Qual foi a primeira geração de computadores?

A primeira geração de computadores, também conhecida como a era dos computadores de válvulas, teve início na década de 1940 e se estendeu até meados da década de 1950. Nesse período, os computadores eram grandes, caros e utilizavam válvulas termiônicas para processar informações. Esses computadores eram muito lentos em comparação com os dispositivos modernos, mas representaram um marco importante na evolução da tecnologia da informação. Neste período, surgiram os primeiros computadores digitais programáveis, como o ENIAC e o UNIVAC, que foram fundamentais para o desenvolvimento da computação como a conhecemos hoje.

A era pioneira dos anos 50: a geração inaugural de 1951 a 1959.

Na história da informática, a primeira geração de computadores foi marcada por avanços significativos na década de 1950. Neste período, surgiram os primeiros computadores eletrônicos, que eram grandes e ocupavam salas inteiras. Maquinas como o UNIVAC I, o ENIAC e o IBM 701 foram alguns dos pioneiros dessa época.

Esses primeiros computadores eram baseados em válvulas eletrônicas, o que os tornava muito lentos e propensos a falhas. No entanto, eles representaram um marco importante no desenvolvimento da tecnologia da informação, permitindo o processamento de dados de maneira mais eficiente do que os métodos manuais utilizados anteriormente.

Apesar de suas limitações, a geração inaugural de 1951 a 1959 foi fundamental para o avanço da computação. Foi durante esse período que surgiram os primeiros sistemas operacionais e linguagens de programação, pavimentando o caminho para as futuras inovações tecnológicas que viriam a seguir.

Em resumo, a primeira geração de computadores dos anos 50 foi um marco histórico na evolução da tecnologia da informação. Apesar de suas limitações, esses primeiros computadores abriram caminho para o desenvolvimento de sistemas mais avançados e eficientes que conhecemos hoje.

Geração Baby Boomers: A década de 1965 a 1975 e suas transformações sociais e culturais.

A geração Baby Boomers é conhecida por ter nascido durante o período pós-Segunda Guerra Mundial, entre 1946 e 1964. Porém, é importante destacar que a década de 1965 a 1975 foi crucial para essa geração, marcando importantes transformações sociais e culturais.

Nesse período, ocorreram diversos eventos que influenciaram diretamente a forma como os Baby Boomers se relacionavam com o mundo ao seu redor. A Guerra do Vietnã, por exemplo, teve um impacto significativo na sociedade, gerando protestos e questionamentos sobre as decisões políticas e militares do governo. Além disso, a luta pelos direitos civis ganhou força, com movimentos como o feminismo e o movimento pelos direitos dos negros.

No campo cultural, a década de 1965 a 1975 foi marcada pelo surgimento de importantes movimentos artísticos e musicais. O rock’n’roll ganhou destaque, com bandas como os Beatles e os Rolling Stones conquistando fãs ao redor do mundo. Além disso, o cinema também passou por transformações, com o surgimento de filmes que questionavam as normas sociais e exploravam temas polêmicos.

Em resumo, a década de 1965 a 1975 foi um período de intensas mudanças para a geração Baby Boomers, que viu o mundo ao seu redor se transformar de maneira significativa. Essas transformações sociais e culturais tiveram um impacto duradouro na forma como essa geração se relacionava com a sociedade e influenciaram suas visões de mundo.

Relacionado:  Nellie Campobello: Biografia e Obras Principais

Resumo da evolução da informática: da máquina de Turing aos computadores modernos.

A evolução da informática teve início com a máquina de Turing, criada pelo matemático Alan Turing na década de 1930. Esta máquina teórica foi o primeiro modelo de computador, capaz de executar algoritmos e resolver problemas matemáticos de forma automática.

A primeira geração de computadores surgiu na década de 1940 com o desenvolvimento do ENIAC, o primeiro computador eletrônico de grande escala. Este computador ocupava um espaço enorme e consumia uma quantidade significativa de energia, mas representou um avanço importante na história da computação.

Os computadores da primeira geração utilizavam válvulas eletrônicas para processamento de dados, o que tornava o seu funcionamento mais lento e sujeito a falhas. No entanto, esses primeiros computadores foram fundamentais para o desenvolvimento de tecnologias que viriam a revolucionar a informática nas décadas seguintes.

Com o avanço da tecnologia, surgiram as gerações seguintes de computadores, que passaram a utilizar transistores, circuitos integrados e microprocessadores, tornando os computadores mais rápidos, eficientes e compactos. Hoje em dia, os computadores modernos são capazes de realizar uma variedade de tarefas complexas em questão de segundos, graças aos avanços contínuos na área da informática.

No ano de 1977, surgiu o pioneiro computador pessoal no mercado tecnológico.

A primeira geração de computadores foi marcada pelo surgimento do ENIAC, em 1946, considerado o primeiro computador eletrônico da história. Este computador ocupava uma sala inteira e tinha capacidade de processamento muito limitada. No entanto, foi um marco importante no desenvolvimento da tecnologia digital.

Com o passar dos anos, os computadores evoluíram rapidamente, dando origem a novas gerações com maior capacidade de processamento e armazenamento. A primeira geração foi caracterizada pelo uso de válvulas eletrônicas e cartões perfurados para programação, o que tornava o processo de computação bastante lento e trabalhoso.

No entanto, com o lançamento do computador pessoal em 1977, a tecnologia começou a se popularizar e se tornar mais acessível às pessoas comuns. O surgimento do computador pessoal marcou o início de uma nova era na história da computação, permitindo que mais pessoas tivessem acesso à tecnologia digital.

Qual foi a primeira geração de computadores?

A primeira geração de computadores refere-se ao momento em que as primeiras máquinas capazes de processar informações digitais foram desenvolvidas. Esta etapa está localizada entre 1942 e 1958.

Esses primeiros computadores foram projetados para fins específicos, principalmente militares e acadêmicos. Sua tecnologia era muito limitada e isso os tornava grandes, caros e muito lentos em operação.

Qual foi a primeira geração de computadores? 1

O UNIVAC foi o primeiro computador comercial. Fonte da imagem: Wikimedia.org

Sua capacidade está longe do que sabemos hoje, eles eram mais lentos e só podiam desenvolver um processo de cada vez. No entanto, seu desenvolvimento foi fundamental para os computadores que conhecemos hoje.

A evolução dos computadores

A história dos computadores é classificada em gerações, de acordo com as técnicas usadas em cada época. Considera-se que há uma mudança de geração quando há uma transformação importante na base da operação do equipamento.

De acordo com esse conceito, cinco gerações foram definidas:

  1. Primeira geração: 1942-1958. Operação baseada em tubos de vácuo.
  2. Segunda geração: 1952-1964. Operação baseada em transistores.
  3. Terceira geração: 1964-1972. Operação baseada em circuitos integrados.
  4. Quarta geração: 1972-1990. Operação baseada em microprocessadores VLSI.
  5. Quinta geração: 1990 – até hoje. Operação baseada em microprocessadores ULSI.

Características tecnicas

A primeira geração de computadores foi baseada em tubos de vácuo que tinham a função de armazenar informações. Embora fossem bastante limitados, esses tubos foram a primeira tecnologia que permitiu o processamento de dados digitais.

Milhares de tubos de vácuo foram necessários para um único computador, o que resultou em serem muito grandes. Tão grandes que até ocupavam salas inteiras.

Eles precisavam de muita eletricidade para sua operação e precisavam permanecer continuamente ligados. Por esse motivo, essas máquinas atingiram altas temperaturas que retardaram sua operação e tornaram necessário o uso de ar-condicionado nas salas onde estavam instaladas.

Esses computadores usavam um método de processamento de informações em lote. Isso significa que um conjunto de dados foi inserido e as máquinas executaram tarefas repetitivas nessas informações.

Esses dados foram inseridos por meio de cartões perfurados ou fitas magnéticas e, após o processamento, foram extraídos por meio de impressões.

Limitações

As características técnicas dos computadores de primeira geração tornaram sua fabricação e operação muito lentas e caras. Portanto, esses dispositivos foram considerados úteis apenas para as instituições que podiam pagar e mantê-los.

Todos esses computadores foram desenvolvidos sob encomenda e projetados para desempenhar uma função específica. Eles foram fabricados à mão e individualmente, por isso a produção em massa não foi possível.

Por todos esses motivos, não havia suspeita de que os computadores pudessem se tornar um artigo de uso diário. De fato, pensava-se que, com 20 computadores, seria suficiente para saturar o mercado dos Estados Unidos.

Computadores de programas armazenados

Os primeiros computadores foram projetados para cumprir funções específicas. Por exemplo, se tivessem sido programados para realizar cálculos matemáticos, não poderiam ser usados ​​para processamento de texto.

Reprogramar esses computadores para cumprir outras funções era caro e atrasado. Para conseguir isso, foi necessário desmontar e redesenhar quase completamente. Além disso, nem sempre foi possível fazer isso.

Esse problema foi resolvido com a criação de computadores de programas armazenados. Essas máquinas foram projetadas para poder armazenar um novo conjunto de instruções sem alterar sua operação.

Os primeiros computadores

Os primeiros computadores foram fabricados a pedido de instituições que precisavam executar tarefas específicas. Por isso, costumavam ser peças únicas e muito caras que até hoje são preservadas em museus.

Relacionado:  Regime de Terror: Antecedentes, Causas e Consequências

Colossus

O Colossus era uma série de dez máquinas projetadas na Grã-Bretanha durante a Segunda Guerra Mundial. Seu objetivo era decifrar as mensagens que foram interceptadas nas comunicações da Alemanha nazista.

O primeiro Colossus foi criado em 1943 por uma equipe liderada por Tommy Flowers. Esta máquina tinha 15.000 tubos de vácuo e media 2,25 metros de altura por 3 de comprimento e 1,20 de largura.

No final da guerra, Winston Churchil deu a ordem para destruir as máquinas para manter sua história em segredo. No entanto, após um esforço de mais de 14 anos, foi alcançada a reconstrução de um Colosso que repousa no Museu Nacional de Computação de Londres.

ENIAC

O ENIAC é reconhecido como um dos primeiros computadores para fins gerais. Seu nome corresponde à sigla de Integrador Numérico Eletrônico e Computador , que traduz Computador e Integrador Numérico Eletrônico.

Foi construído na Universidade de Pennsilvania durante a Segunda Guerra Mundial. Sua função era calcular as mesas de tiro de artilharia para o Laboratório de Pesquisa Balística dos Estados Unidos. No entanto, quando terminou em 1946, a guerra acabou.

Este computador poderia resolver uma grande variedade de problemas matemáticos e uma de suas vantagens era a facilidade de ser reprogramado. Portanto, é considerado um dispositivo muito versátil para o seu tempo.

ENIAC era enorme. Para sua criação, foram utilizados 18.000 tubos de vácuo, medindo 15 por 9 metros e pesando 30 toneladas. Por esse motivo, era necessário ter um porão inteiro para localizar seus 40 painéis.

Manchester Baby

A Máquina Experimental de Pequena Escala de Manchester , mais conhecida como Manchester Baby, foi criada em 1948 por cientistas da Universidade de Manchester.

É reconhecido como o primeiro computador a executar um programa armazenado. Foi formado por apenas 5500 tubos de vácuo, muito poucos em comparação com seus antecessores. Tinha 5 metros de comprimento e 2,3 metros de altura e pesava uma tonelada.

O Manchester Baby tinha três programas diferentes: o primeiro teve como objetivo encontrar o divisor mais alto do número 218 e o segundo aperfeiçoou essa mesma função. Finalmente, o terceiro foi destinado ao cálculo de longas divisões.

UNIVAC

O UNIVAC foi criado em 1951 pelos mesmos criadores do ENIAC. Seu objetivo era projetar um computador comercial para processamento de dados, razão pela qual o chamaram de Computador Automático Universal ou Computador Automático Universal .

A UNIVAC incorporou linhas de retardo de mercúrio que ajudaram a reduzir o número de tubos de vácuo para 5.000. Graças a isso, seu tamanho era de 4,4 x 2,3 metros, muito menor que o de todos os seus antecessores.

Referências

  1. Beal, V. (2016). As cinco gerações de computadores. Recuperado de webopedia.com
  2. CS160. (SF). História dos computadores. Recuperado de computerscience.chemeketa.edu.
  3. Freiberg, P. (2008). UNIVAC. Encyclopaedia Britannica. Recuperado de britannica.com
  4. Gates, F. (SF). Características do computador de primeira geração. Techwalla Recuperado de techwalla.com
  5. The Gale Group (2002) Gerações, computadores. Recuperado de encyclopedia.com.

Deixe um comentário