Elementos do mercado: principais características

Os principais elementos do mercado são o vendedor, o comprador, o preço, a oferta e a demanda, entre outros. Mercado é o termo usado na economia para descrever o contexto em que são feitas compras e vendas.

O mercado se move e flutua de acordo com os bens oferecidos e a demanda que eles têm. O mercado é o mecanismo que define o padrão de preços e quantidades a serem oferecidos nas transações diárias.

Elementos do mercado: principais características 1

O conceito de mercado é muito antigo e até precede dinheiro; antigamente essas trocas eram feitas por troca e havia métodos para determinar o valor de certos produtos, como peso, tamanho e funcionalidade.

Atualmente, existem elementos do mercado que pouco mudaram, como a existência de produtos oferecidos e um setor interessado em adquiri-los.

Sendo uma parte essencial da sociedade e de vital importância para a saúde da economia, o mercado foi estudado, medido, analisado e até tentado prever.

Os 6 elementos do mercado

1- Produto ou serviço

É o elemento que será trocado pelos atores econômicos. Um fornecedor oferece o bem ou serviço a um consumidor, com a intenção de satisfazer uma necessidade.

2- Vendedor

Um vendedor é aquele que identifica uma necessidade nos consumidores e tenta satisfazer essa necessidade através da prestação de um bem ou serviço.

3- Comprador

O comprador é a pessoa que paga para adquirir um produto ou serviço. É aquele que precisa cobrir e procura fazê-lo através do mercado.

4- Preço

O preço é o valor monetário que o comprador deve pagar ao vendedor para obter o produto ou serviço que deseja.

Embora o dinheiro seja a principal forma de pagamento atualmente, há momentos em que a troca de um bem por outro é usada.

Apesar de ser simples em teoria, haverá casos em que um único vendedor possui um produto que muitos compradores precisam, ou vice-versa.

Também pode haver circunstâncias em que o mesmo produto seja vendido a preços diferentes. Essas variações são ditadas pelo tipo de mercado, concorrência, oferta e demanda.

5- Oferta

Em economia, oferta é a quantidade de bens que os produtores estão dispostos a vender sob certas condições de mercado.

Ou seja, se o valor de um produto aumentar, ele será produzido em maior quantidade. Por outro lado, se o preço de um produto ou serviço cair em um mercado estável, ele será menos oferecido.

Um exemplo é a produção de abacate: sua popularidade cresceu repentinamente nos países desenvolvidos. É por isso que mais e mais pessoas estão dispostas a pagar mais pela fruta, o que leva os agricultores a produzi-la em maior quantidade e, assim, obter maiores lucros.

Elementos do mercado: principais características 2

A oferta é determinada por fatores como o preço no mercado, a tecnologia disponível para sua produção, quantos produtores existem ou as expectativas de consumo, ou seja, se é esperado que muitas pessoas exijam um determinado produto.

Da mesma forma, a oferta pode ser modificada para vários fatores além do preço, principalmente para despesas de produção.

6- A demanda

Diferentemente da oferta, a demanda funciona da perspectiva do consumidor, não do produtor.

Demanda é a quantidade de produtos que os consumidores estão dispostos a comprar com base no preço.

A lei da demanda afirma que, se um produto for mais barato, será mais demandado; Um produto mais caro encontrará menos consumidores. Em um supermercado, por exemplo, as maçãs mais compradas seriam aquelas com o menor preço.

A demanda é determinada por fatores como o preço dos produtos no mercado, as preferências do consumidor ou o preço dos bens substitutos

Um substituto bom para uma caneta seria um lápis; Se os lápis são muito mais baratos e também servem para escrever, isso pode afetar a demanda por canetas.

A renda (o dinheiro que os consumidores têm) também é um forte determinante da demanda.

Se a renda aumenta, os preços aumentam; Se diminuir, o preço também será afetado. Portanto, se um país decidisse imprimir mais dinheiro, aumentaria a renda e, consequentemente, tudo subiria de preço.

Tipos de mercado

1- De acordo com o volume de vendas

Se medidos pelo volume de vendas, os mercados podem ser atacadistas (manipulando grandes quantidades de produtos) ou varejistas (pequenas quantidades destinadas ao cliente individual).

2- De acordo com os regulamentos

Um mercado, sendo uma parte essencial da economia, pode ser gerenciado por agentes do governo.

Se for controlado pelo Estado, é um mercado regulamentado. O mercado livre, cujos preços são definidos por oferta e demanda, é um mercado desregulado.

Elementos do mercado: principais características 3

3- De acordo com o objeto da transação

Os produtos e mercadorias são trocados através da venda e compra de mercadorias. No mercado de serviços, um benefício é obtido através da contratação.

4- De acordo com os atores envolvidos na oferta

Nesse caso, existem três possibilidades:

– Competição perfeita

É um mercado hipotético em que existem muitos compradores e vendedores, não é regulado e os preços variam pouco um do outro, pois, tendo vários licitantes, o aumento ou diminuição de um não geraria nenhuma alteração.

– Monopólio

Um único indivíduo oferece um produto altamente exigido. Não tendo concorrência, pode decidir seu preço e condições de venda.

– Oligopólio

Quando há poucos concorrentes para um produto, eles chegam a um acordo e estabelecem preços de maneira semelhante, eliminando assim a concorrência entre eles.

Balanço de mercado

Ao encontrar o ponto de convergência entre produtores e consumidores, há um equilíbrio de mercado: o preço equilibrado corresponde àquele em que o número de produtos oferecidos é igual ao número de pessoas dispostas a consumi-los.

Quando o preço for maior que o equilíbrio, a oferta será maior. Isso é conhecido como excedente: mais maçãs são produzidas do que consumidas; Portanto, eles devem ser reduzidos para atingir mais consumidores e equilibrar o mercado.

Quando o preço de um produto for menor que o ponto de equilíbrio, a oferta será menor, pois haverá menos lucro na produção de maçãs, por exemplo, se elas forem vendidas muito barato.

No entanto, no cenário anterior, mais pessoas vão querer comprar maçãs, portanto, há uma escassez de produto. Portanto, estes devem subir de preço para diminuir sua demanda e, assim, alcançar um equilíbrio.

Referências

  1. Álvarez, C. Et al. (sf) Oferta, demanda e mercado. Introdução à teoria econômica. Recuperado de campusvirtual.ull.es
  2. Site de economia (sf) O mercado. Economia WS. Recuperado de economia.ws
  3. Khan Academy (2013) Oferta, demanda e equilíbrio de mercado. Khan Academy Recuperado de khanacademy.org
  4. McGraw Hill Education (sf) Oferta, demanda e mercado. McGraw Hill Education. Recuperado de é
  5. Princípios e instrumentos (2012) Mercado, demanda e oferta. Análise Econômica | Conceitos básicos. Recuperado de principiosinstrumentos.wordpress.com

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies