30 alimentos ricos em estrógenos naturais

Os estrógenos são hormônios importantes para o funcionamento saudável do corpo feminino, responsáveis por regular o ciclo menstrual, promover o desenvolvimento dos órgãos reprodutivos e manter a saúde dos ossos. Porém, desequilíbrios hormonais podem causar diversos problemas de saúde, como a menopausa precoce e a osteoporose. Por isso, é importante consumir alimentos ricos em estrógenos naturais para ajudar a manter o equilíbrio hormonal. Neste artigo, vamos apresentar 30 alimentos que são fontes naturais de estrógenos e que podem auxiliar na regulação dos níveis hormonais no corpo.

Alimentos com maior concentração de estrogênio: quais são os mais ricos?

Os alimentos ricos em estrogênio natural são uma excelente opção para equilibrar os níveis hormonais no corpo. O estrogênio é um hormônio importante para várias funções do organismo, incluindo a regulação do ciclo menstrual e a saúde dos ossos.

Existem diversos alimentos que são naturalmente ricos em estrogênio, e incluí-los na dieta pode trazer benefícios para a saúde. Alguns dos alimentos mais ricos em estrogênio são as sementes de linhaça, a soja, o feijão preto, o grão-de-bico e as lentilhas. Esses alimentos são fontes naturais de fitoestrógenos, substâncias que têm uma estrutura semelhante ao estrogênio produzido pelo corpo.

Além disso, frutas como maçãs, cerejas, uvas e ameixas também são consideradas alimentos ricos em estrogênio. Essas frutas contêm fitoestrógenos que podem ajudar a equilibrar os níveis hormonais no organismo.

Outros alimentos que são bons para aumentar a ingestão de estrogênio são as verduras de folhas verdes escuras, como espinafre, couve e rúcula. Esses vegetais são ricos em fitoestrógenos e também fornecem outros nutrientes essenciais para a saúde.

Incluir esses alimentos na dieta diária pode ajudar a manter os níveis de estrogênio equilibrados no organismo e promover uma melhor saúde hormonal. Portanto, é importante considerar a inclusão de alimentos ricos em estrogênio na alimentação regular para garantir o bem-estar e o equilíbrio hormonal.

Aumentando os níveis de estrogênio de forma natural: dicas e estratégias eficazes.

Quando se trata de equilibrar os níveis hormonais, especialmente o estrogênio, é importante considerar opções naturais. O estrogênio desempenha um papel fundamental no corpo da mulher, ajudando a regular o ciclo menstrual, manter a saúde dos ossos e promover uma pele saudável. Felizmente, há uma variedade de alimentos que podem ajudar a aumentar os níveis de estrogênio de forma natural.

Alguns alimentos ricos em estrógenos naturais incluem soja, linhaça, grãos integrais, frutas cítricas e vegetais crucíferos. Estes alimentos contêm fitoestrógenos, que são compostos semelhantes ao estrogênio encontrados em plantas. Consumir esses alimentos regularmente pode ajudar a equilibrar os níveis de estrogênio no corpo.

Além disso, a incorporação de ervas como trevo vermelho e alcaçuz na dieta também pode ser benéfica para aumentar os níveis de estrogênio. Estas ervas são conhecidas por suas propriedades naturais de equilíbrio hormonal e podem ser consumidas como chás ou suplementos.

Outra estratégia eficaz para aumentar os níveis de estrogênio de forma natural é focar em alimentos ricos em fitoestrógenos, como nozes, feijão e sementes de abóbora. Estes alimentos são uma ótima fonte de fitoestrógenos, que podem ajudar a regular os níveis hormonais no corpo.

Além disso, a incorporação de ervas como trevo vermelho e alcaçuz também pode ser benéfica. Focar em alimentos ricos em fitoestrógenos, como nozes, feijão e sementes de abóbora, também pode ajudar a equilibrar os níveis hormonais no corpo.

Quais são os fatores que podem aumentar os níveis de estrogênio no organismo?

Os níveis de estrogênio no organismo podem ser aumentados por diversos fatores, tais como a alimentação. Existem alimentos ricos em estrógenos naturais que podem contribuir para o aumento dos níveis deste hormônio no corpo, promovendo diversos benefícios para a saúde.

Alguns dos alimentos que podem aumentar os níveis de estrogênio incluem soja, linhaça, grãos integrais e frutas secas. Estes alimentos contêm fitoestrógenos, substâncias que possuem uma estrutura molecular semelhante ao estrogênio produzido pelo organismo, o que pode ajudar a regular os níveis hormonais.

Além da alimentação, outros fatores que podem aumentar os níveis de estrogênio no organismo são o excesso de peso, o consumo de álcool e o uso de medicamentos hormonais. Portanto, é importante manter uma alimentação equilibrada e saudável, praticar exercícios físicos regularmente e evitar hábitos prejudiciais à saúde para manter os níveis de estrogênio sob controle.

Para saber mais sobre alimentos ricos em estrógenos naturais e como eles podem beneficiar a sua saúde, confira a lista de 30 alimentos que preparamos para você.

Inhame: aliado natural na reposição hormonal para equilíbrio e bem-estar feminino.

O inhame é um tubérculo rico em fitoestrógenos, substâncias que ajudam na reposição hormonal do organismo feminino. Esses compostos agem de forma semelhante ao estrógeno, hormônio responsável por diversas funções no corpo da mulher.

Relacionado:  13 benefícios do jejum para a saúde física e mental

Além de contribuir para o equilíbrio hormonal, o inhame também é uma excelente fonte de diversos nutrientes essenciais para a saúde da mulher, como vitaminas do complexo B, potássio e ferro. Esses nutrientes ajudam a fortalecer o sistema imunológico, prevenir anemias e manter a saúde do coração.

Por ser um alimento versátil, o inhame pode ser consumido de diversas formas, como cozido, assado, ou até mesmo em forma de purê. Ele pode ser adicionado a saladas, sopas, ou ser consumido como acompanhamento de pratos principais.

Portanto, incluir o inhame na dieta diária pode ser uma ótima maneira de promover o equilíbrio hormonal e o bem-estar feminino de forma natural e saudável.

30 alimentos ricos em estrógenos naturais

Os ricos estrogénios alimentos são uma parte importante da dieta humana, especialmente em mulheres, sendo um hormônio essencial para a regulação e desenvolvimento do sistema reprodutor feminino, como bem como características sexuais secundárias.

Esse hormônio está presente em homens e mulheres, tendo um maior nível de presença em mulheres em idade reprodutiva. Nas mulheres, regula a espessura do endométrio, sendo essencial para o desenvolvimento do ciclo menstrual.

30 alimentos ricos em estrógenos naturais 1

Nos homens, os estrogênios regulam algumas funções muito importantes do sistema reprodutivo, como a maturação espermática. Em ambos os sexos, os estrogênios são necessários para uma libido saudável.

30 alimentos ricos em estrogênio

1- Nozes

Nozes, especialmente damascos, ameixas e tâmaras desidratadas permitem equilibrar os níveis de estrogênio no corpo de uma maneira importante.

Eles contêm fitoestrógenos – isto é, estrógenos naturais – que cumprem a mesma função dos estrógenos do nosso corpo e permitem reduzir as lacunas devido à falta desse hormônio no organismo.

Além desses benefícios, as nozes são um lanche rico e saudável, que permite reduzir os desejos de açúcar sem consumir açúcar refinado, embora durante o processo de desidratação a concentração natural de açúcar nas frutas aumente, em vez de comer um pouco. pedaço de fruta fresca.

2- sementes de gergelim

As sementes de gergelim também são uma fonte importante de fitoestrogênios, além de fornecer uma quantidade significativa de fibras e minerais, especialmente cálcio.

Com uma pequena quantidade de sementes de gergelim, você já estará cobrindo suas necessidades de magnésio, ferro e fibra, que são necessárias diariamente.

Nas sementes de gergelim, encontramos lignanas, que são metabólitos secundários de plantas com altas concentrações de fitoestrogênios.

3- Feijão

Os feijões não são apenas saudáveis ​​devido ao seu alto teor de fibras e à sua capacidade de reduzir o colesterol no organismo. Eles são uma fonte interessante de proteínas e carboidratos saudáveis, que também mantêm os níveis de glicose no sangue estáveis.

Além de todos esses benefícios, eles fornecem uma grande quantidade de fitoestrógenos que ajudam a equilibrar os níveis hormonais.

4- Brotos de alfafa

Eles também são uma fonte de estrogênios vegetais, o que é uma vantagem, pois são um complemento a esses hormônios sem consumir estrogênios artificiais que podem ser tóxicos para o organismo.

Além disso, os brotos de alfafa têm fitonutrientes, são baixos em calorias e carboidratos e permitem a redução dos níveis de colesterol. Eles são um complemento ideal para suas saladas e sanduíches e uma boa alternativa para uma dieta saudável.

5- Leite de soja

Possui alto conteúdo de fitoestrogênio e é conhecida por suas propriedades antienvelhecimento. Também é uma excelente alternativa ao consumo de laticínios, pois proporciona sabor e textura cremosos e suaves a todos os tipos de preparações. É bom e pode ser consumido de várias maneiras.

Aumenta o estrogênio do corpo rapidamente, portanto, é uma boa alternativa na terapia pós-menopausa. O leite de soja também é uma excelente fonte de cálcio.

6- Tofu

O tofu – que também é preparado à base de soja, água e sal, sendo um tipo de “leite de soja coagulado” – também é um alimento com uma grande quantidade de fitoestrogênios e isoflavonóides.

O tofu também é rico em proteínas e ferro, por isso é usado como base de alimentos veganos e vegetarianos. É usado para substituir a carne, reduzindo também os níveis de gordura e colesterol.

7- Grão de bico

Eles são uma fonte natural de fitoestrogênios, além de fornecer uma grande quantidade de fibras e proteínas, o que também reduz o consumo de carne em parte.

Eles geralmente são consumidos na forma de hummus, uma pasta rica que pode ser usada para todos os tipos de preparações; e também como croquetes de faláfel ou grão de bico. No entanto, ensopados e outras preparações também podem ser preparados para desfrutar de suas propriedades.

8- Linhaça

Eles são uma das principais fontes naturais de estrogênio. Além de possuírem essa propriedade, dentre seus benefícios, destaca-se que são muito ricos em fibras, proporcionando saciedade e efeito digestivo e laxante.

Além disso, são uma excelente fonte de ômega 3, mas do tipo vegetal, o que permite evitar o endurecimento das artérias e, assim, prevenir várias doenças cardiovasculares, especialmente na terceira idade.

9- Ervilhas

Eles são um tipo de grão de bico que aumentará rapidamente o nível de estrogênio do corpo. Além de seu alto conteúdo de fitoestrogênio, essas pequenas leguminosas possuem magnésio, potássio, ferro e até algumas proteínas.

Eles também são uma boa fonte de vitamina C, ajudando também a fortalecer o sistema imunológico.

10- Vinho tinto e vinho branco

Sendo feitos com uvas, os vinhos (vermelho e branco) também são uma boa fonte de fitoestrogênios. Você pode tomar uma bebida e ajudar a melhorar seus níveis hormonais ao mesmo tempo.

11- Todos os alimentos ricos em vitamina C

Todas as frutas cítricas, incluindo tomate, melão, pêssego, banana, couve-flor, aspargo e alcachofra, apresentam altos níveis de vitamina C, além de uma grande quantidade de fitoestrogênios que aumentam os níveis de estrogênio no organismo.

12- Betarragas

Esses vegetais nutritivos e deliciosos, como muitos vegetais de raiz, possuem altos componentes de fitoestrogênio. Sua vantagem é que você pode consumi-lo de várias maneiras e seu sabor doce se adapta a todos os tipos de alimentos.

13- Nozes

Todos os tipos de nozes, como castanha de caju, castanhas, avelãs, pistache e nozes em geral, são alimentos ricos em fitoestrogênios. Consumir equilibra os níveis hormonais.

14- Grãos integrais

O pão preparado com cereais multigrãos ou de grãos integrais, incluindo aveia, trigo, centeio e cevada, contém altos níveis de fitoestrogênios que aumentam o consumo na dieta diária.

15- Alho

O alho é rico em flavonóides, assim como todos os vegetais que pertencem à família das cebolas. Em 100 gramas de alho, podemos encontrar até 603 microgramas de fitoestrogênios.

16- Chá verde

O chá verde de todas as infusões é o que contém mais fitoestrogênios. Além disso, possui muitas outras propriedades por seus potentes antioxidantes, os polifenóis.

Isso permite que você forneça proteção contra os radicais livres, evitando danos às células e ao DNA, o que ajudaria a prevenir certos tipos de câncer, como o câncer de próstata.

17- Poroto Mung

O feijão mungo é uma leguminosa que contém cumestrol. Esta é uma forma menos comum de fitoestrogênios na natureza. Sua potência é menor em comparação com outros tipos de fitoestrogênios, no entanto, também é útil se procurarmos aumentar os níveis desse hormônio.

18- Brócolis

O brócolis contém ídolos, fitoquímicos que participam do metabolismo do estrogênio. Portanto, se você tiver excesso de estrogênio, o brócolis o ajudará a torná-lo benéfico para o seu corpo.

De acordo com o estudo “Câncer de mama: pesquisa básica e clínica”, em 2010, existe uma relação entre brócolis e prevenção de câncer de mama em mulheres.

18- Manteiga de amendoim

Os amendoins contêm fitoestrogênios, por isso é uma boa maneira de consumi-los. Você pode fazê-lo na forma de manteiga de amendoim ou em alimentos doces e salgados. Seu sabor é delicioso e eles também fornecem óleos gordurosos saudáveis.

19- Amêndoas

As amêndoas são outra fonte de fitoestrogênios e podem ser consumidas como um lanche rápido no meio da manhã ou no meio da tarde.

20- Pistácios

De todas as nozes, os pistácios são os que mais contribuem com os fitoestrógenos. Mais de 382 microgramas de fitoestrogênios por 100 gramas.

21- Morangos

Além de serem uma das frutas com maior poder antioxidante, possuem isoflavonas e lignanas que ajudam a aumentar os níveis de estrogênio. Os morangos também ajudam a prevenir a formação de câncer de mama e próstata.

22- Repolho

Couves e vegetais crucíferos geralmente contêm uma quantidade significativa de fitoestrogênios. De acordo com um estudo da Universidade de Illinois, quando processados, eles têm a vantagem de atuar como um nivelador de estrogênio no corpo, bem como a capacidade de reduzir taxas muito altas que podem afetar alguns tipos de câncer, como mama e próstata.

23- Miso Paste

O missô, feito com soja, é outra excelente fonte de fitoestrogênios. Devido à grande presença de isoflavonas na soja, todos os seus produtos são os que aumentam os níveis de estrogênio no organismo.

24- Tempeh

É outra preparação feita com soja. A soja é fermentada e feita sob a forma de bolo. Quando fermentado, preserva todas as proteínas, fibras e vitaminas que outros alimentos. É usado como substituto da carne como uma boa fonte de fitoestrogênios.

Relacionado:  10 alimentos salgados comuns que irão surpreendê-lo

25- Sementes Maravilhosas

Eles são uma boa fonte de fitoestrogênios, fornecendo muitos deles, assim como outras sementes. Eles também fornecem gorduras e óleos saudáveis.

26- Azeite

O azeite é conhecido por sua capacidade de equilibrar hormônios. Isso ocorre porque gorduras saudáveis ​​melhoram a membrana celular, permitindo hormônios maiores e melhores ligações. Isso também ajuda a equilibrar o estrogênio no corpo.

27- Pêssegos

Entre as frutas, elas são uma das mais altas em fitoestrogênios, permitindo equilibrar os níveis hormonais no organismo.

28- Sementes de abóbora

As sementes de abóbora são uma fonte potente de fitoestrogênios. Algumas mulheres na fase da menopausa as consomem com cereais matinais, percebendo imediatamente seus efeitos benéficos na redução das ondas de calor e na melhora do humor.

Um estudo realizado pelo Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da Universidade de Rostock, na Alemanha, mostrou que o extrato de sementes de abóbora por sua grande quantidade de lignanas pode ser usado para a prevenção e / ou tratamento do câncer de mama.

29- Abóbora

Juntamente com outros tipos de abóboras e abóboras, eles são uma boa fonte de fitoestrogênios. Eles podem ser consumidos em purês, sopas ou como saladas.

30- Café

Dentro de suas muitas propriedades, o café também ajuda a equilibrar o estrogênio. Possui vários fitoestrógenos que ajudam a reduzir o risco de câncer de mama, de acordo com um estudo de 2009 do “Journal of Nutrition”. Para obter esse efeito, é recomendável consumir café cozido.

Funções e benefícios interessantes do estrogênio

Os estrógenos também podem ser usados ​​como medicamentos na terapia contraceptiva, terapia de reposição hormonal, como a menopausa e também no tratamento de alguns tipos de câncer sensíveis à terapia hormonal, como câncer de próstata e câncer de mama.

Outras funções básicas dos estrogênios são:

  • Acelere o metabolismo.
  • Aumentar os depósitos de gordura.
  • Estimular o crescimento uterino.
  • Engrosse as paredes vaginais e aumente a lubrificação.
  • Aumenta o crescimento e a formação óssea.
  • Mantém as vísceras e a pele em boas condições.
  • Eles aumentam o colesterol HDL “bom” e reduzem o colesterol LDL “ruim”.
  • Reduz a mobilidade do intestino grosso.
  • Promove a ovulação
  • Promove maior receptividade sexual em fêmeas de diferentes espécies.
  • Induz a secreção de prolactina, que estimula a amamentação.
  • Eles têm um efeito anti-inflamatório.
  • Eles têm um efeito protetor vascular, que previne doenças cardiovasculares como a aterosclerose.
  • Devido aos seus efeitos anti-inflamatórios, os estrógenos também beneficiam o cérebro, estimulando especificamente a eficiência do córtex pré-frontal, que está relacionado à capacidade de memória.
  • Eles reduzem o desejo de “compulsão alimentar”, especialmente nas mulheres.
  • Eles ajudam no tratamento do câncer de próstata devido à sua função antiandrogênica, reduzindo os níveis de testosterona.
  • Promove a cicatrização de feridas.

Como podemos ver, os estrogênios oferecem muitos benefícios ao corpo. Na natureza, existem alimentos que naturalmente podem nos fornecer estrogênio e nos permitem tirar proveito de suas imensas vantagens.

Por que consumir fitoestrogênios?

Segundo um estudo do Instituto Nacional de Ciências da Saúde Ambiental dos EUA, o uso de fitoestrógenos tem efeitos benéficos na saúde.Estes compostos têm um efeito semelhante ao estrogênio animal produzido pelo organismo, embora com menos energia.

Existem três tipos de fitoestrogênios: os cumestrales – com grande efeito de fitoestrogênios encontrados em leguminosas, feijões, soja, grão de bico e alfafa. Isoflavonas, que também têm propriedades antioxidantes, como soja e legumes. E, finalmente, as lignanas, encontradas principalmente nas sementes, nos feijões, frutas, verduras e farelos de diferentes grãos.

É importante consumir produtos que aumentam os níveis de estrogênio no caso de perdas significativas desse hormônio no organismo. Em muitas ocasiões, apenas introduzindo-os na dieta, você volta ao equilíbrio. Sempre com moderação, essa é a chave para a saúde.

Referências

  1. 20 alimentos ricos em fitoestrogênios de estrogênio. Extraído do Diário de Saúde Mental
  2. Alimentos que aumentam o estrogênio. Extraído de Mamiverse.com
  3. As melhores fontes naturais de estrogênio para mulheres na pós-menopausa. Extraído do Live strong.com
  4. Steven D. Ehrlich, NMD, Solutions Acupuncture, uma clínica privada especializada em medicina complementar e alternativa, Phoenix, AZ. Revisão fornecida pela VeriMed Healthcare Network. Também revisado pela equipe editorial da ADAM.
  5. Heather B. Jefferson W. Os prós e contras dos fitoestrogênios. Neuroendocrinol dianteiro. Outubro de 2010; 31 (4): 400-419.
  6. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi-estruturadas, com entrevistas semiestruturadas e entrevistas semi-estruturadas, com o objetivo de avaliar o desempenho dos participantes. Efeitos de extratos de fitoestrogênio isolados de sementes de abóbora na produção de estradiol e expressão de ER / PR em células tumorais de câncer de mama e trofoblasto.

Deixe um comentário