Pessoas com depressão: 18 características comuns

As pessoas com depressão são caracterizados por sentir uma profunda tristeza, culpa, falta de motivação, ansiedade, dependência, indecisão, perda de memória, problemas de sono, alterações do apetite e falta de desejo sexual.

Isso não significa que todas as pessoas que sofrem com ela tenham os mesmos comportamentos, ou mesmo que, em todos os casos, ela se manifeste da mesma maneira. Mas eles geralmente têm sintomas comuns que podem nos ajudar a identificar se alguém em nosso ambiente ou nós mesmos está sofrendo de uma possível depressão.

Pessoas com depressão: 18 características comuns 1

Até recentemente, não havia empatia ou compressão suficientes com quem sofria dessa doença grave. Felizmente, existe uma crescente consciência desse problema e do delicado estado das pessoas que sofrem com ele.

É importante lembrar que, felizmente, as pesquisas nesse campo são muito extensas e que hoje existem tratamentos muito consolidados com os quais podemos superar essa doença.

Diferentes técnicas e orientações são usadas para que cada pessoa possa escolher o método mais adequado ao seu problema. De qualquer forma, o primeiro passo para resolvê-lo é reconhecê-lo e entrar em contato com um profissional de saúde mental para remediá-lo.

Principais características das pessoas com depressão

Em seguida, dividiremos os sintomas de acordo com a área afetada. Dessa forma, podemos classificá-los como sintomas afetivos, motivacionais, cognitivos, comportamentais ou comportamentais e físicos ou fisiológicos.

Sintomas afetivos

1- Tristeza

Pessoas com depressão: 18 características comuns 2

Este é geralmente o principal sintoma das pessoas que sofrem de depressão. Manifesta-se de diferentes maneiras e com diferentes intensidades, dependendo do assunto. É muito comum que a pessoa que sofre dela não tenha permissão para sentir a tristeza adequadamente e isso contribua para gerar maior desconforto.

2- Auto-piedade

A pessoa geralmente não se permite reconhecer que pode sentir essa tristeza, principalmente quando passou por um evento ou experiência grave, como a perda de um ente querido. Na maioria dos casos, reconhecer o problema e permitir-se sentir compaixão por si mesmo ajuda a sentir alívio.

Por outro lado, é muito comum quem sofre dessa tristeza dizer coisas como “não suporto tanta tristeza”, “sempre serei muito infeliz”, “me sinto mal o tempo todo” etc.

Esses tipos de pensamentos contribuem para aumentar o sentimento de tristeza, visto o feedback formar um laço. É necessário deixar esse círculo vicioso em algum momento para resolvê-lo.

3- choro incontrolável

Pessoas com depressão: 18 características comuns 3

Experimentar períodos de choro incontrolável é outro sintoma muito comum na depressão. É possível que a pessoa sinta algum alívio após esses episódios, mas a longo prazo ela geralmente contribui para aumentar ainda mais sua tristeza.

4- Sentir-se culpado

Pessoas com depressão: 18 características comuns 4

De uma maneira muito habitual, a pessoa que sofre de depressão geralmente tem sentimentos desse tipo por alguns comportamentos que ele fez e até por pensamentos ou desejos que ele tem ou teve.

Relacionado:  Neurose depressiva: sintomas, causas e tratamento

A pessoa não é capaz de identificar que o fato de ter um desejo ou pensamento não influencia a realidade e, muitas vezes, acredita que, pensando que pode ser cumprida.

Você também pode se sentir culpado por estar deprimido. Na maioria dos casos, essa culpa advém do fato de a pessoa se sentir responsável além do seu próprio comportamento e até do dos outros.

Também pode acontecer que a pessoa realize comportamentos contraproducentes para esse sentimento e isso, por sua vez, o leva a se sentir ainda pior. Por exemplo, quando me sinto mal, bebo excessivamente, e quando bebo me sinto culpado por não poder controlar esse comportamento ou resolver o problema de qualquer outra maneira, portanto, o sentimento de culpa aumenta.

5- Vergonha

Algumas pessoas com depressão têm esse tipo de sentimento. Eles pensam que são mais fracos, infantis ou inferiores aos outros porque sofrem desta doença.

Às vezes eles até pensam que são loucos e que outros vão perceber esse fato. Esse sentimento de vergonha também gera profundo desconforto e muitas vezes leva a pessoa a evitar o contato social.

6- Ansiedade

Pessoas com depressão: 18 características comuns 5

Ao contrário do que normalmente se pensa, a depressão e a ansiedade geralmente estão ligadas e, quando uma aparece, é comum a outra sofrer. A pessoa que sofre deve aprender a identificar esse desconforto como ansiedade e, principalmente, internalizar que, embora os sintomas sejam muito irritantes, eles não são perigosos.

Isso evita que o paciente se sinta ansioso pelo fato de experimentar os sintomas de ansiedade.

Sintomas motivacionais

7- Falta de motivação

Pessoas com depressão: 18 características comuns 6

É muito comum que a pessoa que sofra de depressão não tenha motivação para realizar as tarefas mais simples e frequentes, como sair da cama ou ir trabalhar.

O indivíduo sabe o que deve fazer, mas é incapaz de fazê-lo ou pensa que não terá satisfação em fazê-lo, portanto, não vale a pena fazer e é mantido em um estado de imobilidade.

8- Comportamentos de prevenção

Juntamente com o exposto, é muito comum que as pessoas que sofrem de depressão apareçam comportamentos de fuga ou fuga.

A pessoa acredita que será incapaz de executar uma tarefa ou que a executará mal, evitando assim enfrentar certas situações. Isso ajuda a aumentar seu desconforto e a crença de que ele não é capaz de executar nem a tarefa mais simples.

9- Dependência

A dependência excessiva dos outros é outro dos sintomas usuais da depressão. Embora seja positivo pedir ajuda às pessoas no ambiente, esse tipo de dependência vai além e geralmente solicita, ou mesmo exige, ajuda para tarefas que poderiam ser facilmente realizadas sozinhas.

Receber essa ajuda de outras pessoas faz com que a pessoa sinta algum alívio por se sentir amada e cuidada por outras pessoas. Mas, a longo prazo, pode contribuir para aumentar a dependência e o sentimento de inutilidade ou incapacidade do paciente.

Relacionado:  10 remédios naturais para a depressão (eficazes)

10 – Raiva ou raiva

Pessoas com depressão: 18 características comuns 7

Em alguns casos, a pessoa experimenta períodos de raiva ou raiva. Eles geralmente aparecem quando o indivíduo começa a se recuperar porque o cólera geralmente é incompatível com a profunda tristeza experimentada nos estágios iniciais da depressão. Eles também são geralmente períodos curtos e para alguma situação ou pessoa específica.

Mas, embora seja incomum, em outros casos, você pode experimentar esses períodos de raiva aguda regularmente e em todos os estágios da depressão. Se isso acontecer, a raiva geralmente vai para uma pessoa específica e também gera sentimentos de raiva e vingança em relação a ela.

Sintomas cognitivos

Percepção de problemas como insolúveis ou esmagadores. Esse tipo de crença é muito comum na pessoa que sofre de depressão porque acredita que nunca encontrará a solução para seus problemas ou que sempre se achará tão ruim quanto.

O indivíduo geralmente experimenta um sentimento de bloqueio que o impede de ver soluções ou pensar em novas. Essa falta de criatividade em encontrar alternativas não existiria se você não estivesse sob os sintomas e efeitos da depressão.

Portanto, é conveniente lembrar que esse bloqueio desaparecerá quando você experimentar melhorias ou acabar com a depressão.

11- Indecisão

Pessoas com depressão: 18 características comuns 8

Nesse caso, a pessoa geralmente para de tomar decisões porque sempre espera uma conseqüência negativa. Você também pode culpar sua depressão por certas decisões que tomou e, portanto, tomar novas decisões se torna uma tarefa árdua e complicada.

Em outras ocasiões, a pessoa precisa estar absolutamente certa de que a decisão que tomará é a correta. Nesse caso, é necessário lembrar que não existem certezas absolutas e que é impossível saber quais serão as consequências de tomar uma decisão antes de tomá-la.

Também é possível que a pessoa não tome decisões por causa de um sentimento inadequado de culpa que a impede de ver as conseqüências realistas de tomar uma opção ou outra.

Por outro lado, em muitos casos, é até aconselhável que a pessoa adie o processo de tomada de decisão até que a depressão seja superada ou que esteja se sentindo melhor. Como já mencionamos, o indivíduo pode se encontrar em uma situação de bloqueio que o impede de gerar opções ou alternativas que surgiriam se ele não estivesse deprimido.

Por esse motivo, se a decisão não for urgente, é aconselhável adiá-la até que a pessoa possa gerar todas as alternativas possíveis e, assim, tomar a decisão que é considerada mais apropriada naquele momento.

12- Autocrítica

De maneira habitual, o paciente depressivo geralmente culpa seu sofrimento por alguma deficiência ou erro que ele mesmo cometeu. Além disso, é comum você receber essa mesma mensagem do seu ambiente na forma de frases como “se esse for o caso, é porque você deseja” ou “se você quiser, poderá se sentir melhor”.

Relacionado:  Efeitos colaterais de sertralina (físicos e psicológicos)

13- Perda de memória e / ou dificuldade de concentração

Essas duas características geralmente andam juntas. A pessoa tem problemas de memória porque não se concentra na tarefa, no que está dizendo ou no que precisa aprender.

Em vez de focar sua atenção no momento necessário, eles geralmente estão pensando e divagando sobre seus problemas e desconforto. Portanto, quando é necessário recuperar essas informações, elas não são encontradas porque, na época, não recebiam atenção suficiente.

Sintomas comportamentais ou comportamentais

14- Passividade

A inatividade é outra característica típica da pessoa com depressão. As principais razões para essa passividade são geralmente a crença de que você não será capaz de fazê-lo, a falta de motivação ou simplesmente argumentar que está cansado demais para fazê-lo.

Você deve ter em mente que, devido ao seu status, esses tipos de crenças estão fortemente enraizadas e, quando diz que não se sente capaz de fazê-lo, é porque realmente acredita que não será capaz.

15- Falta de habilidades sociais

Nesse sentido, é comum que o paciente evite o contato social ou, se o fizer, o fará de maneira submissa, submetendo-se aos desejos dos outros. Na maioria dos casos, a pessoa tem habilidades sociais, mas não as coloca em prática.

Sintomas físicos e / ou fisiológicos

16- Problemas do sono

Pessoas com depressão: 18 características comuns 9

Outro dos sintomas que aparecem regularmente são distúrbios do sono. Dependendo das pessoas, elas podem se manifestar como dificuldade para reconciliá-la, interrupções noturnas do sono, insônia ou, pelo contrário, dormem em excesso. É importante lembrar que, quando a depressão remite, a pessoa retornará ao ciclo normal do sono.

17- Alterações no apetite

Um dos primeiros sintomas que se manifestam quando sofrem de depressão é a alteração do apetite. Dependendo da pessoa, em alguns casos, essas alterações se manifestam com perda de apetite e, em outros, exatamente o oposto.

No início, a pessoa geralmente não dá importância a ela, mas se você perder peso ou ganhar excessivamente, pode ser preocupante para a saúde e a auto-estima do indivíduo.

18- Perda do desejo sexual

Geralmente é outro dos sintomas que aparecem antes na depressão. Acredita-se que esteja ligado à perda de prazer que a pessoa experimenta na maioria dos aspectos de sua vida. Como nos outros sintomas, é importante ter em mente que, quando a depressão for superada, a perda de interesse sexual desaparecerá.

Referências

  1. Beck, AT (1967). Depressão: causas e tratamento.
  2. Beck, AT (1976). Terapia cognitiva e distúrbios emocionais. Nova Iorque
  3. Beck, AT, Greenberg, RL (1974). Lidar com a depressão (um livro deixado). Nova Iorque

Deixe um comentário

Este site usa cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de usuário. política de cookies, clique no link para obter mais informações.

ACEPTAR
Aviso de cookies