Orçamento de produção: o que é, como é feito e exemplos

O orçamento de produção é uma ferramenta utilizada pelas empresas para planejar e controlar os custos envolvidos na fabricação de seus produtos. Ele consiste na estimativa dos gastos necessários para a produção de determinada quantidade de produtos, levando em consideração fatores como matéria-prima, mão de obra, custos indiretos e despesas operacionais.

Para elaborar um orçamento de produção, é necessário analisar a demanda do mercado, a capacidade produtiva da empresa, os custos fixos e variáveis envolvidos no processo produtivo, entre outros aspectos. Com base nessas informações, é possível determinar o custo total da produção e estabelecer metas de custo e produção para o período.

Alguns exemplos de orçamentos de produção podem incluir o cálculo dos custos de fabricação de um determinado produto, a estimativa de custos para a produção de uma linha de produtos ou a projeção de custos para a fabricação de uma quantidade específica de produtos em um determinado período de tempo. Essas projeções são fundamentais para o planejamento financeiro e operacional da empresa, permitindo a gestão eficiente dos recursos e o alcance dos objetivos definidos.

Significado e importância do orçamento de produção para uma empresa de sucesso.

O orçamento de produção é uma ferramenta essencial para o planejamento e controle das atividades de uma empresa. Ele consiste em estimar os custos e a quantidade de recursos necessários para produzir determinado volume de produtos dentro de um período de tempo específico.

Um orçamento de produção bem elaborado permite que a empresa tenha uma visão clara de suas necessidades de produção, como matéria-prima, mão de obra, equipamentos e demais recursos. Isso ajuda a empresa a se preparar adequadamente para atender à demanda do mercado, evitando desperdícios e custos desnecessários.

Além disso, o orçamento de produção é fundamental para o planejamento financeiro da empresa. Com base nas estimativas de custos de produção, a empresa pode definir preços de venda competitivos, calcular margens de lucro e identificar oportunidades de redução de custos.

Para uma empresa de sucesso, o orçamento de produção é uma ferramenta indispensável para garantir a eficiência operacional, a rentabilidade e a sustentabilidade do negócio a longo prazo. Portanto, é importante que a empresa dedique tempo e recursos para elaborar um orçamento de produção preciso e atualizado regularmente.

É uma ferramenta poderosa que pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso de um negócio.

Entenda o conceito de orçamento e veja exemplos práticos de sua aplicação na gestão.

O orçamento é uma ferramenta fundamental na gestão de uma empresa, pois permite o planejamento e controle financeiro das atividades. Ele consiste em um documento que detalha as receitas e despesas previstas para um determinado período de tempo, geralmente um ano. Com base nesse documento, a empresa pode tomar decisões estratégicas, como investimentos, cortes de gastos e definição de metas.

Na gestão, o orçamento é utilizado para garantir que os recursos da empresa sejam utilizados de forma eficiente e que os objetivos financeiros sejam alcançados. Além disso, ele serve como um guia para a tomada de decisões, pois permite que a empresa avalie o impacto financeiro de cada ação antes de executá-la.

Um exemplo prático de aplicação do orçamento é o orçamento de produção. Esse tipo de orçamento é utilizado pelas empresas para estimar os custos envolvidos na produção de bens ou serviços. Ele inclui os custos com matéria-prima, mão de obra, custos indiretos de fabricação, entre outros.

Para fazer um orçamento de produção, a empresa precisa analisar o volume de produção esperado, os custos unitários de cada item e os custos fixos e variáveis envolvidos. Com essas informações, é possível estimar o custo total da produção e definir o preço de venda do produto.

Um exemplo prático de orçamento de produção é o caso de uma fábrica de móveis que deseja lançar uma nova linha de produtos. Para isso, a empresa precisa estimar os custos de matéria-prima, mão de obra e custos indiretos envolvidos na produção dos móveis. Com base nesses dados, a empresa pode calcular o custo total da produção e definir o preço de venda para garantir a lucratividade do negócio.

Relacionado:  Ciclo Financeiro de uma Empresa: Recursos

Passos para elaborar o orçamento de produção de forma eficiente e precisa.

Para elaborar o orçamento de produção de forma eficiente e precisa, é importante seguir alguns passos fundamentais. Primeiramente, é necessário reunir todas as informações relevantes sobre os custos de produção, como matéria-prima, mão de obra, custos indiretos, entre outros. Em seguida, é preciso estimar a quantidade de produtos a serem produzidos, levando em consideração a demanda do mercado e a capacidade de produção da empresa.

Com todas essas informações em mãos, o próximo passo é calcular os custos diretos e indiretos envolvidos na produção de cada unidade do produto. É importante considerar também os custos fixos e variáveis, bem como possíveis variações nos preços dos insumos ao longo do período de produção.

Além disso, é essencial realizar um acompanhamento constante do orçamento de produção, comparando os custos previstos com os custos reais. Dessa forma, é possível identificar desvios e tomar medidas corretivas para garantir a eficiência e precisão do orçamento.

Por fim, é importante revisar e ajustar o orçamento de produção regularmente, levando em consideração mudanças no mercado, na tecnologia e na legislação que possam impactar os custos de produção. Com um planejamento bem estruturado e atualizado, a empresa poderá tomar decisões mais assertivas e garantir a sua competitividade no mercado.

Tipos de custo de produção: conheça os 4 principais para gerenciar melhor seus gastos.

Quando se trata de produção, é fundamental entender os diferentes tipos de custos envolvidos no processo. Conhecer os 4 principais tipos de custo de produção pode ajudar a gerenciar melhor os gastos e otimizar a rentabilidade do negócio.

Os quatro principais tipos de custo de produção são: custos fixos, custos variáveis, custos diretos e custos indiretos. Os custos fixos são aqueles que não variam de acordo com a quantidade produzida, como aluguel da fábrica e salários dos funcionários. Já os custos variáveis são aqueles que se alteram de acordo com a produção, como matéria-prima e mão de obra direta.

Os custos diretos são aqueles que podem ser diretamente atribuídos a um produto específico, como a matéria-prima utilizada na sua fabricação. Por fim, os custos indiretos são aqueles que não podem ser facilmente atribuídos a um produto específico, como despesas administrativas.

Para gerenciar eficientemente os custos de produção, é importante realizar um orçamento detalhado. O orçamento de produção é uma ferramenta que ajuda a estimar os custos envolvidos na produção de determinado produto ou serviço. Ele é feito levando em consideração os custos fixos, variáveis, diretos e indiretos, além de outros fatores como a demanda do mercado e a capacidade produtiva da empresa.

Um exemplo de orçamento de produção seria calcular o custo total de produção de um determinado item, levando em consideração todos os custos envolvidos no processo, desde a compra da matéria-prima até a entrega do produto final ao cliente. Com essas informações em mãos, é possível tomar decisões estratégicas para reduzir custos, aumentar a eficiência e melhorar a rentabilidade do negócio.

Orçamento de produção: o que é, como é feito e exemplos

O orçamento de produção é uma das fases do orçamento final de uma empresa. Ele se concentra nas unidades produzidas pela empresa. Esse tipo de orçamento se traduz em vários benefícios para a empresa.

Para começar, se os orçamentos de vendas e produção forem executados corretamente, a empresa poderá atender à demanda por produtos do mercado, gerando receita.

Orçamento de produção: o que é, como é feito e exemplos 1

Por outro lado, como esse orçamento inclui uma estimativa das unidades que você deseja manter no estoque, a empresa sempre terá mercadorias disponíveis, caso o processo de fabricação sofra algum inconveniente.

O estabelecimento de um orçamento é uma das etapas mais relevantes que devem ser realizadas em qualquer organização.O orçamento final de uma empresa inclui uma série de etapas, como o orçamento financeiro, o orçamento operacional, o orçamento de vendas e o orçamento de produção.

O orçamento de produção faz parte do orçamento operacional e consiste em uma tabela que mostra uma estimativa do número de unidades que devem ser produzidas por uma empresa para atender à demanda de vendas e o estoque final em um determinado período de tempo. Esse tipo de orçamento é realizado apenas por empresas de manufatura.

Relacionado:  Demonstrações financeiras consolidadas: para que servem, cálculo, exemplo

O orçamento operacional e o orçamento de produção

Antes de um produto ser comprado por um consumidor, ele deve ser fabricado. O orçamento de produção é um plano financeiro usado pelos fabricantes para obter uma estimativa da quantidade de produtos que devem ser criados.

O orçamento de produção é apenas uma fase do orçamento operacional. Este último mostra as atividades que geram renda para uma determinada empresa, como vendas, produção e as unidades que estão no estoque final.

Por sua vez, o orçamento operacional é apenas parte do orçamento final de uma empresa. Nesse sentido, os orçamentos constituem uma cadeia ininterrupta que permite o bom funcionamento de uma empresa ou empresa.

Etapa do orçamento de pré-produção

Antes de começar a desenvolver o orçamento de produção, é necessário fazer o orçamento de vendas, que constitui a primeira etapa do orçamento operacional. O orçamento de vendas é o relatório sobre a quantidade de produtos que devem ser vendidos em um ano.

Este coleta as previsões das empresas responsáveis ​​pela venda do referido produto e os registros de vendas da empresa. Também leva em consideração fatores como o estado geral da economia, preços, publicidade e concorrência.

Orçamento de produção

Após o desenvolvimento do orçamento de vendas, prosseguimos com o orçamento de produção. Isso mostra quantas unidades de um determinado produto a empresa deve produzir para atender às demandas da venda, bem como às demandas do estoque final da empresa.

Nesse sentido, o orçamento de produção é baseado em dois aspectos principais: o primeiro é o estoque e o segundo é a meta de vendas que a empresa define.É importante observar que apenas as empresas de manufatura fazem orçamentos de produção.

O orçamento de produção depende diretamente do orçamento de vendas, pois este indica uma estimativa das quantidades a serem vendidas em um determinado período.

Com que frequência é feito um orçamento de produção?

A frequência com que o orçamento de produção é feito dependerá do ciclo do produto, bem como do sistema operacional gerenciado na organização.

Certas empresas podem fazer esse orçamento apenas uma vez por ano; outras empresas fazem isso a cada três meses, pois temem que as previsões do orçamento de vendas não sejam constantes por longos períodos de tempo.

Além disso, em momentos de dificuldades econômicas, é preferível que o período de espera entre um orçamento e o próximo seja curto, devido à incerteza em relação à demanda pelo produto.

Demanda do produto

Como visto anteriormente, a demanda pelo produto afeta diretamente o orçamento de produção; Isso significa que, quanto maior a demanda, maior a produção e vice-versa.

Quando a demanda é baixa, a empresa pode tirar proveito desse período de menos atividade para produzir unidades extras e mantê-las no próximo período de alta atividade.

Dessa forma, a empresa evitará estar em uma situação em que precisa produzir grandes quantidades, mas não pode atender à demanda, pois carece de mão-de-obra, matéria-prima ou tempo para fazê-lo.

Como calcular a quantidade de unidades necessárias para atender à demanda?

A fórmula para calcular a quantidade de produtos necessários para atender à demanda é a seguinte:

  • Unidades com expectativa de venda + unidades com previsão de estoque – unidades já existentes no estoque = Unidades a serem produzidas

Exemplos de orçamentos de produção

Exemplo 1: Orçamento anual de produção

Uma empresa que vende objetos de cerâmica pretende vender 1.000 embarcações no ano e espera 240 embarcações restantes no estoque final.

O inventário inicial mostra que a empresa já possui 180 desses navios, o que significa que 1060 unidades precisam ser produzidas. A equação aplicada a este caso seria a seguinte:

  • Unidades com expectativa de venda: mais de 1000 unidades no estoque final: 240 = 1240 – unidades já existentes no estoque: 180 = 1060 unidades a serem produzidas.

Exemplo 2: Orçamento de produção trimestral

Abaixo está um exemplo de empresa que deseja um orçamento de produção trimestral:

Relacionado:  Nível operacional, operacional ou técnico

Uma empresa que vende objetos de madeira está desenvolvendo um orçamento trimestral para 2018. Espera vender 10.000, 12.000, 14.000 e 11.000 unidades em cada trimestre, respectivamente.

Da mesma forma, a empresa deseja manter os seguintes valores em estoque: 2000 no primeiro trimestre, 3000 no segundo, 4000 no terceiro e 2500 no último. Por outro lado, o inventário inicial mostra que a empresa possui 8.000 unidades em estoque. A aplicação da fórmula para este caso seria a seguinte (simplestudies.com):

Trimestre I
  • Unidades previstas para vender: 10.000
  • Unidades esperadas no inventário final: 2.000
  • Total: 12.000
  • (Menos) unidades já existentes no inventário: 8.000
  • Unidades a serem produzidas: 4.000

Trimestre II

  • Unidades previstas para vender: 12.000
  • Unidades esperadas no inventário final: 3.000
  • Total: 15.000
  • (Menos) unidades já existentes no inventário: 2.000
  • Unidades a serem produzidas: 13.000

Quarto trimestre

  • Unidades previstas para vender: 14.000
  • Unidades esperadas no inventário final: 4.000
  • Total: 18.000
  • (Menos) unidades já em estoque: 3.000
  • Unidades a serem produzidas: 15.000

Quarto trimestre

  • Unidades que se espera vender: 11.000
  • Unidades esperadas no inventário final: 2.500
  • Total: 13.500
  • (Menos) unidades já em estoque: 4.000
  • Unidades a serem produzidas: 9.500

Ano

  • Unidades com expectativa de venda: 47.000
  • Unidades esperadas no inventário final: 2.500
  • Total: 49.500
  • (Menos) unidades já existentes no inventário: 8.000
  • Unidades a serem produzidas: 41.500

Como mostra a tabela, a empresa terá que produzir 4.000, 13.000, 15.000 e 9.500 unidades respectivamente em cada trimestre, a fim de atender à demanda por vendas e estoque final.

Partes do orçamento de produção

O orçamento de produção consiste em três partes:

  1. Orçamento de aquisição de matéria-prima.
  2. Orçamento de mão-de-obra, que mostra o custo da mão-de-obra e o tempo necessário para fabricar as unidades necessárias para atender à demanda.
  3. Orçamento geral.

Orçamento de aquisição de matéria-prima

O orçamento de aquisição de matéria-prima permite calcular a quantidade de materiais que serão necessários para cada período de produção. A equação para calcular a quantidade de matéria-prima que deve ser adquirida de acordo com o site thebalance.com é a seguinte:

  • Matéria-prima necessária para produção + matéria-prima esperada no estoque final = Total de matéria-prima necessária para produção.

Note-se que essa parte do orçamento inclui apenas os materiais necessários diretamente para a produção.

Por exemplo, uma empresa que fabrica embarcações incluirá em seu orçamento a cerâmica e as pinturas necessárias para atender à demanda. A gasolina usada para distribuir os produtos não faz parte dessa etapa.

Orçamento do Trabalho

O orçamento de mão-de-obra mostra o número de trabalhadores e o tempo necessário para fabricar as unidades necessárias para atender à demanda por vendas e estoque.

Assim como no orçamento de matéria-prima, apenas as pessoas que influenciam diretamente a produção são incluídas nesta fase do orçamento. Se for uma empresa que vende embarcações, a força de trabalho será composta exclusivamente por artesãos.

O orçamento de produção inclui custos de produção?

O orçamento de produção é trabalhado em unidades a serem produzidas e não em unidades monetárias. Isso significa que ele não oferece dados sobre o custo de produção nem a renda que a venda desses produtos poderia gerar; Essas informações são fornecidas pelos orçamentos de vendas e fabricação.

Referências

  1. O que é um orçamento de produção? (2012). Recuperado em 6 de abril de 2017, de simplestudies.com.
  2. Orçamento de Produção Recuperado em 6 de abril de 2017, em myaccountingcourse.com.
  3. Peavler, Rosemary (2016). O orçamento de produção. Recuperado em 6 de abril de 2017, em thebalance.com.
  4. Orçamento de Produção Recuperado em 6 de abril de 2017, de businessdictionary.com.
  5. Mitzsheva, Mack. Para que é utilizado um orçamento de produção? Recuperado em 6 de abril de 2017, em smallbusiness.chron.com.
  6. Peavler, Rosemary (2017). Como preparar um orçamento de compras de materiais diretos. Recuperado em 6 de abril de 2017, em thebalance.com.
  7. Rogers, Karen. Como configurar o inventário inicial de uma produção. Recuperado em 6 de abril de 2017, em smallbusiness.chron.com.
  8. Orçamento de Produção Recuperado em 6 de abril de 2017, de accountingexplained.com.

Deixe um comentário