desenvolver esse terceiro nível, é necessário ter um grande domínio dos outros dois. Muitos especialistas concordam que essas habilidades são o que realmente compõem o pensamento complexo.

Conceito de complexidade

O conceito de complexidade como hoje entendido foi desenvolvido por Edgar Morin em seu estudo de epistemologia e racionalidade. Segundo esse autor, é a ideia de que todos os elementos do mundo estão inter-relacionados e, portanto, fazem parte de sistemas maiores que eles mesmos, em vez de serem objetos isolados.

A complexidade está no fato de que nenhum elemento da realidade pode ser estudado como uma entidade individual, mas deve ser entendido em termos de suas relações com o ambiente em que está localizado e com o restante dos elementos que compõem um conjunto.

Para Morin, perceber a existência desses relacionamentos e a complexidade do nosso ambiente pode ser uma grande mudança de paradigma. Geralmente, tendemos a nos concentrar no concreto e imediatamente observáveis; Mas, de acordo com sua teoria da complexidade, isso realmente não nos ajudaria a entender o mundo ao nosso redor na sua totalidade.

Essa idéia da complexidade de nosso ambiente levou Morin a propor um novo modelo de educação, focado em ensinar os alunos a pensar, em vez de simplesmente fornecer uma série de dados para memorizar. Ou seja, em vez de se concentrar no raciocínio básico, sua proposta era tentar ensinar aos alunos habilidades de pensamento crítico e criativo.

Relacionado:  Modelo Ecológico de Bronfenbrenner: sistemas e críticas

Mais tarde, descobriu-se que estar ciente da complexidade de todos os fenômenos que nos cercam é muito útil ao realizar determinadas ações, como criar algo novo, pensar racionalmente ou adquirir novas habilidades.

Exemplos de pensamento complexo

Pensamento complexo: habilidades, conceito de Morin, exemplos 6

O conceito de pensamento complexo pode ser um pouco complicado de entender abstratamente. Portanto, abaixo, você encontrará uma lista de exemplos em que essa capacidade é usada para atingir diferentes propósitos.

– Uma pessoa tenta entender as necessidades de um amigo, que está se comportando de forma especialmente agressiva. Em vez de ficar com raiva e se afastar dele, o indivíduo tenta entender o que pode estar por trás e quais sentimentos o levam a agir assim.

– O chefe de uma empresa precisa resolver um conflito entre dois funcionários. Para fazer isso, você deve ouvir o ponto de vista de ambos, tentar encontrar os pontos em comum e decidir se existe alguma solução que possa satisfazer os dois.

– Uma equipe de cientistas está desenvolvendo um projeto conjunto que ajudará a avançar uma das principais teorias no campo da física. Para isso, seus componentes não apenas precisam estudar todas as informações disponíveis, mas precisam formular novas hipóteses e desenvolver testes para verificá-las.

– Um escritor de ficção precisa organizar suas idéias para criar o enredo de uma história. Para fazer isso, você deve levar em consideração as personalidades de seus diferentes personagens, suas motivações e a maneira como elas provavelmente agirão.

Referências

  1. “Pensamento complexo” em: Faces of Learning. Retirado em: 08 de outubro de 2019 de Faces of Learning: facesoflearning.net.
  2. “As 7 principais mensagens do pensamento complexo” em: Maximulação. Retirado em: 08 de outubro de 2019 de Maximulation: maximulation.com.
  3. “Edgar Morin: em louvor ao pensamento complexo” em: CNRS News. Retirado em: 08 de outubro de 2019 no CNRS News: news.cnrs.fr.
  4. “Habilidades para o pensamento complexo” em: Desenvolvimento de habilidades para o pensamento complexo. Retirado em: 08 de outubro de 2019 de Desenvolvimento de habilidades para o pensamento complexo: dhpcfiqbuap.blogspot.com.
  5. “Pensamento complexo” em: Possibilidades de aprendizagem. Retirado em: 08 de outubro de 2019 de Possibilidades de aprendizagem: possibilidadesforlearning.com.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies