As 6 etapas da organização administrativa

É muito importante conhecer as etapas da organização administrativa para poder gerenciar os recursos da maneira mais eficiente possível e obter os melhores resultados. A organização administrativa é um conjunto de ações realizadas por um grupo de pessoas com a idéia fundamental de alcançar um objetivo comum.

Esse conceito não se refere apenas ao gerenciamento da economia de uma empresa, mas também pode abranger a condução da renda econômica de uma família para a de uma nação inteira. Então, todo número que recebe uma renda monetária deve ter um planejamento adequado se espera ter sucesso a longo prazo.

As 6 etapas da organização administrativa 1

Origens da organização administrativa

A administração está ligada a aspectos organizacionais, cujas origens remontam ao Egito antigo e à distante Babilônia.

O fato de administrar tem como objetivo tirar o máximo proveito das decisões econômicas e financeiras e garantir que essas sejam sempre as mais adequadas, dependendo do caso. O gerenciamento pode ser considerado como a ciência do gerenciamento.

A administração , como é conhecida hoje, começou a tomar forma na Europa no século XV, após a introdução do uso de algarismos arábicos; Esse fato facilitou a maneira de manter as contas.

Entre os séculos XVIII e XIX, a Revolução Industrial já havia ocorrido , o que mudou completamente o cenário de trabalho e negócios da época. Nesse momento, o governo tornou-se indispensável para o gerenciamento de novas indústrias e fábricas.

O economista e filósofo britânico Adam Smith , considerado o pai da economia moderna, explicou a necessidade de uma hierarquia e divisão do trabalho para que ela pudesse ser executada da melhor maneira possível.

Com a chegada de máquinas industriais e, portanto, uma produção muito maior de diversos bens e itens, tornou-se necessário especializar uma ciência que antes era considerada espontânea.

Relacionado:  Teoria de Contingência nos Negócios: Princípios, Autores

A administração facilitou o processo para alcançar o que, segundo Smith, era o objetivo final da produção em massa: maximização do capital e da terra.

Etapas da organização administrativa

As 6 etapas da organização administrativa 2

Essa forma de organização é dividida em várias etapas. Essas fases compõem as principais regras da administração, para que possam ser executadas corretamente e a possibilidade de erros seja minimizada.

Existem diferentes interpretações; no entanto, as seis etapas essenciais do processo administrativo são as seguintes, em ordem de execução:

Previsão

Logicamente, isso deve ser feito antes de iniciar qualquer projeto. Todos os fatores que podem entrar em jogo e afetar o resultado devem ser levados em consideração. Você deve ser extremamente cauteloso e não tomar nada como garantido.

Planejamento

Os objetivos são traçados e as opções disponíveis e as ações a serem tomadas para alcançá-los são gerenciadas. Esses objetivos devem sempre ser realistas e consistentes, nunca devem ser considerados eficazes ou anunciar lucros desde o início.

Organização

O processo de criação é realizado e a estrutura de trabalho necessária é formada para atingir o objetivo, definindo as atividades, o trabalho, os possíveis desafios, as hierarquias, os grupos e as etapas a serem seguidas.

Morada

Gerenciamento implica liderar e influenciar a organização completa e completamente. É nessa fase que se começa a ver como a ação planejada toma forma e os objetivos já estão menos distantes, pois há ordem na hierarquia e há um plano em operação.

Coordenação

Esse estágio refere-se às ferramentas que devem ser levadas em consideração para garantir que os objetivos estabelecidos possam ser alcançados.

Aqui todos os fatores que, direta ou indiretamente, têm a ver com o processo, entram em cena. A idéia é que todo o procedimento funcione como uma engrenagem.

Relacionado:  Centralização na administração: características e tipos

Controlar

Os comportamentos e métodos aprovados no planejamento e coordenação devem ser executados à risca. Assim, os objetivos são alcançados com a maior precisão e no menor tempo possível.

É quando o controle entra em ação e garante que nenhuma das partes envolvidas fique fora do estabelecido. Isso evita atrasos e complicações ao longo do caminho para alcançar os objetivos.

Além das seis etapas

Note-se que a administração vai além das seis etapas descritas acima.

Isso tem algumas regras tácitas, como o fato de que você nunca pode esperar ou ter lucros como garantidos. Não importa quão bem planejado seja um processo, ele não é isento de riscos ou de falhas.

Da mesma forma, essa ciência social e econômica contempla vários princípios que complementam as etapas de planejamento e execução.

Destes princípios, é possível enfatizar o que diz que para a especialização em uma área é necessária a divisão do trabalho. A autoridade responsável deve responder pelos responsáveis.

Além disso, a disciplina é absolutamente necessária e o respeito é um valor indispensável para criar um ambiente de trabalho estável.

Exemplo de procedimentos administrativos bem-sucedidos

Pirâmides do Egito

Grandes exemplos de administração bem-sucedida podem ser vistos ao longo da história da humanidade. As famosas pirâmides do Egito precisavam de um amplo plano administrativo e logístico que, sem dúvida, exigia grande disciplina, ordem, coordenação e controle.

Construções da Antiguidade

O exposto acima também se aplica a todas as grandes construções da Antiguidade, como a estátua de Zeus e o Coliseu Romano.

Outros exemplos

Estruturas monumentais não são os únicos exemplos bem-sucedidos de administração na história. Do planejamento da colheita ao alimento no inverno, ao conhecimento de quais insumos e em que quantidade eles poderiam fazer uma longa viagem no alto mar, são processos administrativos.

Relacionado:  Avanço do cliente: como é contabilizado, exemplos

Todos gerenciam os recursos disponíveis no momento. Dessa forma, procuramos tirar o máximo proveito dela e minimizar o risco de erro. Caso contrário, nesses casos, o resultado teria sido uma fome ou uma tragédia por ficar sem água fresca no meio do oceano.

E é que a ciência administrativa existe desde tempos imemoriais. Talvez não com um nome próprio, mas como algo intrínseco à natureza social do ser humano.

Isso indica que, para conviver civilmente, as pessoas exigem recursos e gerenciamento, além da capacidade de usá-los da maneira mais adequada e ideal.

Referências

  1. Arias Romero, JA (2014). Defina seu plano estratégico com seus funcionários e clientes em mente. Gestiopolis Disponível em gestiopolis.com
  2. Guerrero Martín, MA (2003). 4 etapas do processo administrativo. Gestiopolis Recuperado em: gestiopolis.com
  3. Dicionário Merriam-Webster (2018). Administração Merriam-Webster. Recuperado em: merriam-webster.com
  4. Munch, L. (s / f) Fundamentos da administração.
  5. Shah, F. (2014). Conceitos de administração e supervisão. SlideShare SlideShare Recuperado em: es.slideshare.net

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies