Yokoi Kenji: Biografia, Filosofia, Ensino e Livros

Yokoi Kenji é um palestrante colombiano-japonês que ficou famoso com o vídeo postado no YouTube intitulado Mitos e verdades sobre a Colômbia e o Japão . Ele iniciou sua atividade pública em 2010, dando palestras na cidade de Ciudad Bolívar, em Bogotá.

Desde 2010, ele deu inúmeras conferências na Colômbia, Japão, Estados Unidos, Brasil e outros países. Sua filosofia baseia-se em descobrir o melhor do povo colombiano e japonês a partir do desmantelamento de mitos que os impedem de viver melhor. Entre esses mitos, destaca-se a falsa pobreza.

Yokoi Kenji: Biografia, Filosofia, Ensino e Livros 1

Kenji Orito Yokoi Díaz nasceu em Bogotá em 13 de outubro de 1979. Ele é o mais velho de quatro irmãos, cujos pais são Yokoi Toru, um engenheiro japonês; e Martha Díaz, ex-funcionário diplomático colombiano. O jovem palestrante cresceu entre Colômbia, Panamá e Costa Rica, devido ao trabalho de seu pai.

Mais tarde, ele se mudou para o Japão junto com seus pais, onde permaneceu dos 10 aos 24 anos. Seu trabalho foi reconhecido dentro e fora da Colômbia, pois conseguiu emocionar muitos jovens com sua maneira particular de ver o mundo e a juventude.

Depois de seu sucesso na Internet, a Câmara Júnior da Colômbia o distinguiu entre os jovens mais destacados de 2010. Yokoi Kenji mantém o Turismo com um propósito, por meio do qual ele busca promover uma visão aberta e voluntária de outras culturas além da sua. .

Biografia

Yokoi Kenji nasceu na Colômbia e cresceu entre Bogotá, Panamá e Costa Rica. O trabalho de seu pai como engenheiro na empresa colombiana NEC levou-o a esses países. Aos 10 anos, ele teve que se mudar para a cidade de Yokohama, no Japão, junto com sua família.

O seqüestro e assassinato de um cidadão japonês na Colômbia fizeram seus pais se mudarem para o Japão, temendo por sua segurança. Nesse país, ele continuou seus estudos primários e permaneceu até os 24 anos de idade.

Lá ele conheceu também a colombiana Aleisy Toro, com quem se casou e nasceu seu primeiro filho, Kenji David. Yokoi trabalhou como guia e professora, além de tradutora de espanhol.

Depois, ajudou a mãe em um negócio de família dedicado à venda de bananas e mandioca e ao aluguel de vídeos de romances colombianos famosos como Betty, o feio e Pedro, o escamoso .

Aos 16 anos, Yokoi começou a estudar ciências religiosas e serviço social vinculado à comunidade presbiteriana. Naquela época, “eu estava muito bem economicamente no Japão”, de acordo com o jovem palestrante. Muitas de suas férias foram passadas em Bogotá com seus avós e amigos.

Um dia, enquanto assistia ao drama de famílias colombianas deslocadas, ele decidiu voltar à Colômbia para ajudar. Além disso, ele sentiu a necessidade de viver na Colômbia, pois se sentia muito sozinho no Japão. Então, ele ingressou na Igreja Presbiteriana Renovada, onde serviu como pastor, um tio dele.

Mudança de mentalidade para ajudar

Yokoi Kenji: Biografia, Filosofia, Ensino e Livros 2

Ele começou a trabalhar no trabalho comunitário no bairro de Ciudad Bolívar, em São Francisco, em Bogotá. Assim, ele descobriu que a melhor maneira de ajudar os pobres não era dando-lhes comida, mas mudando sua mentalidade.

Ele diz que costumavam perguntar a ele “O que você vai nos dar, estrangeiro?” As pessoas o ignoravam e preferiam ir aonde recebiam roupas ou comida. O trabalho comunitário levou-o pelas favelas do Rio de Janeiro e nos subúrbios de Nova York, onde ajudou famílias pobres e mendigos.

No começo, como orador, ninguém prestou atenção nele; Suas apresentações não foram ouvidas, apesar de gratuitas. Ele teve a ideia de aparecer nas universidades que as conferências já haviam sido pagas, para ver se as recebiam. Com a primeira palestra inspiradora, ele começou a ganhar fama como palestrante motivacional.

O renomado orador criou o Turismo com base em propósitos. Em suas palestras, ele se junta com sucesso ao melhor da cultura japonesa e colombiana: a disciplina do japonês e a alegria e perseverança do colombiano.

Enquanto na Colômbia, seu segundo filho, Keigo Daniel, nasceu. Ele começou a viajar e realizar seu trabalho social entre a Colômbia e o Japão, por meio do projeto de turismo social chamado Turismo com propósito.

Atualmente, ele dá palestras, seminários e workshops para cerca de 800 famílias no Centro Internacional de Convenções em Ciudad Bolívar. Também leva famílias japonesas a este centro para aprender sobre sua filosofia e cultura colombianas.

Filosofia e ensinamentos

Yokoi Kenji: Biografia, Filosofia, Ensino e Livros 2

O primeiro vídeo enviado por Yokoi ao YouTube é a conferência intitulada Mitos e mentiras do Japão e da Colômbia . Isso se baseia em valores simples da cultura japonesa contrastados com a cultura colombiana e com suas próprias experiências entre o Japão e a Colômbia.

Usando ditados japoneses como “Desrespeitar uma verdade me faz escravo da mentira”, Yokoi desenvolve suas palestras. Seu trabalho social é baseado no fim dos mitos que, segundo ele, bloqueiam a mentalidade progressiva do latino.

Ele afirma que “todos os dias dizemos mitos” do tipo “o sol nasce, e isso não é verdade” porque o sol não nasce; pelo contrário, contornamos este. Outro mito, segundo Yokoi, é “as roupas são pequenas demais para mim”, quando na realidade “é que você está engordando”.

Com esses exemplos simples, ele estava construindo uma mensagem que conseguiu penetrar no público colombiano e em outros países da América Latina. Ele também caiu no Japão, cuja cultura inspira seus ensinamentos.

Ele cita o mito da inteligência dos japoneses e de outros com quem ele cresceu. Ele diz que seu próprio avô, que teve uma grande influência sobre ele, sempre dizia que os japoneses eram uma “raça superior” porque criavam equipamentos eletrônicos.

Os japoneses não são inteligentes, isso é um mito

“Os japoneses não são inteligentes, isso é um mito”, diz Yokoi. Eles são os mesmos que os colombianos, a quem até consideram mais inteligentes. A diferença é cultural. Os japoneses não estão interessados ​​em ser mais espertos que as outras pessoas, mas disciplinados.

Ele explica que eles partem da filosofia travada em outro ditado popular: “A disciplina cedo ou tarde derrotará a inteligência”. E acrescenta: “o colombiano é inteligente, mas não disciplinado”. O colombiano tem uma grande capacidade de se adaptar a situações e lugares, é criativo, mas falta disciplina.

Outro mito que derruba Yokoi refere-se à riqueza dos japoneses e à pobreza dos colombianos. Afirma que o Japão não possui minerais, mas riqueza humana; por outro lado, a Colômbia possui riqueza material, mas os recursos humanos não se valorizam.

“Um negócio foi feito de miséria”, as pessoas preferem implorar e ter pena. O orador colombiano-japonês diz que os pobres têm essa condição por causa de sua mentalidade de pobreza, alimentada por doações. E ele conclui: “O que o Japão tem que a Colômbia não possui além dos recursos minerais?”

Outro elemento a que Yokoi geralmente se refere está associado ao sucesso: “Se você se sente bem-sucedido e não sofre com isso, certamente não é o bom tipo de sucesso”. Com base na filosofia e na sabedoria japonesas, ele sugere que quanto mais difícil o objetivo, mais esforço deve ser feito.

Ele recebeu convites de vários países para dar suas palestras, incluindo Estados Unidos, Austrália, Canadá, Noruega e, é claro, Japão.

Salienta que, em vez de uma conferência, “procuro deixar uma marca através de uma experiência”. Por outro lado, em redes sociais como Twitter e Facebook, além do YouTube, os ensinamentos de Yokoi Kenji têm grande impacto e continuam aumentando seus seguidores.

A disciplina

De acordo com Yokoi Kenji, você pode aprender a ser disciplinado com três habilidades ou habilidades: organização, limpeza e pontualidade.

-Com a organização, existe um lugar para tudo e as coisas são otimizadas.

-Com a limpeza, as coisas são eliminadas todos os dias para aproveitar os espaços; se não for removido, acumula-se.

– Pontualidade é respeitar a palavra; sem ele se sofre para conseguir disciplina.

Frases famosas do autor

Yokoi Kenji: Biografia, Filosofia, Ensino e Livros 2

– Para deixar de ser pobre, pare de se tornar o “coitado”.

– Todo sucesso fácil é ruim.

– Há lugares onde a fama não existe.

– O sucesso é muitas falhas.

N Precisamos reconhecer a necessidade de equilíbrio. Há coisas que, embora pareçam normais, não são normais.

-Os japoneses se comportam tão bem que ele enfatiza e comete suicídio.

-Há uma conexão entre a prosperidade de um país e a lavagem da louça.

A ansiedade do milagre não nos deixa ver a mensagem.

– Não se perde autoridade quando é mostrado como é. A verdade é que ele vence.

-O golpe emocional nuclear do Japão foi para o imperador sair dizendo “perdemos a guerra”. Porque o imperador é o representante de Deus na terra.

-Reconhecer o erro é vital, essencial. E, por alguma razão, para os altinos que alguém nos vendeu, reconhecer erros é sinônimo de fraqueza.

Livros

As conferências Yokoi foram publicadas em livros impressos e livros digitais. Aqui estão alguns dos títulos mais vendidos:

O caminho para a alma.

Os sonhos de liberdade.

Disciplina vs. paixão, um momento histórico para a Colômbia.

Furinkazam, filosofia samuray.

As 10 regras para o sucesso.

Não vale a pena trapacear.

3 regras para disciplina.

Um jogo sério.

O lado sombrio da disciplina.

Por que os japoneses são tão bem-sucedidos.

Referências

  1. Biografia Retirado em 24 de março de es.calameo.com
  2. Quem é Yokoi Kenji e por que a Internet está quebrando? Consultado em e-consulta.com
  3. Yokoi Kenji Díaz. Consultado em yokoikenjidiaz.com
  4. Yokoi Kenji Díaz, os japoneses que fizeram Ciudad Bolívar na moda. Consultado em chromos.elespectador.com
  5. Os ‘japoneses’ que mudaram o país. Consultado em eltiempo.com
  6. Yokoi Kenji: ‘O sucesso deve ser assim: complexo, sofrido’. Consultado de strategyynegocios.net

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies