Canais de distribuição: tipos, recursos, exemplos

Os canais de distribuição são as diferentes entidades envolvidas na estrutura de negócios e no marketing de um produto. Seu objetivo é garantir que o produto seja transferido da fábrica para o consumidor final.

O canal de distribuição de um produto é composto por indivíduos ou empresas responsáveis ​​por sua transferência e propriedade físicas sem modificá-lo. Porque quando isso acontece, um novo produto nasce.

Canais de distribuição: tipos, recursos, exemplos 1

Portanto, para que um intermediário seja considerado como canal de um produto, ele deve adquirir sua propriedade do fabricante ou do intermediário (canal) e depois vendê-lo para outro ou para o consumidor final.

O sistema de distribuição pode incluir participantes ou canais principais (atacadistas ou varejistas). Participantes especializados também podem participar.

Isso inclui empresas de transporte, agentes de frete, armazéns, agentes de comissões e comerciantes de produtos.O canal de distribuição é um dos quatro componentes do sistema de marketing, juntamente com o produto, o preço e o mercado ou local.

Tipos de canais de distribuição e suas características

Os canais de distribuição podem ser classificados em:

Canais de Bens de Consumo

Por sua vez, estes são divididos em:

Canal direto

É aquele que vai de produtor para consumidor. Esse canal é o mais simples e mais imediato que existe para distribuir bens de consumo, pois não envolve intermediários.

Canal de varejo

A distribuição segue o esquema produtor – varejo – consumidor. Inclui as grandes redes de supermercados e lojas.

É o canal mais visível para o consumidor final. Freqüentemente, as compras envolvendo o público em geral são feitas por esse canal.

Wholesale canal

A distribuição é feita de acordo com o esquema: produtor-atacadista-varejista-consumidor. A distribuição de medicamentos, ferragens e alimentos é feita através deste canal.

Relacionado:  Organograma de uma empresa de roupas: estrutura e funções

Bens de alta demanda são geralmente distribuídos por esses canais. Isso possibilita aos fabricantes cobrirem todo o mercado.

Canal do agente / corretor

Siga o padrão produtor – agente – varejista – consumidor. Em vez de usar o canal atacadista, os produtores preferem incorporar agentes intermediários ou agentes de comissão para levar seus produtos ao mercado varejista.

Os produtos geralmente são vendidos para grandes empresas de varejo. Esse esquema é muito comum nas cadeias de distribuição de alimentos e óleo perecíveis.

Canal duplo

A venda do produto do produtor ao consumidor é realizada de acordo com o esquema: fabricante – agente / intermediário – atacadista – varejista – consumidor.

Às vezes, os fabricantes recorrem a agentes intermediários. Estes, por sua vez, empregam atacadistas que vendem para grandes cadeias de lojas ou pequenas lojas.

Canais de distribuição de bens industriais

Essa classe de canais distribui matérias-primas e outros produtos cujos consumidores finais são outras empresas que os utilizam na fabricação de novos produtos.

A distribuição de produtos industriais é diferente da distribuição de produtos de consumo. Nesse tipo de distribuição, quatro canais são usados.

Canal direto (produtor – usuário industrial)

É o mais usual para a aquisição de produtos para uso industrial, pois é o mais curto e mais direto.

Nesse canal estão os fabricantes que compram grandes volumes de matérias-primas, suprimentos, equipamentos ou materiais processados ​​de outros fabricantes.

Fabricantes ou produtores usam sua própria força de vendas para comercializar e vender seus produtos.

Distribuidor industrial

Siga o esquema de usuário produtor – distribuidor industrial – industrial. Os fabricantes usam distribuidores industriais como intermediários para vender a seus clientes. Um exemplo disso são os fabricantes de aparelhos de ar condicionado.

Relacionado:  Unidade administrativa: características, princípios e exemplos

Canal do agente / corretor

O intermediário pode ser o produtor, o agente ou o usuário industrial. É um canal muito útil para empresas que não possuem departamento de vendas próprio.

Agente / canal intermediário – distribuidor industrial

Aqui o intermediário pode ser um distribuidor industrial, o produtor, o agente ou o usuário industrial. Esse tipo de canal é usado quando o esquema de vendas não permite que o usuário industrial seja vendido diretamente.

Canais de distribuição de serviços

Devido à natureza dos serviços prestados, esses canais originam diversas necessidades especiais de distribuição.

Produtor – consumidor

A intangibilidade dos serviços prestados requer contatos pessoais entre o fabricante / produtor e o consumidor. Isso ocorre tanto no processo de produção quanto na atividade de vendas derivada.

É o caso de uma consulta médica ou jurídica, um serviço elétrico, entre outros.

Produtor – agente – consumidor

Aqui, o contato pessoal entre o produtor e o consumidor não é necessariamente necessário para cumprir a distribuição do serviço. Em seguida, o agente ou intermediário entra como parte ativa.

Por exemplo, a agência de viagens para venda de ingressos ou acomodação atende a esse recurso.

Canais de distribuição múltipla ou dupla

Vários canais são usados ​​para melhor cobrir o mercado.

Canais não tradicionais

Eles servem para estabelecer diferenças entre um produto e outro de diferentes empresas (concorrentes).

Canais reversos

Eles são usados ​​quando os produtos são devolvidos ao fabricante para reparo ou reciclagem, mas isso é feito através de diferentes canais de distribuição.

Exemplos de canais de distribuição

Canal direto

As formas de distribuição mais usadas com esse tipo de canal são: vendas diretas tradicionais de porta em porta, telemarketing, vendas por telefone ou vendas por correspondência.Os intermediários não participam desse tipo de canal.

Relacionado:  Interesse simples: elementos, como calculá-lo e exemplo

É o caso de empresas como Avon e Amway.

Canal de varejo

É o caso das lojas Wal-Mart que compram diretamente de seus fabricantes exclusivos. Também inclui supermercados que compram produtos agrícolas diretamente do produtor.

Outros exemplos são revendedores de automóveis, postos de gasolina e lojas de roupas.

Wholesale canal

Um caso representativo desse canal são as agências de viagens que compram pacotes turísticos de atacadistas. Outro caso são as pequenas lojas das aldeias, que vendem produtos comprados de empresas atacadistas de distribuição.

Duplo

Exemplos desse tipo de canal são as diferentes franquias do mercado e os importadores exclusivos.

Referências

  1. Rodríguez, RH Marketing com canais de distribuição. Edições Struo. Recuperado de books.google.co.ve.
  2. Chetochine, G. Marketing estratégico de canais de distribuição: trade marketing, concorrência, marca própria. Recuperado de books.google.co.ve.
  3. Salas Bacalla, J. Tipos básicos de distribuição de plantas. Recuperado de sisbib.unmsm.edu.pe
  4. Canais de distribuição. Recuperado de Leadershipymercadeo.com.
  5. Canais de distribuição: principais características dos distribuidores atacadistas de materiais de construção para extração mineral em Barranquilla – Colômbia. Recuperado de publicações.urbe.edu.
  6. Tipos de canais de distribuição. Recuperado de promonegocios.net.
  7. Borrero, JC Marketing Estratégico. San Marcos editorial. Recuperado de books.google.co.ve.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies