Ponte Varolio: estruturas, características e funções

Ponte Varolio: estruturas, características e funções 1

A ponte Varolio, também conhecida como protuberância anular ou ponte do tronco cerebral, é uma das partes mais importantes do cérebro. De fato, uma pequena lesão nessa estrutura pode resultar em morte súbita ou entrar em coma.

A razão da importância da ponte Varolio é que ela é uma das maiores partes de uma estrutura conhecida como tronco cerebral , responsável por manter mecanismos automáticos que nos mantêm vivos.

A seguir, veremos a anatomia, as partes e as funções da protuberância anular, bem como os problemas de saúde que podem ser desencadeados se alterações no comportamento aparecerem devido a ferimentos ou doenças.

O que é a ponte Varolio?

A ponte do tronco cerebral é a parte mais volumosa do tronco cerebral , motivo pelo qual também é chamada de protuberância anular. Está localizado entre as outras duas estruturas anatômicas principais dessa parte do cérebro; na parte superior, faz fronteira com o mesencéfalo, enquanto a borda inferior está em contato com a medula .

O limite que separa a protuberância anular da medula oblonga é o sulco protuberancial, enquanto sua borda com o mesencéfalo é o sulco pontomesoencefálico.

Anatomia da protuberância anular

Como qualquer outra região do sistema nervoso central, a colisão é composta principalmente de neurônios e células da glia . No entanto, nessa região do cérebro , os feixes de axônios que vão verticalmente do cérebro para a medula espinhal e para o cérebro tornamse especialmente importantes . Ou seja, a protuberância anular atua em parte como um meio de comunicação entre duas grandes porções do sistema nervoso central.

No entanto, a ponte Varolio também contém feixes de neurônios que são distribuídos projetando-se para os lados, formando o início dos pedúnculos cerebelares do meio, que são duas das áreas através das quais o tronco cerebral se conecta ao cerebelo.

Relacionado:  Lobo occipital: anatomia, características e funções

Outra das características anatômicas mais notáveis ​​da ponte de Varolio é que sua face frontal, a mais próxima da nossa, é convexa e protuberante para fora , o que a destaca muito das outras duas estruturas principais do tronco cerebral.

Dentro da ponte de Varolio está o sulco basilar , um pequeno espaço através do qual a artéria basilar atravessa, um dos principais responsáveis ​​por manter as células em grandes áreas do cérebro vivas.

Além disso, a protuberância forma o início do nervo trigêmeo, um dos nervos cranianos mais importantes.

Partes da ponte do tronco cerebral

A protuberância anular é formada por um conjunto de núcleos , constituído por grupos de neurônios associados que são responsáveis ​​por funções semelhantes. São os seguintes.

Núcleo somático do motor abdutor

Núcleo de neurônios ligados ao nervo craniano conhecido como nervo abducente, responsável pelo movimento da abdução do olho.

Núcleo motor trigeminal especial

As funções desse núcleo têm a ver com o nervo trigêmeo e consistem basicamente em movimentos viscerais.

Núcleo do motor facial especial

Como o anterior, este é responsável por certos movimentos viscerais.

Núcleo salivatório superior

As funções deste núcleo são vegetativas e, portanto, automáticas.

Suas funções

As funções da ponte Varolio são diversas, embora quase todas sejam de grande importância para a sobrevivência.

1. Link de comunicação

A protuberância anular atua como uma ponte entre grupos de neurônios que, se não passassem por essa estrutura, seriam isolados um do outro. Permite que a informação flua de dentro do crânio para o exterior e vice-versa.

2. Coordenação motora

A ponte Varolio trabalha em conjunto com o cerebelo e outras estruturas , como os gânglios da base , para permitir a coordenação automática e inconsciente dos grupos musculares. Isso nos permite manter o equilíbrio na posição vertical, por exemplo.

  • Talvez você esteja interessado: “cerebelo humano: suas partes e funções “
Relacionado:  Córtex pré-motor: características e funções desta área cerebral

3. Regulação homeostática

A protuberância anular desempenha um papel essencial em funções como regulação da temperatura e outros processos fisiológicos básicos , como batimentos cardíacos.

Regulamento de Consciência

Essa região do tronco cerebral é atravessada pela formação reticular e , por esse motivo, desempenha um papel na regulação dos estados de consciência. Ela intervém nos ciclos circadianos de sono e vigília e também torna a consciência, em si mesma, algo possível.

Lesões e doenças associadas

A destruição ou alteração do funcionamento normal da ponte Varolio tem conseqüências muito graves , pois afeta processos muito básicos e necessários para permanecer vivo.

Isso ocorre porque uma falha nessa região do cérebro pode causar sangue ou oxigênio insuficientes para atingir o cérebro , resultando em morte por hipóxia.

As doenças que podem afetar essa estrutura são diversas, mas a doença de Alzheimer e a doença de Parkinson se destacam , pois ambas danificam grandes regiões do sistema nervoso central e impedem o funcionamento normal das redes de neurônios.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies