Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam

Os tipos de pensamento humano são comuns em todas as pessoas, mas cada indivíduo tem uma série de certas capacidades cognitivas. Em outras palavras, cada pessoa pode adotar e desenvolver os diferentes processos de raciocínio. Por exemplo; mesmo que não o tenham desenvolvido, todas as pessoas poderiam aprender o pensamento interrogativo.

O modo de pensar não é inato, mas se desenvolve. Embora as características pessoais e cognitivas dos indivíduos motivem a preferência por um ou mais tipos específicos de pensamento, as pessoas podem desenvolver e praticar qualquer tipo de raciocínio.

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 1

Embora, de maneira tradicional, o pensamento seja interpretado como uma atividade específica e delimitada, esse processo não é unívoco. Ou seja, não existe uma maneira única de realizar os processos de pensamento e raciocínio.

De fato, várias maneiras particulares de operar o pensamento foram identificadas. Por esse motivo, hoje é apoiada a ideia de que os seres humanos podem apresentar diferentes formas de pensar.

Por outro lado, deve-se notar que cada tipo de pensamento é mais eficaz na execução de tarefas específicas. Certas atividades cognitivas podem se beneficiar mais de um tipo ou de outro de pensamento.

Assim, é importante conhecer e aprender a desenvolver diferentes tipos de pensamento. Esse fato torna possível explorar totalmente as habilidades cognitivas da pessoa e desenvolver habilidades diferentes para diferentes problemas.

15 tipos de pensamentos humanos em psicologia

1- pensamento dedutivo

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 2

O raciocínio dedutivo constitui esse tipo de pensamento que nos permite inferir uma conclusão a partir de uma série de premissas. Ou seja, é um processo mental que parte do “geral” para alcançar o “particular”.

Esse tipo de pensamento se concentra na razão e na origem das coisas. Requer uma análise detalhada dos aspectos do problema para poder induzir conclusões e possíveis soluções.

É um processo de raciocínio amplamente utilizado na vida cotidiana. As pessoas analisam elementos e situações diárias para obter conclusões.

Por exemplo, se alguém chega em casa e vê que seu parceiro não está lá, isso pode induzir que eles foram a algum lugar.

Nesse momento, a pessoa pode ver se são as chaves ou o casaco do parceiro nos locais onde normalmente as guarda. Se você deduz que esses elementos não existem, você terá mais evidências para pensar que se foi, tirando essa conclusão através do pensamento dedutivo.

Além de sua funcionalidade diária, o pensamento dedutivo é vital para a elaboração de processos científicos. Isso se baseia principalmente no raciocínio dedutivo: analisa os fatores relacionados para desenvolver hipóteses a serem testadas.

2- Pensamento crítico

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 3

O pensamento crítico é um processo mental baseado na análise, compreensão e avaliação da maneira pela qual o conhecimento que visa representar as coisas é organizado.

Ele é catalogado como um pensamento altamente prático, através do qual o conhecimento é usado para efetivamente chegar à conclusão mais razoável e justificada.

O pensamento crítico, então, avalia analiticamente idéias para levar a conclusões concretas. Essas conclusões são baseadas nos princípios morais, valores e pessoais do indivíduo.

Assim, através desse tipo de pensamento, a capacidade cognitiva está ligada aos traços de personalidade do indivíduo. Portanto, define não apenas uma maneira de pensar, mas também uma maneira de ser.

A adoção do pensamento crítico tem efeitos diretos na funcionalidade da pessoa, pois a torna mais intuitiva e analítica, permitindo-lhe tomar decisões boas e sábias com base em realidades específicas.

3- Pensamento indutivo

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 4

O raciocínio indutivo define uma maneira de pensar oposta ao pensamento indutivo. Assim, esse modo de raciocinar é caracterizado pela busca de explicações sobre o geral.

Parte do específico para obter conclusões em larga escala. Procure situações distantes para transformá-las em situações semelhantes e, dessa forma, generalize as situações, mas sem chegar a um cheque.

O objetivo do raciocínio indutivo é, portanto, estudar as evidências que permitem medir a probabilidade dos argumentos, bem como as regras para a construção de fortes argumentos indutivos.

4- Pensamento analítico

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 5

O pensamento analítico consiste em analisar, desagregar, separar e analisar informações. Caracteriza-se por ser ordenada, ou seja, apresenta uma sequência racional a seguir: vai do geral para o particular.

Assim, a solução de problemas com base no pensamento analítico parte do geral e rasga as peculiaridades do problema para entendê-lo de maneira exaustiva.

Ele está sempre focado em encontrar uma resposta, portanto consiste em um tipo de raciocínio altamente decisivo.

5- Pensamento em pesquisa

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 6

O pensamento de pesquisa se concentra na investigação das coisas. Ele faz isso de maneira completa, interessada e persistente.

Nesse sentido, esse tipo de raciocínio incorpora atitudes e processos cognitivos. O pensamento de pesquisa requer uma maneira de pensar na qual perguntas e questões a serem resolvidas são constantemente elaboradas.

Consiste em uma mistura entre criatividade e análise. Ou seja, parte da avaliação e investigação dos elementos. Mas seu objetivo não termina no próprio exame, mas requer a formulação de novas questões e hipóteses com base nos aspectos investigados.

Como o nome indica, esse tipo de pensamento é essencial para a pesquisa, o desenvolvimento e a evolução das espécies.

6- Pensamento sistemático

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 7

O pensamento sistemático ou sistêmico é o tipo de raciocínio que ocorre em um sistema formado por diferentes subsistemas ou fatores inter-relacionados.

Consiste em um tipo de pensamento altamente estruturado que visa entender uma visão mais completa e menos simples das coisas.

Tente entender como as coisas funcionam e resolva os problemas que originam suas propriedades. Implica a elaboração de um pensamento complexo que tem sido aplicado, até hoje, a três formas principais: física, antropologia e sócio-política.

7- Pensamento criativo

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 8

O pensamento criativo implica processos cognitivos que apresentam o poder de criar. Esse fato motiva o desenvolvimento de elementos novos ou diferentes do resto através do pensamento.

Assim, o pensamento criativo pode ser definido como a aquisição de conhecimentos caracterizados por originalidade, flexibilidade, plasticidade e fluidez.

É uma das estratégias cognitivas mais valiosas atualmente, pois permite a formulação, construção e resolução de problemas de uma nova maneira.

Desenvolver esse tipo de pensamento não é fácil, então existem certas técnicas que permitem sua conquista. As mais importantes são análises morfológicas, analogias, idéias animadas, inspiração de cores, empatia , o método 635 e a técnica Scamper.

8- Pensamento de síntese

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 9

O pensamento de síntese é caracterizado pela análise dos diferentes elementos que constituem as coisas. Seu principal objetivo é reduzir as idéias sobre um determinado tópico.

Consiste em um tipo de raciocínio vital para a aprendizagem e o estudo pessoal. O pensamento de síntese permite uma maior memória dos elementos, pois eles são submetidos a um processo sumário.

Consiste em um processo pessoal, no qual cada indivíduo forma um todo significativo com base nas partes que o sujeito apresenta. Dessa forma, a pessoa é capaz de lembrar várias particularidades de um conceito, englobando-as em um termo mais geral e representativo.

9- Pensamento interrogativo

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 10

O pensamento interrogativo é baseado nas perguntas e questões de aspectos importantes. Use o interrogatório para detalhar gradualmente as características específicas do tópico a ser abordado.

Dessa maneira, o pensamento interrogativo define uma maneira de pensar que aparece a partir do uso de perguntas. Esse raciocínio nunca falta, porque é esse elemento que permite o desenvolvimento do próprio pensamento e a aquisição de informações.

Através das questões levantadas, são obtidos dados que buscam a elaboração de uma conclusão final. Esse tipo de pensamento é usado principalmente para abordar questões nas quais o elemento mais importante está nas informações que podem ser obtidas por meio de terceiros.

10- Pensamento divergente

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 11

O pensamento divergente, também conhecido como pensamento lateral, é um tipo de raciocínio que discute, duvida e busca constantemente alternativas.

É um processo de pensamento que permite que idéias criativas sejam geradas através da exploração de várias soluções. Constitui a antítese do pensamento lógico e tende a aparecer espontânea e fluidamente.

Como o nome indica, seu principal objetivo é divergir das soluções ou elementos previamente estabelecidos. Dessa forma, configura um tipo de pensamento intimamente relacionado ao criativo.

Consiste em um tipo de pensamento que não aparece naturalmente nas pessoas. Os seres humanos tendem a associar e relacionar elementos semelhantes entre si. Em vez disso, o pensamento divergente tenta encontrar soluções diferentes daquelas executadas normalmente.

11- Pensamento convergente

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 12

Por outro lado, o pensamento convergente é um tipo de raciocínio oposto ao pensamento divergente.

De fato, enquanto se postula que o pensamento divergente é governado por processos neuronais do hemisfério direito do cérebro, o pensamento convergente seria governado pelos processos do hemisfério esquerdo.

É caracterizado por funcionar através de associações e relações entre elementos. Ele não tem a capacidade de imaginar, pesquisar ou investigar pensamentos alternativos, e muitas vezes leva ao estabelecimento de uma única idéia.

12- Pensamento Sinvergente

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 13

Esse tipo de raciocínio, publicado recentemente e cunhado por Michael Gelb, refere-se à combinação entre pensamento divergente e pensamento convergente.

Assim, é uma maneira de pensar que inclui os aspectos detalhados e avaliadores do pensamento convergente e os relaciona a processos alternativos e novos relacionados ao pensamento divergente.

O desenvolvimento desse raciocínio permite que a criatividade seja associada à análise, funcionando como um pensamento com alta capacidade de obter soluções eficazes em vários campos.

13- Pensamento conceitual

Os 15 tipos de pensamento e como eles funcionam 14

O pensamento conceitual implica o desenvolvimento da reflexão e autoavaliação de problemas. Está intimamente relacionado ao pensamento criativo e seu principal objetivo é encontrar soluções concretas.

No entanto, diferentemente do pensamento divergente, esse tipo de raciocínio se concentra na revisão de associações existentes anteriormente.

O pensamento conceitual envolve abstração e reflexão e é muito importante em diferentes campos, tanto científicos, acadêmicos, cotidianos e profissionais.

Da mesma forma, é caracterizada pelo desenvolvimento de quatro operações intelectuais principais:

  1. Supraordenação: é relacionar conceitos específicos aos conceitos mais amplos em que estão incluídos.
  2. Infraordenação: consiste em relacionar conceitos específicos incluídos em conceitos mais amplos e generalizados.
  3. Isoordenação: trata de uma relação particular de dois conceitos e visa definir as características peculiares dos conceitos, através do relacionamento com os outros.
  4. Exclusão: consiste em detectar elementos que se caracterizam por serem diferentes ou não iguais aos outros elementos.

14- Pensamento metafórico

O pensamento metafórico é baseado no estabelecimento de novas conexões. É um tipo de raciocínio altamente criativo, mas não se concentra em criar ou obter novos elementos, mas em novos relacionamentos entre os elementos existentes.

Com esse tipo de pensamento, você pode criar histórias, desenvolver a imaginação e gerar, através desses elementos, novas conexões entre aspectos bem diferenciados que compartilham alguns aspectos.

15- Pensamento tradicional

O pensamento tradicional é caracterizado pelo uso de processos lógicos. Ele se concentra na solução e na busca de situações reais semelhantes para encontrar elementos que podem ser úteis para a resolução.

Geralmente é desenvolvido por esquemas rígidos e pré-elaborados. Constitui um dos fundamentos do pensamento vertical, no qual a lógica adquire um papel unidirecional e desenvolve um caminho linear e consistente.

Ele lida com um dos tipos de pensamento mais usados. É inadequado obter elementos criativos ou originais, mas é muito útil para resolver situações cotidianas e relativamente simples.

Referências

  1. Bruning, RH, Schraw, GJ, Norby, MN e Ronning, RR (2005). Psicologia cognitiva e instrucional. Madri: Prentice Hall.
  2. Carretero, M. e Asensio, M. (coords.) (2004). Psicologia do pensamento. Madri: Aliança Editorial.
  3. DeBono, E. (1997). Aprenda a pensar por si mesmo. Barcelona: Paidós.
  4. Fernández, J., Pintanel, M., Chamarro, A. (2005) Manual de Psicologia das Canetas. Bellaterra, Barcelona: Serviços de publicações, Universitat Autònoma de Barcelona.
  5. Manktelow, K. (2012). Pensar e raciocinar: Uma introdução à psicologia da razão, julgamento e tomada de decisão. Psychology Press
  6. Saiz, C. (2002). Pensamento crítico: conceitos básicos e atividades práticas. Madri: Pirâmide

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies