As 11 características do ensaio mais marcante

Uma das principais características do ensaio é que ele é lógico. As frases e parágrafos de um ensaio fluem logicamente, dando coerência (significado) e coesão (conexão entre seus componentes) ao texto.

Os ensaios são composições escritas e orais que defendem a posição e a opinião dos autores, que explicam ou descrevem um tópico, avaliam uma situação ou interpretam as informações apresentadas.

As 11 características do ensaio mais marcante 1

Portanto, esses textos devem demonstrar que o autor conhece as implicações gerais do assunto sobre o qual está falando, bem como seus aspectos particulares.

O tema do ensaio não deve ser muito amplo, porque o escritor não pode cobrir todos os problemas. Da mesma forma, não deve ser muito restrito, pois o autor pode estar limitado no momento do desenvolvimento do ensaio.

Cabe ressaltar que a apresentação do tema central, também chamado de tese, deve ser clara. Dessa forma, os leitores podem entender o ensaio sem nenhum problema.

A estrutura do ensaio inclui uma introdução, um desenvolvimento e uma conclusão. A ausência de qualquer um desses três elementos causaria falha na gravação.

As 11 principais características do julgamento

1- Lógica

A característica essencial dos ensaios é que eles são lógicos. As idéias que compõem o texto são coerentemente relacionadas, o que fornece progressão temática e dá sentido ao texto.

Além disso, o autor usa conectores e referências que estabelecem relações estruturais entre os diferentes componentes do texto. Dessa forma, o texto é coeso, o que facilita a leitura.

2- Linguagem referencial

Em geral, os ensaios usam a função referencial da linguagem, que é aquela usada quando as informações devem ser apresentadas. A linguagem referencial é formal e objetiva.

3- Linguagem conativa

Em alguns ensaios, como o argumentativo, a função conativa da linguagem é usada. Esse é o objetivo de convencer ou convencer o leitor.

Relacionado:  Quais são os conectores de conseqüência? (com exemplos)

4- Tópico delimitado

O assunto do ensaio deve ser delimitado. Isso não deve ser muito amplo, pois seria difícil para o escritor cobrir todos os aspectos do tópico escolhido.

Da mesma forma, não deve ser muito restrito, pois não haveria aspectos suficientes para se escrever.

5- conciso

O ensaio deve ser conciso e limitar-se a lidar com os pontos indicados na tese.

Por exemplo, se a introdução indicar que a peça de Shakespeare, Romeu e Julieta, será discutida , outros trabalhos desse autor não deverão ser discutidos , a menos que estejam diretamente relacionados ao tema do ensaio.

6- Estrutura definida

Independentemente do tipo de redação, a estrutura será a mesma: introdução, desenvolvimento e conclusão.

A introdução fornece dados referenciais que permitem que o leitor seja contextualizado. Da mesma forma, é apresentada a tese que será desenvolvida ao longo de todo o texto.

A introdução deve ser atraente, para que o leitor se interesse pelo ensaio e continue lendo.

No desenvolvimento, são apresentadas as idéias secundárias que sustentam a tese. No caso de um ensaio argumentativo, as idéias a favor são apresentadas; e se for um estudo comparativo, as semelhanças e diferenças são apresentadas.

Finalmente, na conclusão, a tese é reafirmada e é feito um resumo dos pontos mais importantes abordados no ensaio.

7- Função

A função do teste é uma característica importante, pois isso definirá o tipo de teste.

Dependendo da função, você pode ter testes expositivos, argumentativos, descritivos, explicativos, comparativos, analíticos, avaliativos, entre outros.

Ensaios de exposição

Ensaios expositivos são aqueles em que as informações são apresentadas. Nesse tipo de ensaio, o autor não revela seu ponto de vista sobre o assunto com o qual está lidando, mas apenas expõe os fatos.

Relacionado:  Literatura: origem, características, tipos, funções e clássicos

Ensaios argumentativos

Ensaios argumentativos são baseados em idéias discutíveis. Isso significa que, nesse tipo de ensaio, haverá pelo menos duas opiniões opostas.

Um ensaio argumentativo não pode ser feito em torno de um fato, uma vez que estes não são discutíveis.

Por exemplo, não se pode argumentar que o Sol nasça no leste e se ponha no oeste. No entanto, os fatos podem apoiar os argumentos apresentados.

Testes descritivos

Ensaios descritivos são geralmente associados à ciência. Eles têm a função de oferecer informações sobre as características de um objeto, processo ou fenômeno.

Ensaios explicativos

Ensaios explicativos são aqueles que fornecem informações sobre relações de causa e efeito.

Testes comparativos

Ensaios comparativos estabelecem semelhanças e diferenças entre dois objetos, fenômenos ou idéias.

Testes analíticos

Os testes analíticos são responsáveis ​​por reduzir um fenômeno a seus componentes, a fim de analisá-los individualmente, encontrar padrões e classificá-los em categorias.

Ensaios avaliativos

Ensaios avaliativos são aqueles em que um julgamento de valor é oferecido levando em consideração certos critérios.

8- Reflexivo

Os ensaios são textos que mostram a capacidade de reflexão do autor, pois comprovam que ele considerou todos os aspectos relacionados ao assunto em que está trabalhando.

9- Uso de figuras retóricas

Os ensaios usam figuras retóricas para realizar a tarefa do autor. Algumas das figuras mais comuns são ethos, pathos e logotipos.

O ethos é a figura que transmite informações sobre a moralidade e o caráter de uma pessoa. O pathos é aquele que estabelece uma conexão com o leitor através de emoções e sentimentos .

Finalmente, os logotipos apelam à inteligência do autor. Os logotipos são alcançados citando fontes verdadeiras, apontando fatos e fornecendo estatísticas.

Relacionado:  Francisco Rojas González: biografia, estilo e obras

Para que esse recurso seja eficaz, as informações apresentadas devem estar relacionadas logicamente. Outras figuras retóricas usadas nos ensaios são:

– A analogia, que compara dois elementos semelhantes para provar um ponto.

– A anedota, que apresenta uma história pessoal, geralmente experimentada pelo autor para criar uma conexão com o leitor.

10- Combinação de fatos e opiniões

Em ensaios argumentativos, fatos e opiniões são usados ​​para desenvolver o texto. Os bons escritores apoiar suas opiniões com fatos, dados e estatísticas que lhes dão força aos argumentos.

11- Peças

Normalmente, as partes de um ensaio são três:

  • 1. Introdução
  • Desenvolvimento
  • Conclusão

Referências

  1. Características de um ensaio. Recuperado em 26 de novembro de 2017, de penandthepad.com
  2. Características de uma redação. Recuperado em 26 de novembro de 2017, de usingenglish.com
  3. Características dos diferentes ensaios. Recuperado em 26 de novembro de 2017, de caes.hku.hk
  4. Ensaio Recuperado em 26 de novembro de 2017, de study.com
  5. Ensaio Recuperado em 26 de novembro de 2017, de wikipedia.org
  6. Cinco características de um bom ensaio. Recuperado em 26 de novembro de 2017, de coolessay.net
  7. Classificação geral dos principais tipos de ensaios. Recuperado em 26 de novembro de 2017, de privatewriting.com
  8. Top 10 Qualidades de grandes ensaios universitários. Recuperado em 26 de novembro de 2017, de boldguidance.com

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies