Os 6 tipos de comunicação organizacional

Os 6 tipos de comunicação organizacional 1

Os processos de comunicação são uma parte essencial, não apenas nas relações sociais, mas no nível organizacional, dentro do contexto de negócios. A comunicação organizacional permite que as mensagens sejam transmitidas e recebidas e que a coesão do grupo e do trabalho seja mantida entre os trabalhadores.

É por isso que cada vez mais empresas optam por contratar pessoas responsáveis ​​por gerenciar, estimular e melhorar a comunicação na empresa. Existem diferentes tipos de comunicação organizacional , de acordo com alguns parâmetros. Vamos ver no que cada um consiste.

Comunicação dentro e fora da empresa

Comunicação organizacional é aquela que ocorre nas empresas, por meio de seus funcionários ou em relação ao contexto organizacional . Inclui todas as mensagens, comportamentos e atitudes emitidas no contexto do trabalho, com o objetivo de transmitir uma ideia, um objetivo, uma tarefa etc. Também tem a ver com a identidade da empresa.

Assim, é uma parte essencial de toda empresa, uma vez que, por meio de uma comunicação organizacional eficaz, é possível criar um ambiente de trabalho adequado, além de manter todos os seus membros informados sobre as questões relevantes necessárias para desenvolver a atividade de trabalho. eficientemente.

Por isso, hoje em dia, é muito comum encontrar um ou um profissional dedicado inteiramente ao desenvolvimento desse campo, através da criação de estratégias e da implementação de processos e ferramentas que permitam facilitar uma comunicação fluida entre os trabalhadores da companhia

Por sua vez, esses profissionais de comunicação também trabalham com a imagem que a empresa projeta fora , na sociedade ou na estrutura comercial (configurando sua identidade comercial, sua “marca”); ou seja, eles são responsáveis ​​por gerenciar quais mensagens a empresa emite e como as emite (por meio de redes sociais, publicidade etc.).

Tipos de comunicação organizacional

Dependendo do tipo de comunicação (especificamente, em que nível a comunicação ocorre, dentro ou fora da empresa), encontramos dois tipos de comunicação organizacional: interna e externa. Saberemos em que cada um deles é composto, além de seus subtipos:

1. Comunicação interna

A comunicação interna de uma empresa é aquela que ocorre dentro dela, entre seus funcionários. Isso é feito através de reuniões, comunicados, manuais de host, folhetos , etc. Por sua vez, encontramos diferentes tipos de comunicação organizacional interna, de acordo com os parâmetros de classificação que usamos:

1. 1. De acordo com o seu grau de formalidade

Dependendo do seu caráter ou tipo (ou grau de formalidade), a comunicação organizacional interna pode ser de dois tipos: formal e informal.

A comunicação organizacional interna formal é composta por todas as mensagens que são emitidas e recebidas entre os funcionários da empresa, através de atos oficiais, como reuniões, assembléias … Ou seja, é uma comunicação que tem um caráter mais “oficial” “

Esta é uma informação que geralmente é registrada, por meio de atos de reuniões, por exemplo. É por isso que você pode acessá-lo, se necessário.

A comunicação organizacional interna informal é aquela que possui um caráter menos formal e menos oficial; isto é, inclui situações de interação entre os membros de uma empresa, quando estão conversando e trocando mensagens ou impressões em seu tempo de descanso, por exemplo.

Geralmente é uma comunicação oral; É aquele que permite melhorar um bom ambiente de trabalho .

1.2 De acordo com a direcionalidade da informação

Assim, a comunicação interna também pode ser de três tipos, se levarmos em conta os critérios de qual direção o fluxo de informações segue: ascendente, descendente e horizontal. Para que a comunicação dentro de uma empresa seja eficaz e produtiva, esses três tipos devem ser dados: ascendente, descendente ou horizontal.

O primeiro dos tipos de comunicação organizacional interna, de acordo com sua direcionalidade, é o ascendente: consiste na comunicação que é transmitida “de baixo para cima”, ou seja, dos trabalhadores (“peões”) aos chefes de departamento, chefes de equipe. área e gerentes . Em outras palavras, são as informações que os níveis mais baixos comunicam aos níveis intermediário e alto (no nível hierárquico).

Como é realizado esse tipo de comunicação? Através de diferentes canais e ferramentas: reuniões, formulários de sugestões, pesquisas, entrevistas, etc.

A comunicação interna descendente é aquela que vai “de cima para baixo” , ou seja, dos chefes ou gerentes, em direção a seus trabalhadores. Ou seja, no nível hierárquico, são as informações transmitidas pelos trabalhadores de alto escalão às faixas intermediárias e baixas.

É realizado através de reuniões, telefonemas, cartas, folhetos, relatórios, discursos, instruções (orais ou escritas), etc.

Finalmente, o terceiro dos tipos de comunicação organizacional, de acordo com sua direcionalidade, é a comunicação horizontal; Isso ocorre entre colegas de trabalho que estão na mesma hierarquia ou nível hierárquico (por exemplo, entre chefes de departamento, chefes de área, trabalhadores, etc.).

Como os anteriores, ele pode usar diferentes canais ou rotas; reuniões, conversas informais entre colegas, chamadas, e-mails etc. Esse tipo de comunicação permite promover a coesão entre trabalhadores e equipes, melhorando seu trabalho e relacionamento pessoal.

  • Você pode estar interessado: ” Psicologia do trabalho e organizações: uma profissão com futuro “

2. Comunicação externa

O segundo dos tipos de comunicação organizacional, de acordo com o nível em que ocorre, é a comunicação externa; Isso inclui os processos comunicativos que são dados para divulgar a empresa fora.

Tem mais a ver com questões de publicidade, imagem projetada da empresa, redes sociais, etc. Também permite que você conheça a opinião de pessoas de fora da empresa, da própria empresa (ou seja, o que a sociedade da empresa pensa).

Assim, forma-se comunicação externa, além de publicidade, press releases, press releases, folhetos informativos, etc.

Componentes

Existem três componentes ou elementos em cada ato comunicativo, dentro dos diferentes tipos de comunicação organizacional. Esses três elementos fazem parte da comunicação; São peças-chave que influenciam todo o processo e permitem que ele se desenvolva. Falamos de:

1. Pessoas

São as pessoas que se comunicam dentro da empresa ou que facilitam seus processos comunicativos (em comunicação externa, por exemplo). Por se tratar de um processo de interação humana, fica claro que as características das pessoas influenciarão o ato e o processo comunicativo (em como as informações são transmitidas, quais informações são selecionadas, como são recebidas etc.)

Ou seja, influenciará o humor da pessoa, sua personalidade, o relacionamento com seus pares (tipo, frequência …), sua posição ou nível hierárquico na empresa, etc.

2. Conteúdo

O conteúdo de qualquer ato comunicativo tem a ver com os objetivos que se destinam a obter a emissão de determinadas mensagens , bem como com o emissor e o receptor, os canais ou canais de comunicação utilizados, etc. Tudo isso influenciará, como o componente anterior, no que é obtido com esse ato comunicativo e no resultado final do referido processo.

3. Meio Ambiente

Finalmente, o ambiente se refere ao cenário em que a comunicação ocorre; isto é, para a própria organização, mas também para seus espaços específicos (escritório, cafeteria, elevador …). O ambiente é um componente que também influencia e afeta a comunicação, influenciando os remetentes e os destinatários das mensagens e vice-versa (ou seja, as pessoas também podem influenciar o ambiente).

Referências bibliográficas:

  • Hogg, M. (2010). Psicologia social Vaughan Graham M. Pan-Americana. Editora: Panamericana.
  • Oliveras, EF (2017). Tipos de comunicação organizacional na empresa. Grupo P&A.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies