10 Doenças Causadas pelas Bactérias Mais Comuns

As bactérias são microrganismos presentes em diversos ambientes e podem causar uma série de doenças no organismo humano. Neste artigo, iremos abordar as 10 doenças causadas pelas bactérias mais comuns, destacando seus sintomas, formas de transmissão e tratamentos disponíveis. É importante estar atento a essas doenças para prevenir sua ocorrência e buscar ajuda médica caso necessário.

Lista das principais doenças bacterianas que afetam a saúde humana.

As bactérias são microrganismos presentes em diversos ambientes e podem causar uma variedade de doenças em seres humanos. Abaixo, listamos as 10 principais doenças bacterianas que afetam a saúde humana:

  1. Tuberculose: causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, afeta principalmente os pulmões e pode se espalhar para outros órgãos.
  2. Pneumonia: provocada por diferentes tipos de bactérias, como Streptococcus pneumoniae e Haemophilus influenzae, é uma infecção nos pulmões que pode ser grave.
  3. Gonorréia: causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, é uma doença sexualmente transmissível que afeta os órgãos genitais.
  4. Sífilis: provocada pela bactéria Treponema pallidum, é uma infecção crônica que pode afetar vários órgãos do corpo.
  5. Meningite: pode ser causada por diversas bactérias, como Neisseria meningitidis e Streptococcus pneumoniae, e é uma infecção grave das membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal.
  6. Salmonelose: provocada pela bactéria Salmonella, é uma infecção gastrointestinal que pode ser adquirida através de alimentos contaminados.
  7. Hanseníase: causada pela bactéria Mycobacterium leprae, afeta a pele, os nervos periféricos e, em casos mais graves, órgãos internos.
  8. Úlcera gástrica: associada à bactéria Helicobacter pylori, é uma lesão na mucosa do estômago que pode causar sintomas como dor abdominal e má digestão.
  9. Infecção urinária: pode ser causada por diferentes bactérias, como Escherichia coli, e afeta o trato urinário, podendo causar dor e desconforto ao urinar.
  10. Impetigo: provocado pelas bactérias Staphylococcus aureus e Streptococcus pyogenes, é uma infecção de pele comum em crianças, caracterizada por lesões avermelhadas e com pus.

É importante estar atento aos sinais e sintomas dessas doenças bacterianas e buscar ajuda médica para um diagnóstico correto e tratamento adequado. A prevenção, através de medidas de higiene e vacinação, também é fundamental para evitar a disseminação dessas infecções.

Quais são as infecções bacterianas mais frequentes?

As infecções bacterianas estão entre as doenças mais comuns em todo o mundo, afetando milhões de pessoas todos os anos. Existem várias bactérias que podem causar uma variedade de doenças, desde infecções leves até condições mais graves. Neste artigo, vamos falar sobre as 10 doenças causadas pelas bactérias mais comuns.

1. Infecção urinária: causada principalmente pela bactéria Escherichia coli, a infecção urinária é uma das infecções bacterianas mais frequentes, afetando principalmente mulheres.

2. Pneumonia: causada por diversas bactérias, como Streptococcus pneumoniae, Haemophilus influenzae e Mycoplasma pneumoniae, a pneumonia é uma infecção dos pulmões que pode ser grave em alguns casos.

3. Infecção de pele: bactérias como Staphylococcus aureus e Streptococcus pyogenes podem causar infecções de pele, como furúnculos, celulite e impetigo.

4. Infecção de garganta: a faringite estreptocócica é uma infecção bacteriana comum causada pelo Streptococcus pyogenes, que pode causar dor de garganta e febre.

5. Infecção gastrointestinal: bactérias como Salmonella, Escherichia coli e Campylobacter podem causar infecções gastrointestinais, levando a sintomas como diarreia, vômitos e dor abdominal.

6. Infecção no ouvido: a otite média é uma infecção bacteriana comum em crianças, causada principalmente por bactérias como Streptococcus pneumoniae e Haemophilus influenzae.

7. Tuberculose: causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, a tuberculose é uma doença infecciosa que afeta principalmente os pulmões, mas pode se espalhar para outros órgãos.

8. Meningite bacteriana: esta infecção bacteriana afeta as membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal, sendo causada por bactérias como Streptococcus pneumoniae e Neisseria meningitidis.

9. Infecção do trato respiratório: bactérias como Haemophilus influenzae, Moraxella catarrhalis e Streptococcus pneumoniae podem causar infecções do trato respiratório, como bronquite e sinusite.

10. Infecção do trato urinário: além da Escherichia coli, outras bactérias como Klebsiella pneumoniae e Proteus mirabilis também podem causar infecções do trato urinário, afetando rins, bexiga e uretra.

É importante estar atento aos sintomas dessas infecções bacterianas e procurar tratamento médico adequado para evitar complicações. A prevenção, através da higiene adequada e da vacinação quando disponível, também é fundamental para reduzir o risco de contrair essas doenças causadas pelas bactérias mais comuns.

Conheça as 10 doenças provocadas por protozoários e suas características principais para prevenção.

Os protozoários são microorganismos unicelulares que podem causar uma série de doenças em seres humanos. Conheça as 10 principais doenças provocadas por protozoários e suas características principais para prevenção:

Relacionado:  Scotoma: características, tipos e causas

1. Malária: Transmitida pela picada do mosquito Anopheles, a malária causa febre, calafrios e dores no corpo. A prevenção inclui o uso de repelentes e mosquiteiros.

2. Amebíase: Causada pela ameba Entamoeba histolytica, provoca diarreia, cólicas abdominais e fezes com sangue. A prevenção envolve a adoção de medidas de higiene e saneamento básico.

3. Doença de Chagas: Transmitida pelo protozoário Trypanosoma cruzi, a doença de Chagas pode levar a complicações cardíacas e gastrointestinais. A prevenção inclui o controle do vetor, o barbeiro.

4. Toxoplasmose: Causada pelo protozoário Toxoplasma gondii, a toxoplasmose pode ser adquirida através do consumo de carne crua ou contato com fezes de gatos infectados. A prevenção envolve a higienização adequada dos alimentos e evitar o contato com fezes de animais.

5. Giardíase: Provocada pelo protozoário Giardia lamblia, a giardíase causa diarreia, náuseas e dor abdominal. A prevenção inclui o consumo de água tratada e o cuidado com a higiene pessoal.

6. Leishmaniose: Transmitida pela picada do mosquito-palha, a leishmaniose pode causar lesões na pele e comprometimento dos órgãos internos. A prevenção envolve o controle do vetor e o uso de repelentes.

7. Tricomoníase: Causada pelo protozoário Trichomonas vaginalis, a tricomoníase é uma infecção sexualmente transmissível que afeta principalmente as mulheres. A prevenção inclui o uso de preservativos e a higiene íntima adequada.

8. Criptosporidiose: Provocada pelo protozoário Cryptosporidium spp., a criptosporidiose causa diarreia e pode ser transmitida através da água contaminada. A prevenção envolve o tratamento adequado da água e o cuidado com a higiene das mãos.

9. Balantidiose: Causada pelo protozoário Balantidium coli, a balantidiose provoca diarreia, dor abdominal e febre. A prevenção inclui a higiene adequada dos alimentos e a água consumida.

10. Tripanossomíase africana: Transmitida pela mosca tsé-tsé, a tripanossomíase africana causa febre, dores de cabeça e alterações neurológicas. A prevenção envolve o controle do vetor e o uso de medidas de proteção contra picadas de insetos.

Denominação das doenças bacterianas: como são conhecidas essas enfermidades?

As doenças bacterianas são conhecidas através de diferentes nomes que refletem os sintomas e o agente causador da enfermidade. Neste artigo, vamos falar sobre 10 doenças causadas pelas bactérias mais comuns.

1. Tuberculose: causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, afeta principalmente os pulmões e pode se espalhar para outros órgãos.

2. Gonorreia: causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, é uma infecção sexualmente transmissível que afeta os órgãos genitais.

3. Salmonelose: causada pela bactéria Salmonella, é uma infecção gastrointestinal que causa sintomas como diarreia e vômitos.

4. Meningite: causada por diferentes bactérias, é uma infecção das membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal.

5. Pneumonia: causada por diversas bactérias, é uma infecção dos pulmões que pode ser grave, especialmente em crianças e idosos.

6. Sífilis: causada pela bactéria Treponema pallidum, é uma infecção sexualmente transmissível que pode levar a complicações graves se não tratada adequadamente.

7. Leptospirose: causada pela bactéria Leptospira, é uma infecção transmitida por animais que pode causar sintomas como febre, dor muscular e icterícia.

8. Tétano: causado pela bactéria Clostridium tetani, é uma infecção grave que afeta o sistema nervoso e pode ser fatal se não tratada a tempo.

9. Úlcera péptica: causada pela bactéria Helicobacter pylori, é uma infecção que afeta o estômago e o intestino delgado, causando úlceras e sintomas como dor abdominal e refluxo.

10. Infecção urinária: causada por diversas bactérias, é uma infecção que afeta o trato urinário e pode causar sintomas como dor ao urinar e necessidade frequente de ir ao banheiro.

Essas são apenas algumas das doenças bacterianas mais comuns, cada uma com suas características específicas e formas de tratamento. É importante estar atento aos sintomas e buscar ajuda médica ao menor sinal de infecção bacteriana.

10 Doenças Causadas pelas Bactérias Mais Comuns

As doenças mais comuns causadas por bactérias incluem meningite, gastrite, doenças sexualmente transmissíveis, infecções de pele, furúnculos, entre outras. Todas essas doenças são conhecidas como doenças bacterianas.

As bactérias são pequenas formas de vida que só podem ser vistas com a ajuda de um microscópio. Ao contrário do que muitos pensam, as bactérias são necessárias para a vida no planeta, pois, graças às bactérias, muitas das funções fundamentais dos ecossistemas ocorrem.

10 Doenças Causadas pelas Bactérias Mais Comuns 1

Bactérias

As bactérias são de vital importância para os seres humanos, tanto para o bem quanto para o mal. A grande maioria deles não causa doenças e muitas bactérias são realmente úteis e até necessárias para uma boa saúde (López & Berrueta, 2011).

Relacionado:  Qual é o reflexo de Babinski?

Quando as bactérias têm um efeito prejudicial no corpo humano, geralmente geram doenças e infecções. As bactérias responsáveis ​​por esses tipos de condições são conhecidas como patógenos.

As doenças bacterianas se originam quando bactérias patogênicas entram no corpo, se reproduzem, eliminam bactérias saudáveis ​​ou crescem em tecidos normalmente estéreis. Por outro lado, bactérias patogênicas também podem emitir toxinas que prejudicam o corpo.

Algumas bactérias patogênicas comuns e os tipos de doenças que causam são:

– Helicobacter pylori: produz úlceras e gastrite.

– Salmonella e Escherichia coli (E coli): produzem intoxicação alimentar.

– Neisseria meningitidis: gera meningite.

– Neisseria gonorrhoeae ou gonococcus: produz a doença sexualmente transmissível conhecida como gonorréia.

– Staphylococcus aureus: causa uma variedade de infecções no corpo, incluindo furúnculos, abcessos, infecções de feridas, pneumonia e intoxicação alimentar.

– Bactérias estreptocócicas: também causam várias infecções, incluindo pneumonia e infecções de ouvido e garganta.

10 doenças comuns causadas por bactérias

É importante observar que as doenças bacterianas são contagiosas e podem levar a muitas complicações graves e com risco de vida.

A seguir, são detalhadas várias doenças causadas por bactérias, enfatizando o tipo de bactéria envolvida em cada doença, seu modo de infecção, sintomas, tratamento e medidas preventivas (Escuelapedia, 2017).

1 – Hanseníase ou hanseníase

É uma doença curável com tratamento oportuno. É causada pela bactéria Mycobacterium leprae, que afeta especialmente a pele e os nervos periféricos.

É transmitida de pessoa para pessoa por contato direto e prolongado, segundo as estatísticas, 80% da população tem suas próprias defesas contra a hanseníase e apenas metade dos pacientes não tratados causa contágio.

Os sintomas da hanseníase podem levar até 20 anos para se manifestar e são: lesões de pele, lesões que não cicatrizam após algum tempo e fraqueza muscular com alterações na sensação nas extremidades.

A melhor maneira de impedir a disseminação da hanseníase é o diagnóstico e o tratamento precoce da pessoa infectada. O tratamento é ambulatorial, inclui o uso de antibióticos e anti-inflamatórios.

Existe uma vacina para pessoas que têm contato direto com o paciente.

2 – Meningite

A meningite é uma infecção das meninges, tecidos que revestem o cérebro e a medula espinhal, e pode ser de origem viral ou bacteriana.

A meningite bacteriana é causada pela bactéria Neisseria, é muito grave e necessita de tratamento imediato, pois pode afetar o funcionamento neuronal do doente. É uma doença contagiosa.

A meningite causa febre alta, náusea, vômito, rigidez no pescoço, alterações no estado mental e fortes dores de cabeça.

Caso seja identificada a presença de meningite causada por bactéria, são prescritos antibióticos específicos. Em alguns casos, a hospitalização da pessoa pode ser necessária, dependendo da gravidade da doença.

A medida preventiva fundamental é aplicar vacinas a bebês e crianças, seguindo um cronograma de vacinação (Lomónaco, 2017).

3 – Tuberculose

É uma infecção bacteriana causada pelo germe Mycobacterium tuberculosis. A bactéria ataca os pulmões, mas também pode danificar outras partes do corpo. Ele se espalha pelo ar, quando uma pessoa com tuberculose pulmonar tosse, espirra ou fala.

Os sintomas da doença podem incluir: tosse grave com duração de três semanas ou mais, febre, perda de peso, fraqueza ou fadiga e cuspir sangue.

Se não for tratado adequadamente, pode ser mortal. Geralmente é curada com vários medicamentos por um longo período de tempo e existe uma vacina para sua prevenção (Steane, 2017).

4 – Cólera

Doença infecciosa causada pela bactéria Vibrio cholerae que se multiplica no intestino, causando vômitos e diarréia com a consequente perda de água e sais minerais que podem causar desidratação e risco de morte.

Esta doença é adquirida através de alimentos e água contaminados. Não é uma doença contagiosa.

Estima-se que 1 em cada 20 pessoas infectadas possa desenvolver a doença de maneira séria.

A cólera é completamente curável se líquidos e sais perdidos forem facilmente substituídos. Casos graves requerem reposição de fluidos intravenosos. Antibióticos ajudam a encurtar o curso da doença e sua gravidade.

5 – Pneumonia

É uma infecção pulmonar grave que pode ser de origem viral ou bacteriana. A pneumonia bacteriana é causada pela bactéria Streptococcus pneumoniae e é uma das doenças respiratórias mais comuns.

É adquirida principalmente pela disseminação para os pulmões de bactérias que se alojam no nariz, seios ou boca.

Os sintomas da pneumonia podem ser: falta de ar, calafrios, febre e sudorese, dor no peito e tosse (seca ou catarro).

Para o tratamento, recomenda-se repouso, antibióticos e medicamentos para aliviar os sintomas. Se necessário, pode exigir hospitalização.

Relacionado:  Acreta placentária: sintomas, causas, tipos, tratamento

As medidas de prevenção são basicamente para manter uma excelente higiene e vacinação (III, 2016).

6 – Coqueluche ou tosse convulsiva

É uma infecção grave causada pela bactéria Bordetella pertussis. Ela se desenvolve no trato respiratório superior, pode afetar pessoas de qualquer idade, mas principalmente crianças.

A doença se espalha facilmente de uma pessoa para outra quando uma pessoa infectada espirra ou tosse.

Seus sintomas se assemelham aos de um resfriado comum, seguido por uma tosse forte. Episódios de tosse podem levar ao vômito ou a uma breve perda de consciência. Você deve sempre pensar no risco de tosse convulsa quando o vômito ocorre com tosse.

É tratado com supressores de tosse e antibióticos. A vacina contra coqueluche é dada a bebês e crianças, chamada DTP (por sua sigla em inglês), é uma vacina combinada que ajuda a proteger contra três doenças: difteria, tétano e coqueluche.

7 – Difteria

É uma infecção causada pela bactéria Corynebacterium diphtheriae. Os sintomas geralmente surgem gradualmente, começando com dor de garganta, febre, fraqueza e glândulas inchadas no pescoço. A difteria é uma infecção bacteriana grave.

Ele se espalha pelo ar, pode ser contraído a partir da tosse ou espirro de uma pessoa infectada. Também pode ser transmitido entrando em contato com um objeto, como um brinquedo, contaminado com a bactéria. O tratamento é com antibióticos.

A vacina DPT também pode prevenir a difteria, mas sua proteção não dura para sempre. As crianças precisam de outras doses ou reforços por cerca de 12 anos.

8 – Tétano

É uma doença causada por uma toxina gerada pela bactéria Clostridium tetani, presente no solo.

Não é transmitido de pessoa para pessoa, no entanto, pode se espalhar através de feridas profundas na pele ou queimaduras em qualquer pessoa não imunizada.

A pessoa afetada experimenta espasmos dos músculos da mandíbula, dor de cabeça, tensão muscular, dor e espasmos que irradiam para outras partes do corpo.

É tratado com antibióticos e sedativos para controlar espasmos. Os esquemas de imunização e vacinação são necessários como medida preventiva.

9 – Botulismo

É uma doença paralisante, rara, mas grave, causada por uma toxina produzida pela bactéria chamada Clostridium botulinum.

Esta toxina é encontrada naturalmente na terra. Ele entra no corpo através de feridas que são infectadas por ele ou ingerindo-o em alimentos mal enlatados ou mal conservados, contaminados com a toxina.

Os sintomas incluem visão dupla e embaçada, queda das pálpebras, dificuldade em falar e engolir, boca seca e fraqueza muscular. O tratamento específico é a administração de antitoxina botulínica, terapia intensiva ou cirurgia de feridas infectadas.

Para evitar o botulismo: não dê mel ou xarope de milho para crianças menores de 1 ano, descarte latas que tenham protuberâncias ou alimentos enlatados com mau cheiro, procure ajuda médica imediata para feridas infectadas (Medicine, 2017).

Por se tratar de uma doença rara, não há planos de vacinação para a população em geral, mas a vacina pentavalente é administrada a pessoas expostas à infecção.

10 – Leptospirose

É uma infecção que ocorre em contato com a bactéria leptospira. Não é transmitida de pessoa para pessoa, mas pelo contato com animais infectados, especialmente ratos, ou em água doce contaminada pela urina.

Os sintomas podem levar em média 10 dias a aparecer e variam de tosse seca, dor de cabeça e músculo, febre, náusea, vômito e diarréia, a rigidez muscular com linfonodos inchados e aumento do baço ou fígado

A previsão é geralmente boa. No entanto, um caso complicado pode ser fatal se não for tratado a tempo.

Para evitá-lo, ratos e camundongos devem ser eliminados no ambiente, a drenagem deve ser mantida para evitar a estagnação da água, especialmente em climas tropicais.

Existe uma vacina contra a doença que, embora tenha escopo limitado, é especialmente recomendada para quem realiza trabalhos de risco.

Referências

  1. Escuelapedia . (2017). Obtidos de doenças causadas por bactérias: escuelapedia.com
  2. III, WC (17 de novembro de 2016). Empresa Operadora de Healthgrades . Obtido de O que são doenças bacterianas?: Healthgrades.com
  3. Lomónaco, M. (3 de setembro de 2017). O Guia das Vitáminas . Obtidos de doenças causadas por bactérias: tipos, sintomas e tratamento: laguiadelasvitaminas.com
  4. López, JM e Berrueta, TU (2011). Universidade Nacional Autônoma do México . Obtido em GENERALIDADES DAS BACTÉRIAS: facmed.unam.mx
  5. Medicina, ONU (5 de setembro de 2017). Medline Plus . Obtido no Botulismo: medlineplus.gov
  6. Steane, R. (2017). Bio Topics . Obtido de Tuberculose: biotopics.co.uk.

Deixe um comentário